Autor Tópico: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022  (Lida 2019 vezes)

Offline JPA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 1183
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Depois de quase uma década de avanços recuos e um sem número de especulações sobre  tema, eis que toma forma forma em definitivo esta nova realidade.

A partir de 1 de Janeiro de 2022 é obrigatória a inspecção aos motociclos, estando Portugal obrigado a transpor a directiva europeia para a legislação nacional.

O escalão das 125cc estão igualmente incluídos, o que inicialmente era apenas para 250cc e superiores.


https://observador.pt/2021/09/20/inspecoes-periodicas-as-motos-avancam-10-anos-depois/

Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM


Offline HJRD

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jul 2019
  • Mensagens: 131
  • Localidade: Évora
  • Marca: Honda
  • Modelo: ADV 350
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #1 em: 20 de Setembro de 2021, 09:44 »
Presumo que, quando é referida a obrigatoriedade da inspeção para motociclos de 125cc, e acima, estejam a excluir o grosso das 125, já que, efetivamente praticamente nenhuma atinge essa cilindrada, ficando-se a grande maioria, pelos 124cc...
"No fear, no pain, nobody left to blame
I'll try alone make destiny my own..."

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3882
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #2 em: 20 de Setembro de 2021, 10:07 »
A diretiva europeia é acima de 125, por isso presumo que a classe até 125 estará dispensada.
Mas não podemos menosprezar a força dos lobbys junto de classes políticas corruptas
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 4522
  • Localidade: sintra
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #3 em: 20 de Setembro de 2021, 10:29 »
Não acredito que as 125 cc venham a estar dispensadas de qualquer forma em muitos casos vai começar a corrida da procura ás peças de origem (escapes, espelhos etc..)
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline karloxilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 635
  • Localidade: Setúbal
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #4 em: 20 de Setembro de 2021, 12:16 »
Saúde!

Trata-se da transcrição obrigatória de uma directiva europeia... seria interessante saber das consequências nos países que já a implementaram.
No jornal de negócios li este comentário, o "mais votado": "Bom era acabar com o ensurdecedor ruído que algumas fazem, quando lhes retiram os silenciadores. Mas para as inspeções, vão passam lá com o silenciador recolocado, para de seguida, o tirarem de novo. Só com fiscalização na estrada. Ah, e os artistas que colocam as matrículas a trás, de maneira a se não verem ;) ?!"

É difícil granjear simpatias com tantos "motards" a darem tiros (rateres) nos pés...
Quanto ao resto, estou curioso, mesmo muito curioso, para ver que tipo de "inspecção" conseguirão fazer à minha scooter...

Ah, continuo à espera da prometida classe especial para os motociclos nas autoestradas (o que inclui as portagens da 25 de Abril), algo que foi aprovado por unanimidade... na legislatura anterior. Espero que os companheiros tenham escolhido motas e scooters com assentos confortáveis...
« Última modificação: 20 de Setembro de 2021, 12:17 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção

Offline Rufido

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Nov 2013
  • Mensagens: 1622
  • Localidade: Oeiras
  • Respeito, muito respeito pelos outros e pela máqª
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV650A
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #5 em: 20 de Setembro de 2021, 12:47 »
Saúde!

Trata-se da transcrição obrigatória de uma directiva europeia... seria interessante saber das consequências nos países que já a implementaram.
No jornal de negócios li este comentário, o "mais votado": "Bom era acabar com o ensurdecedor ruído que algumas fazem, quando lhes retiram os silenciadores. Mas para as inspeções, vão passam lá com o silenciador recolocado, para de seguida, o tirarem de novo. Só com fiscalização na estrada. Ah, e os artistas que colocam as matrículas a trás, de maneira a se não verem ;) ?!"

É difícil granjear simpatias com tantos "motards" a darem tiros (rateres) nos pés...
Quanto ao resto, estou curioso, mesmo muito curioso, para ver que tipo de "inspecção" conseguirão fazer à minha scooter...

Ah, continuo à espera da prometida classe especial para os motociclos nas autoestradas (o que inclui as portagens da 25 de Abril), algo que foi aprovado por unanimidade... na legislatura anterior. Espero que os companheiros tenham escolhido motas e scooters com assentos confortáveis...

... para esperarem até às eleições legislativas...
Rui

Offline JP

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Jun 2021
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Santa Maria da Feira
  • Marca: Kymco
  • Modelo: Grand dink 125
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #6 em: 20 de Setembro de 2021, 14:37 »
A diretiva europeia é acima de 125, por isso presumo que a classe até 125 estará dispensada.
Mas não podemos menosprezar a força dos lobbys junto de classes políticas corruptas

Boas,

Infelizmente a minha no livrete (P1) diz 125, logo presumo que tenha de ser inspecionada, mas gostaria de saber se irá ser como os automóveis, primeira ao fim de 4 anos depois dois em dois (nos dois seguintes, que são quatro) e só depois destes é que passará a ser anual!?

Um abraço  scooter_ scooter_ scooter_

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3882
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #7 em: 20 de Setembro de 2021, 15:07 »
A diretiva diz exatamente "...com uma cilindrada superior a 125cm3." presumo que a classe 125 não será abrangida, e não refere periodicidade para motociclos.
A nível nacional parece que se pretende a periodicidade dos automóveis ( fonte: imt)
« Última modificação: 20 de Setembro de 2021, 15:11 por moto2cool »
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline JPA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 1183
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #8 em: 20 de Setembro de 2021, 16:00 »
Falta ainda saber como tudo se irá processar, pelo que é aguardar por uma portaria a ser publicada que defina alguma regulamentação, âmbito de acção ou mesmo valores a serem praticados.

Com um prazo tão curto há um risco de este processo ser feito às 3 pancadas ou em cima do joelho, pois aparentemente tudo foi apanhado hoje de surpresa, e a transposição de uma
directiva comunitária leva algum tempo ao legislador a implementar, ou mesmo adaptar à realidade de cada país.

Não creio que as 125cc sejam "especiais" e fiquem isentas, tanto mais que as 125cc são dos motociclos mais vendidos muito à custa da facilidade de se poder conduzir com a carta de carro.

Se uma Vision 110cc poderá estar isenta uma Forza 125 ( 124.9cc) é sempre uma 125.

Sabe-se que o universo nacional é quase de 400 a 450 mil motociclos...é alguma "fruta" _Rolley_
Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM


Offline JP

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Jun 2021
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Santa Maria da Feira
  • Marca: Kymco
  • Modelo: Grand dink 125
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #9 em: 20 de Setembro de 2021, 16:04 »

 _lool_ _pol_ _convivio_ scooter_ scooter_

Offline Carlujo

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Mai 2010
  • Mensagens: 1153
  • Localidade: São Marcos - Cacém
  • Membro CPM nº 271
  • Marca: Sym
  • Modelo: MaxSym 400i
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #10 em: 20 de Setembro de 2021, 16:52 »
Estou curioso quanto ao valor a pagar pela IPO a um motociclo. Algo me diz que será um valor igual ao dos ligeiros, para não destoar das portagens...
Outras coisas que me deixam curioso:
O inspector tem que ter carta de moto para fazer a inspeção? Porque vai ter que se sentar nela, para testar suspensões e travões, pelo menos.
E se deixar cair a moto, além da reparação pagam o tempo de imobilização do veículo?

Não estou a ver eles deixarem passar as 125 sem inspeção, são muitas motos dessa cilindrada a deixar de faturar.
Acho que a transcrição da Directiva Comunitária vai ser mais abrangente e depois vão dizer que é por uma questão de igualdade de deveres. O que até acho justo.
Ainda bem que guardei o escape...  ;D ;D
SYM GTS 125 Evo - 0 km (15/05/2010) até 48.627 Kms. (23/09/2014) Deixou saudades...
Maxsym 400i - 6.155 kms (23/09/2014) até ...

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 3979
  • Localidade: sintra-cascais
  • Mebro nº 5131
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #11 em: 20 de Setembro de 2021, 17:07 »
Não poderia deixar de concordar com este tema,mas de forma que seja justa e igual,sem subornos que vão ser quase obrigatórios.
Agora quero ver que preços vão existir,prazos e se os srs sabem o que são acessórios oficiais das marcas,que duvido que saibam,mas que me vou rir,vou....
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3882
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #12 em: 20 de Setembro de 2021, 17:56 »
Segundo a Deliberação n.º 1292/2020do IMT são 12,89€
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 4522
  • Localidade: sintra
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #13 em: 20 de Setembro de 2021, 19:33 »
Não acredito que as 125 cc escapem, mas a ver vamos..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Paulo Renato Ferreira

  • Moderador Global
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jan 2012
  • Mensagens: 1784
  • Localidade: Vila Franca do Rosário
  • "Não há duas, sem três..."
  • Marca: Piaggio
  • Modelo: X10
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #14 em: 21 de Setembro de 2021, 08:48 »
Eu não tenho qualquer problema em levar a X10 à inspecção ou o automóvel, aliás, sou defensor que tudo o que circula nas estradas devia ser inspeccionado tendo por finalidade a circulação em maior segurança de todos nós (excepto talvez os burros e os bois que puxam as carroças e que também andam nas estradas  _lol_).

Há princípios que orientam esta minha posição.  _reg_
Princípio da Igualdade, em  que todos os iguais sejam inspeccionados com os mesmos critérios, com o mesmo rigor profissional, sem compadrios ou quaisquer tipo de favorecimentos ou possibilidade de subornos.

Princípio da Proporcionalidade, que os preços a pagar pela inspecção de um motociclo seja proporcional aos que os outros veículos pagam (ao contrário do que acontece nas portagens)

Princípio do bom senso, quanto à data da primeira inspecção e espaço de tempo para as seguintes.

Dou o benefício da dúvida ao legislador  _pensador_  enquanto aguardo pelo Decreto Regulamentar que me irá esclarecer em relação à aplicação de alguns princípios por mim enunciados, começando logo por clarificar a cilindrada a partir da qual vai ser obrigatória a inspecção. Acima de 125 cm3, inclusivé ou exclusivé? Este aspecto apesar de ser importante, salvo melhor opinião não me afecta, a X10 tem 124 cm3.  _Rolley_


Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 4522
  • Localidade: sintra
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #15 em: 21 de Setembro de 2021, 09:18 »
Pessoalmente também não tenho problemas em submeter a mota a inspecção até acho que faz todo sentido, o único ponto contra é mais uma pequena despesa mas se for o valor mencionado é irrisório.
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline JPA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 1183
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #16 em: 21 de Setembro de 2021, 09:38 »
Estou curioso quanto ao valor a pagar pela IPO a um motociclo. Algo me diz que será um valor igual ao dos ligeiros, para não destoar das portagens...
Outras coisas que me deixam curioso:
O inspector tem que ter carta de moto para fazer a inspeção? Porque vai ter que se sentar nela, para testar suspensões e travões, pelo menos.
E se deixar cair a moto, além da reparação pagam o tempo de imobilização do veículo?

Não estou a ver eles deixarem passar as 125 sem inspeção, são muitas motos dessa cilindrada a deixar de faturar.
Acho que a transcrição da Directiva Comunitária vai ser mais abrangente e depois vão dizer que é por uma questão de igualdade de deveres. O que até acho justo.
Ainda bem que guardei o escape...  ;D ;D


Por várias vezes me questionei qual a responsabilização do centro de inspecções. Qualquer moto acima de 200 kg exige alguma habilidade para a "segurar" ou manobrar com ela quase parada.

Tenho a ideia que nem todos os centros IPO estarão habilitados para tal tarefa, ou mesmo que justifiquem investimento extra neste sentido.

Fazes bem em guardar o escape... eu desisti agora mesmo de comprar nos chineses as maravilhosas lâmpadas H4 em LED!!! :o

Segundo a Deliberação n.º 1292/2020do IMT são 12,89€

E o IVA ???  Fica no bolso de quem ??   LOOOOL     

12,89€ + 23% IVA.

Em IVA são quase 3€, isto em 450.000 possíveis inspecções, representa  1.350.000 € anuais nos cofres do estado ( fora re-inspecções e coimas por falta de IPO )...  _confuso_


Eu não tenho qualquer problema em levar a X10 à inspecção ou o automóvel, aliás, sou defensor que tudo o que circula nas estradas devia ser inspeccionado tendo por finalidade a circulação em maior segurança de todos nós (excepto talvez os burros e os bois que puxam as carroças e que também andam nas estradas  _lol_).

Há princípios que orientam esta minha posição.  _reg_
Princípio da Igualdade, em  que todos os iguais sejam inspeccionados com os mesmos critérios, com o mesmo rigor profissional, sem compadrios ou quaisquer tipo de favorecimentos ou possibilidade de subornos.

Princípio da Proporcionalidade, que os preços a pagar pela inspecção de um motociclo seja proporcional aos que os outros veículos pagam (ao contrário do que acontece nas portagens)

Princípio do bom senso, quanto à data da primeira inspecção e espaço de tempo para as seguintes.

Dou o benefício da dúvida ao legislador  _pensador_  enquanto aguardo pelo Decreto Regulamentar que me irá esclarecer em relação à aplicação de alguns princípios por mim enunciados, começando logo por clarificar a cilindrada a partir da qual vai ser obrigatória a inspecção. Acima de 125 cm3, inclusivé ou exclusivé? Este aspecto apesar de ser importante, salvo melhor opinião não me afecta, a X10 tem 124 cm3.  _Rolley_




Sem dúvida, e mais ainda até as 50cc deveriam ser alvo de inspecções... trata-se de ciclomotores que dos 45km/h de velo. máxima exigidos por lei, não cumprem, e muitas delas "transformadas" na maior das impunidades.

O principio da proporcionalidade do preço do IPO é estabelecido acordo com a taxa de inflação medida pelo índice de Preços no Consumidor Total (sem habitação)...

A equidade e proporcionalidade deverá ser tida em atenção por parte do legislador, mas espero que tudo seja devidamente clarificado com a portaria, pelo que mantenho o benefcío da dúvida com alguma expectativa.

Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM


Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3882
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #17 em: 21 de Setembro de 2021, 12:04 »
Talvez ajude a ver os nuestros hermanos

https://www.itvcitaprevia.es/pasar-itv-de-moto/

"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline JPA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 1183
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #18 em: 21 de Setembro de 2021, 12:28 »
Talvez ajude a ver os nuestros hermanos

https://www.itvcitaprevia.es/pasar-itv-de-moto/


"Nuestros hermanos"  não fazem cedências...  ciclomotores incluídos!   _palmas_ _palmas_  Aposto que um dia por cá a realidade terá de ser outra para as 50cc!! Não deveriam ficar à "margem".

Na caixa de comentários surge uma Piaggio Fly 125, que na verdade tem 124cc.
Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM


Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 4522
  • Localidade: sintra
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #19 em: 21 de Setembro de 2021, 13:31 »

"Nuestros hermanos"  não fazem cedências...  ciclomotores incluídos!   _palmas_ _palmas_  Aposto que um dia por cá a realidade terá de ser outra para as 50cc!! Não deveriam ficar à "margem".

Na caixa de comentários surge uma Piaggio Fly 125, que na verdade tem 124cc.

Não percebo porque as 50 cc ficam á margem...  _pensador_
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3882
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #20 em: 22 de Setembro de 2021, 10:43 »
Já agora, para quem tem dúvidas como será feito, aqui fica o exemplo espanhol:

"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline nsaraiva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2018
  • Mensagens: 389
  • Localidade: Amadora
  • E a mim que me importa?
  • Marca: UM
  • Modelo: Renegade Sport S
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #21 em: 22 de Setembro de 2021, 12:52 »


Tenho a ideia que nem todos os centros IPO estarão habilitados para tal tarefa, ou mesmo que justifiquem investimento extra neste sentido.



Aquela associação das Inspeções que tanta força tem feito, já veio dizer que precisa de alguns meses para formar os inspectores. (Ouvi na Rádio, um dirigente desta associação).
Há rosas cor-de-laranja mas não há laranjas cor-de-rosa. No entanto há laranjas verdes e rosas verdes não há.

Offline Domingos Ferreira

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2013
  • Mensagens: 48
  • Localidade: Lisboa
  • Chove relaxem, há sempre um viaduto para abrigar..
  • Marca: Daelim
  • Modelo: Roadwin
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #22 em: 22 de Setembro de 2021, 13:03 »
Bom dia.

Já não vinha aqui ao forum a algum tempo.

Pois é, a medida já peca por vir tarde...

Concordo com o IPO às motas todas, e eu tenho uma 125, (não tenho carta de mota).

Percebo que existe sempre aquela pessoa que não quer que ninguém suba para cima da mota, ou que pensa que a vá deixar cair, mas isso acontece sempre que levamos a nossa mota a oficina, temos de confiar, e acreditar que são pessoas com habilitação para o fazer.

O meu único receio é como tenho uma mota coreana de 2009 , que está de origem (alterei o pinhão de ataque para não andar sempre no redline) mas tem um guarda lamas estalado e marcas de "guerra" mota que anda sempre na rua.

Se num centro de IPO implicarem com o guarda lamas estalado ou com a pintura, o preço do arranjo não vale o preço da mota. 

São estas coisas que tem de ficar bem clarificadas o que é muito grave que leva à reprovação ou quais vão ser as anomalias "permitidas".

Acredito que vão começar a aparecer nos sites de classificados imensas motas para peças, ou imensas motas para irem para os centros de abate e cancelar os documentos.

Abraço Forte
<a href="http://www.spritmonitor.de/en/detail/621181.html" target="_blank"> <img
Com chuva relaxem, há sempre um viaduto para nos abrigar....

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 4522
  • Localidade: sintra
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #23 em: 22 de Setembro de 2021, 15:19 »
Penso que pela pintura não iria reprovar mas temos de aguardar a regulamentação...
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline karloxilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 635
  • Localidade: Setúbal
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: Inspecções Obrigatórias Motociclos...a nova realidade para 2022
« Responder #24 em: 24 de Setembro de 2021, 11:56 »
Não percebo porque as 50 cc ficam á margem...  _pensador_

O problema é que algumas só chegariam ao IPO num reboque...
Tirando as novas, a 4 tempos (injecção), todas as outras são a carburador e de antes de haver Normas Europeias - os medidores de emissão dos IPO ficariam malucos...

Acho que apostam no envelhecimento e fim desses ciclomotores. Entretanto, especulo, no impedimento da sua circulação em determinadas zonas urbanas - tal como fazem em relação a alguns veículos a diesel pela idade (antes de, imagino, restringirem todos os veículos a gasóleo - os ligeiros de passageiros, leia-se, as empresas de transportes terão uma "moratória", não tão escandalosa como a dos navios de cruzeiro...).
Uma dúvida: e os "mata-reformas" também vão? Aí que é dariam cabo do resto... das reformas.
« Última modificação: 24 de Setembro de 2021, 12:01 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção