Autor Tópico: Famel  (Lida 2785 vezes)

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Famel
« em: 30 de Janeiro de 2021, 19:00 »
Fogo, a mota é linda! Esta foi a frase que ficou para sempre na boca dos portugueses.

A Famel-Fábrica de Produtos Metálicos, foi uma das mais antigas sociedades do ramo. Criada em 1949 por João Simões Cunha, Augusto Valente de Almeida e Agnelo Simões Amaro, em Águeda.

Inicialmente começou por fabricar aros para bicicletas e motorizadas. Os primeiros ciclomotores foram equipados com motores Villiers e micromotores Pachancho, mais tarde passaram a importar motores Rex, Victoria, JLO e DKW de origem alemã. Contudo, a Famel também apostou na produção própria, mas acaba por desistir do projeto após duas tentativas falhadas



Em 1965, a Famel fez acordo com a marca Zündapp, e tornou-se representante da marca em Portugal, sendo que de 1965 em diante, as motorizadas Famel são equipadas com os motores Zündapp.

A célebre XF-17 (uma “réplica” da Suzuki Stinger) foi o modelo com mais sucesso comercial da Famel, até ao final da marca em 1994. O responsável pela motorizada desportiva, José Ribeiro da Costa criou o protótipo dando ouvidos aos conselhos do seu grande piloto, o campeão Fernando Leite Ribeiro. Acima de tudo, a motorizada não só agradou à juventude, como também os operários e outros condutores.

https://motorcycleonline.info/?p=29359
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 5326
  • Localidade: sintra
Re: Famel
« Responder #1 em: 30 de Janeiro de 2021, 21:08 »
É pena ver desaparecer uma marca que era bem enraizada no nosso país e economia, mas mudaram os tempos...
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1893
  • Localidade: Oeste
  • on two wheels until the end
  • Marca: Yamaha/Ves
  • Modelo: Tracer7/GTS300
Re: Famel
« Responder #2 em: 30 de Janeiro de 2021, 23:41 »
Basta sair se Lisboa e ver que ainda existem muitas a rolar.  Aqui , no Oeste, existe um grupo que, anualmente,  faz um passeio com vários modelos da marca, seguindo-se uma almoçarada. Um vizinho meu tem uma vermelha, o trabalhar daquele motor é intemporal. Com a eletrificação que aí vem, os preços destes modelos vão  subir em flecha.
Um pouco à semelhança dos clubes de vespas,  vão  existir sempre apreciadores destes modelos, e do prazer do prazer de os conduzir.
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015 a junho de 2022;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018 a julho de 2022
Tracer 7  julho2022; Vespa 300GTS julho 2022

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 5326
  • Localidade: sintra
Re: Famel
« Responder #3 em: 31 de Janeiro de 2021, 02:07 »
Sim fora de Lisboa ainda se encontram muitas a rolar, e ainda há um grande mercado de peças em comercialização.
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline nsaraiva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2018
  • Mensagens: 407
  • Localidade: Amadora
  • E a mim que me importa?
  • Marca: UM
  • Modelo: Renegade Sport S
Re: Famel
« Responder #4 em: 12 de Fevereiro de 2021, 16:29 »
Fogo, a mota é linda! Esta foi a frase que ficou para sempre na boca dos portugueses.

A Famel-Fábrica de Produtos Metálicos, foi uma das mais antigas sociedades do ramo. Criada em 1949 por João Simões Cunha, Augusto Valente de Almeida e Agnelo Simões Amaro, em Águeda.

Inicialmente começou por fabricar aros para bicicletas e motorizadas. Os primeiros ciclomotores foram equipados com motores Villiers e micromotores Pachancho, mais tarde passaram a importar motores Rex, Victoria, JLO e DKW de origem alemã. Contudo, a Famel também apostou na produção própria, mas acaba por desistir do projeto após duas tentativas falhadas



Em 1965, a Famel fez acordo com a marca Zündapp, e tornou-se representante da marca em Portugal, sendo que de 1965 em diante, as motorizadas Famel são equipadas com os motores Zündapp.

A célebre XF-17 (uma “réplica” da Suzuki Stinger) foi o modelo com mais sucesso comercial da Famel, até ao final da marca em 1994. O responsável pela motorizada desportiva, José Ribeiro da Costa criou o protótipo dando ouvidos aos conselhos do seu grande piloto, o campeão Fernando Leite Ribeiro. Acima de tudo, a motorizada não só agradou à juventude, como também os operários e outros condutores.

https://motorcycleonline.info/?p=29359

Acho que não era Fogo.  _martelada_
Há rosas cor-de-laranja mas não há laranjas cor-de-rosa. No entanto há laranjas verdes e rosas verdes não há.

Offline antoniopat

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Fev 2014
  • Mensagens: 1148
  • Localidade: Sobral de Monte Agraço
  • Membro nr6120
  • Marca: Vespa
  • Modelo: 125 Sprint YM 1968
Re: Famel
« Responder #5 em: 13 de Fevereiro de 2021, 12:20 »
Há muito boa gente que investe milhares de € nessas motos, aqui na minha aldeia há algumas como novas, tambem há por aqui Sachs Fuego  _lol_

Conheço um mecanico perto de casa que o trabalho dele é restaurar essas motos, chegam quase podres e saem como novas.

Companheiro Paulo estás a referir ao passeio do grupo de A-do-Baço?

Cumps
Scooters: Ex Piaggio X7 125/Ex Gilera Nexus 500/Ex Honda Integra 700/Ex Honda FJS600 SilverWing/Ex Kymco Xciting 400i
Motos: Ex Yamaha XJ600 Diversion/Ex Ducati Multistrada 1200S/

Offline JPA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 1211
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Famel
« Responder #6 em: 14 de Fevereiro de 2021, 08:59 »
Aqui na zona Centro e fugindo um pouco do litoral, existem bastante grupos de fervorosos proprietários de uma vasta colecção destas motorizadas "inter-geracionais".

Curioso as motorizadas muitas delas abandonadas durante décadas e bem degradadas, são totalmente restauradas que até parecem novas!

Já vi exemplares que a qualidade do restauro é qualquer coisa, com um nível de detalhe fantástico condizente com os euros investidos.

Uma nova vida, conduzida por uma geração de gente nova que por capricho, saudosismo, etc evocam quase sempre memórias e vidas passadas de tios e avós...para muitos, é uma forma

de homenagear os antepassados. Cada motorizada com 40 anos ou mais tem uma história...quem diria !

Ressalvo que muitos desses grupos, são organizados como verdadeiros Clubes devidamente oficializados, com sede física e quotização de sócios.

Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM