Autor Tópico: Kawasaki J300 (2014).  (Lida 148860 vezes)

interceptor

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #175 em: 15 de Setembro de 2015, 21:52 »
8mk é francamente pouco _pensador_ costumas controlar a pressão regularmente? É a indicada pelo fabricante?

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12447
  • Localidade: Évora
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #176 em: 15 de Setembro de 2015, 22:32 »
Espanta-me um pouco a J300 ter comido um Michelin CityGrip em cerca de 8.000kms, até porque é um modelo de pneumático que tenho para mim como um dos mais duráveis.  _pensador_

Como é que se apresenta o rasto do pneu com essa quilometragem...tens algumas fotos como no caso dos Maxxis?

CarlaLopes

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #177 em: 16 de Setembro de 2015, 00:58 »
Poderá ser do tipo de estrada. Quando tinha a Gts uns Pirelli Diablo também duraram à volta disso.

Offline Jorge Guimarães

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2014
  • Mensagens: 55
  • Localidade: Braga
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra NC 750 DCT
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #178 em: 16 de Setembro de 2015, 12:40 »
Boas malta
Pois têm toda a razão, 8000kms para um City Grip é pouco, mas vejam, o estado em que está... e a chuva está aí...

aqui: https://www.dropbox.com/s/bo4bkg6uyaln7kg/2015-09-16%2010.11.43.jpg?dl=0
aqui: https://www.dropbox.com/s/mncetjdnqd03y02/2015-09-16%2010.11.37.jpg?dl=0
aqui: https://www.dropbox.com/s/bzrsid9hqqkjkwe/2015-09-16%2010.11.31.jpg?dl=0
e aqui: https://www.dropbox.com/s/2n0vtnmt08vndb3/2015-09-16%2010.10.48.jpg?dl=0

Acho que isto relaciona-se mais com o "power" da máquina (Kawa J300 SE) _anjo_ que, de facto é mesmo poderoso, do que com outra qualquer variável... Eu chego-lhe quando preciso _pol_ mas normalmente ando dentro dos limites legais  _reg_... As verificações de pressão, é verdade que não as tenho feito com regularidade mas vou fazendo de vez em quando. A partir de agora vou passar a verificar a pressão todas as semanas pelo menos uma vez. As estradas que uso são de alcatrão mas irregulares nalguns kms dos 64 que faço diariamente, na cidade é que os pisos mistos de paralelo e alcatrão são os que mais uso. Por isso não sei que vos diga mais.. _pensador_
O pneu da frente ainda faria, talvez mais 500 ou 1000 kms mas com a época das chuvas que se avizinha não quero arriscar pois, como sabem, as traseiradas deslizantes a gente quase sempre consegue corrigir, (quando consegue... ;D) mas na frente, é malho pela certa  _martelada_, por isso a minha opção de o mudar já. _pol_
Cumprimentos e comentem.
Honda PCX (duas);
Kawasaki J300;
Honda Integra 750 DCT

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12447
  • Localidade: Évora
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #179 em: 16 de Setembro de 2015, 12:54 »
Com 8.000Kms e completamente lambido....em cerca de 2/3 do piso, está mesmo slick.

É estranho, sendo o modelo de pneu um dos mais duráveis. E até mesmo noutros modelos de scooter com peso e cilindradas idênticas, já li relatos de muito maior duração.  _pensador_

Gostava de saber o feedback de outros proprietários do modelo J300....bem sei que haverá pouquíssimos por cá, mas havendo outra indicação já daria para formar uma ideia bem melhor.

As DT 300 podem (e eu vinco....podem), ter alguma diferença para a J300 da Kawasaki e por essa razão o termo comparativo não ser tão igual como aquele que se conseguirá com outra J300.  _pensador_

Offline Duas Rodas

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2012
  • Mensagens: 719
  • Localidade: Estoril
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: X-Max 300
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #180 em: 16 de Setembro de 2015, 14:02 »
Boas tardes a todos,
é de facto estranho os pneus na J300 durarem tão pouco tempo. Confirmo o que diz o Sapiens21, os Citygrip duram muito, tenho uns com 22.000 kms rodados e ainda estão dentro do prazo.
Jorge, será que o teu trajeto inclui estradas ou vias rápidas com superfície "acimentada" (como por exemplo há na Via do infante ou na CREL e portanto mais abrasiva e desgastante para os pneus do que o alcatrão normal)?
Lamento ler estas situações pouco abonatórias (que resultaram na troca de unidade) para a J300 pois era um modelo de scooter que desde a FIL  eu andava a "namorar" no meu subconsciente.
Continuação de bons passeios.
Duas Rodas
Honda SW-T400 (09/2016) 27870 km>71380 km
Yamaha Xmax 300 (02/2021) 0km >

Offline Jorge Guimarães

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2014
  • Mensagens: 55
  • Localidade: Braga
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra NC 750 DCT
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #181 em: 16 de Setembro de 2015, 16:08 »
Olá Duas Rodas
Não há esse tipo de piso nos percursos que faço e desde que tenho a J 300 nunca fiz percursos com a abrasão de que falas, mesmo nas deslocações que esporadicamente faço à cidade do Porto, o trajecto não tem esse tipo de piso.
Que isto é estranho... é, mas nada de que eu já não me tivesse queixado à Multimoto e reportado... Esta tendência já se verificava na primeira unidade que tive quando cerca dos 4000 kms tive de mudar o Maxxis de trás e coloquei um City Grip que foi com ela, praticamente novo, mas vou ver agora  pois este aspecto, a confirmar-se na J300, deixa-me deveras a pensar... _pensador_
Vou mesmo ver... ???_
Cumps  scooter_
Honda PCX (duas);
Kawasaki J300;
Honda Integra 750 DCT

Offline Paulo Jorge Lopes

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Nov 2011
  • Mensagens: 1155
  • Localidade: Bobadela / Expo / Loures CPM nº 482 (2703)
  • Marca: SYM
  • Modelo: Maxsym 400i - Preta
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #182 em: 16 de Setembro de 2015, 16:16 »
 _convivio_ Olá

Companheiro tens que reportar isso, pois os pneus gastarem-se assim não é normal

eu tive uma Sym gts 300 que trazia pneus maxxis e só troquei aos 19000kms

e agora tenho uma Sym maxsym 400 com maxxis pro e troquei aos 22000kms
abraços
Paulo J. Lopes

SYM gts 300i evo se cbs -   0Kms 16 Set. 2011 e 22.850Kms 17 Mai. 2013
SYM Maxsym 400i -  6.190kms 17 Mai. 2013 até ? ?

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12447
  • Localidade: Évora
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #183 em: 16 de Setembro de 2015, 19:30 »
Estive pela segunda vez a olhar para as fotos do pneu traseiro e em conjugação com o que referes agora ser o teu tipo de percursos (normais e sem utilização de caminhos acidentados), faz-me confusão como pode ter chegado àquele ponto tendo apenas essa quilometragem...é que está completamente slick e provavelmente desde há uns bons Km, imagino.

Da duração dos anteriores Maxxis que tinha montados, então nem se fala....

Ora se não és pessoa para andar a queimar pneu ao estilo que se vê em vídeos Árabes, tens uma condução perfeitamente normal, a maxi faz uso de um binário equivalente a tantas outras para a cilindrada, não serás pessoa para carregar a maxi de forma desmedida e calculo que tenhas sempre a pressão correcta....como é que raio se vão dois pneus assim tão depressa?   _pensador_  _pensador_

Offline Jorge Guimarães

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2014
  • Mensagens: 55
  • Localidade: Braga
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra NC 750 DCT
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #184 em: 16 de Setembro de 2015, 23:14 »
Boas a todos
Pois é, apesar de tudo acho a Kawasaki J 300 SE que possuo uma excelente máquina, após o episódio da primeira unidade que tive, desta que possuo e que me foi entregue em Novembro de 2014 com "zero" Kms, para já nada tenho a dizer tirando esta questão dos pneus... :-[ Os relatos que faço dos pneus lambidos pela J 300 até se encontram aqui registados no fórum e foi assunto que eu tive oportunidade de falar com um dos engenheiros responsáveis da Multimoto, pois como já referi num dos postes atrás, esse sintoma manifestou-se na primeira unidade, mas sempre fui pensando que houvesse alguma quota parte de responsabilidade minha... :-? mas ao fim deste tempo todo essa hipótese começo a descartá-la... _pol_
Todavia vou, a partir da instalação dos novos pneus amanhã, fazer um registo diário dos percursos efectuados (tipo de pisos), quilómetros feitos, como tenho para os consumos cuja média anda nos 4,0 litros/100km e enviar, ao fim de algum tempo que considere razoável, até pode ser a partir da primeira manifestação de desgaste anormal (caso ocorra) dos pneus, esse reportório detalhado para a Kawasaki/Holanda com cópia à Multimoto e onde farei referência com os dados que possuo aos anteriores Maxxis e a este Michelin City Grip que vou fotografar em detalhe amanhã quando o desmontarem da moto. _Zang_
Mais, não sei que possa fazer _pensador_ , a não ser apesar do meu gosto pela Kawasaki "empandeirar" a J 300  :-X e comprar outra unidade de outra marca... (o que nos tempos que correm não é nada aconselhável €€€€) a ver vamos como isto corre :-? :blank:

Cumprimentos.
Honda PCX (duas);
Kawasaki J300;
Honda Integra 750 DCT

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12447
  • Localidade: Évora
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #185 em: 16 de Setembro de 2015, 23:31 »
Trocar a Kawa por causa dos pneus, não.
Não faças isso...ainda por cima nota-se que gostas muito dela.  _pol_

Faz então esse registo agora com o novo pneu colocado e se achares que deves reportar aquilo que vai para lá da normalidade (e basta ser igual a estes dois casos), informa a Kawasaki na Holanda.

Mas de facto gostava mesmo de saber relatos de outros proprietários do modelo...é pena haver tão poucas.  :-\

Offline Jorge Guimarães

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2014
  • Mensagens: 55
  • Localidade: Braga
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra NC 750 DCT
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #186 em: 16 de Setembro de 2015, 23:45 »
Pois é pessoal, pelos vistos não sou o único a queixar-me dos pneus, há um trabalho de pesquisa que vou começar a fazer...
Há um fórum da J300 : http://www.j300forum.com/forum/kawasaki-j300-general-discussion-forum/1594-servicing-tyre-wear.html
e assim que aí entrei deparei-me com esta queixa:

«Just had my 14 month old J330 serviced at Kawa Dealer in Cornwall. Done just over 2100 miles. £140 quid!!!! AND my rear tyre is in need of replacement.
I think the service is unnecessarily steep, and to need a new rear at just over 2000 miles is worrying (yes I DO check tyre pressures regularly). I can remember spinning the rear wheel twice at most. Surprised doesn't cover it.»

Note-se que uma milha terrestre inglesa corresponde a +- a 1,5kms e este companheiro de seu nome Martin Potter aos 3150kms rodados queixa-se de precisar mudar o pneu de trás...
Tudo se configura para que façamos uma reclamação maciça à  Kawasaki sobre este problema..
Vou-me dedicar a procurar mais sobre isto e disso deixarei notícia por aqui.
Oh Sapiens21, de facto ficaria muito triste se tiver que me desfazer dela, mas pensando bem, não é mais do que uma máquina como "tantas outras"...
Cumprimentos
Honda PCX (duas);
Kawasaki J300;
Honda Integra 750 DCT

RCEu

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #187 em: 16 de Setembro de 2015, 23:46 »
Não faz muito sentido. Na Xciting 500 que tive os City Grip  já iam com 15000 +/_ e não apresentavam este desgaste . E quem me conhece sabe que sou pesado.  A ideia da foto é que este pneu faz muita estrada a direito.  Parece "quadrado". Estranho mesmo.

Enviado do meu SM-G920F através de Tapatalk


RCEu

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #188 em: 16 de Setembro de 2015, 23:51 »
Notem bem que o comentário/pergunta que vou fazer é na qualidade de um user que poucos conhecimentos tem na matéria, mas... Será possível que os pneus fornecidos estejam no limite da validade? Ou antes a data de fabrico já ser longa e isso fazer com que o desgaste seja mais rápido?  Se é que exista alguma relação entre as duas datas.

Enviado do meu SM-G920F através de Tapatalk
« Última modificação: 17 de Setembro de 2015, 11:01 por Élio »

Offline rumabrica

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Abr 2014
  • Mensagens: 300
  • Localidade: Oliveira de Azeméis
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #189 em: 17 de Setembro de 2015, 01:02 »
Boas;

Uma opinião tola! _corado_


Será que a J300 tem um problema de suspensão de origem que faça com que o pneu na estrada vá em micro-saltos? _pensador_

Offline cross

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2014
  • Mensagens: 683
  • Localidade: Montijo
  • When the going gets tough, the tough get going...
  • Marca: Honda
  • Modelo: Crossrunner(VFR800X)
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #190 em: 17 de Setembro de 2015, 01:12 »
A razão mais comum para o desgaste prematuro de um pneu é a pressão incorrecta para o peso que carrega.
Basta ter a pressão mais baixa que o pneu aquece muito mais rapidamente e a mais altas temperaturas e então o desgaste pode e aumenta exponencialmente, ou seja num aumento de 5 graus pode desgastar 25 vezes mais como exemplo.

Desgaste localizado como pneu quadrado também é sinal do mesmo quando a utilização é mais de tipo autoestrada, ou seja menos curvas e velocidades mais elevadas em que o pneus rodas com temperaturas mais elevadas que altera as características de durabilidade ou resistência da borracha... é isso que queremos maior aderência nessas condições!

Defeito na construção do pneu também pode ser um caso válido e não pode ser encarado de raro. A borracha antes da vulcanização que lhe dá as propriedades finais tem tempos de vida e condições de armazenamento que às vezes não são respeitados, basta uma troca de turno..., isto explica porque por vezes os mesmos pneus tem duração diferentes.
Depois de vulcanizar também tem datas de expiração mas muito mais alargadas. Até 1 ano em geral na maioria das borrachas não há problema.
Devemos sempre verificar a data de fabrico dos pneus que vem inscrito nos mesmos. As vezes são mais baratos por alguma razão!

São considerados como material de desgaste e por isso em geral é difícil identificar um defeito a não ser óbvio de deformação por exemplo e ser aceite dentro da garantia.

Existem companheiros que além da pressão também vão medindo a temperatura....

As vezes é mesmo azar na unidade que adquirimos, mas temos de ter paciência! Podem desgastar mais rápido mas desde que se portem bem e cumpram e não nos deixem mal, é como diz o outro, podia ser pior, e melhor sorte para o próximo!

Boas curvas

Sent from my Nexus 5 using Tapatalk


Offline Jorge Guimarães

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2014
  • Mensagens: 55
  • Localidade: Braga
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra NC 750 DCT
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #191 em: 17 de Setembro de 2015, 13:31 »
Boas a todos
Já tenho a minha J 300 equipada com os pneus novos aos 11768 kms: https://www.dropbox.com/s/d5tyfyaj64noxo2/2015-09-17%2011.49.46.jpg?dl=0

Michelin City Grip atrás : https://www.dropbox.com/s/ewqgo9n9v2j8z9w/2015-09-17%2010.52.36.jpg?dl=0

Bridgestone HO3 à frente: https://www.dropbox.com/s/sv24t2bqenqr7sp/2015-09-17%2010.52.06.jpg?dl=0

Pneus estes que substituiram:

Maxxis i Pro à frente e que fizeram 11768 Kms e que estavam neste estado, fariam talvez mais 500/1000? kms, com a chuva seria arriscado: https://www.dropbox.com/s/dykppi598sn9nu9/2015-09-17%2011.03.53.jpg?dl=0
Michelin City Grip que fizeram 8370 Kms e que estavam assim: https://www.dropbox.com/s/69q6nozeug5e4yc/2015-09-17%2009.57.48.jpg?dl=0

Falando com a malta da oficina, consideram que tendo em conta as características da J300, particularmente o seu peso e power no arranque, os traçados que eu maioritariamente faço no trajecto casa-trabalho-casa que +- conhecem, a velocidade média a que circulo 80/100, o City Grip ter feito estes quilómetros até nem está nada  mal, na opinião deles!!! Quando lhes disse e os que fazem 15, 18 ou até 20000 Kms?! Como é? Sou eu que sou um comedor de pneus?! Manifestaram algumas dúvidas e perplexidades face a esses valores apesar de reconhecerem que o City Grip é pneu para fazer em excelentes condições 10 a 12000 kms embora os 15000 achem já um pouco exagerado ou então feito por alguém que tem uma condução muito suave e que não passa mesmo dos 80 kms!!!!! Acabaram por afinar pela mesma linha de explicação que o companheiro Cross aqui explanou.
Tive oportunidade de trocar impressões com o técnico da Kymco que por acaso lá passou e disse-me que na opinião dele isto só pode ter acontecido devido à pressão dos pneus que deve ter sido baixa  _Rolley_ e recomendou-me os bridgestone para trás e frente.
Enfim, de agora em diante vou controlar isto...
Cumprimentos
Honda PCX (duas);
Kawasaki J300;
Honda Integra 750 DCT

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12447
  • Localidade: Évora
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #192 em: 17 de Setembro de 2015, 13:37 »
As respostas que te deram na oficina foram, com o devido respeito na expressão que vou proferir: "Chutar para canto..."  _Rolley_

Quem faz 15.000Kms com um CityGrip não passa dos 80Km/h??  _lol_ _lol_  (Tive de me rir um bocado)  ;D

Nunes

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #193 em: 17 de Setembro de 2015, 13:42 »
Não é muito comparável por ser 125, mas os meus City grip já fizeram 10 mil e estão como novos.

RCEu

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #194 em: 17 de Setembro de 2015, 14:52 »
Boas a todos
Já tenho a minha J 300 equipada com os pneus novos aos 11768 kms: https://www.dropbox.com/s/d5tyfyaj64noxo2/2015-09-17%2011.49.46.jpg?dl=0

Michelin City Grip atrás : https://www.dropbox.com/s/ewqgo9n9v2j8z9w/2015-09-17%2010.52.36.jpg?dl=0

Bridgestone HO3 à frente: https://www.dropbox.com/s/sv24t2bqenqr7sp/2015-09-17%2010.52.06.jpg?dl=0

Pneus estes que substituiram:

Maxxis i Pro à frente e que fizeram 11768 Kms e que estavam neste estado, fariam talvez mais 500/1000? kms, com a chuva seria arriscado: https://www.dropbox.com/s/dykppi598sn9nu9/2015-09-17%2011.03.53.jpg?dl=0
Michelin City Grip que fizeram 8370 Kms e que estavam assim: https://www.dropbox.com/s/69q6nozeug5e4yc/2015-09-17%2009.57.48.jpg?dl=0

Falando com a malta da oficina, consideram que tendo em conta as características da J300, particularmente o seu peso e power no arranque, os traçados que eu maioritariamente faço no trajecto casa-trabalho-casa que +- conhecem, a velocidade média a que circulo 80/100, o City Grip ter feito estes quilómetros até nem está nada  mal, na opinião deles!!! Quando lhes disse e os que fazem 15, 18 ou até 20000 Kms?! Como é? Sou eu que sou um comedor de pneus?! Manifestaram algumas dúvidas e perplexidades face a esses valores apesar de reconhecerem que o City Grip é pneu para fazer em excelentes condições 10 a 12000 kms embora os 15000 achem já um pouco exagerado ou então feito por alguém que tem uma condução muito suave e que não passa mesmo dos 80 kms!!!!! Acabaram por afinar pela mesma linha de explicação que o companheiro Cross aqui explanou.
Tive oportunidade de trocar impressões com o técnico da Kymco que por acaso lá passou e disse-me que na opinião dele isto só pode ter acontecido devido à pressão dos pneus que deve ter sido baixa  _Rolley_ e recomendou-me os bridgestone para trás e frente.
Enfim, de agora em diante vou controlar isto...
Cumprimentos
As respostas que te deram na oficina foram, com o devido respeito na expressão que vou proferir: "Chutar para canto..."  _Rolley_

Quem faz 15.000Kms com um CityGrip não passa dos 80Km/h??  _lol_ _lol_  (Tive de me rir um bocado)  ;D
Boas a todos
Já tenho a minha J 300 equipada com os pneus novos aos 11768 kms: https://www.dropbox.com/s/d5tyfyaj64noxo2/2015-09-17%2011.49.46.jpg?dl=0

Michelin City Grip atrás : https://www.dropbox.com/s/ewqgo9n9v2j8z9w/2015-09-17%2010.52.36.jpg?dl=0

Bridgestone HO3 à frente: https://www.dropbox.com/s/sv24t2bqenqr7sp/2015-09-17%2010.52.06.jpg?dl=0

Pneus estes que substituiram:

Maxxis i Pro à frente e que fizeram 11768 Kms e que estavam neste estado, fariam talvez mais 500/1000? kms, com a chuva seria arriscado: https://www.dropbox.com/s/dykppi598sn9nu9/2015-09-17%2011.03.53.jpg?dl=0
Michelin City Grip que fizeram 8370 Kms e que estavam assim: https://www.dropbox.com/s/69q6nozeug5e4yc/2015-09-17%2009.57.48.jpg?dl=0

Falando com a malta da oficina, consideram que tendo em conta as características da J300, particularmente o seu peso e power no arranque, os traçados que eu maioritariamente faço no trajecto casa-trabalho-casa que +- conhecem, a velocidade média a que circulo 80/100, o City Grip ter feito estes quilómetros até nem está nada  mal, na opinião deles!!! Quando lhes disse e os que fazem 15, 18 ou até 20000 Kms?! Como é? Sou eu que sou um comedor de pneus?! Manifestaram algumas dúvidas e perplexidades face a esses valores apesar de reconhecerem que o City Grip é pneu para fazer em excelentes condições 10 a 12000 kms embora os 15000 achem já um pouco exagerado ou então feito por alguém que tem uma condução muito suave e que não passa mesmo dos 80 kms!!!!! Acabaram por afinar pela mesma linha de explicação que o companheiro Cross aqui explanou.
Tive oportunidade de trocar impressões com o técnico da Kymco que por acaso lá passou e disse-me que na opinião dele isto só pode ter acontecido devido à pressão dos pneus que deve ter sido baixa  _Rolley_ e recomendou-me os bridgestone para trás e frente.
Enfim, de agora em diante vou controlar isto...
Cumprimentos

Companheiro:

O sapiens21 já disse praticamente tudo.

Mas por favor diga lá a esses senhores dos pneus que eu, como já relatei mais acima, fiz +/- 15000 numa Kymco Xciting 500i R ABS que pesa em seco 220. Mais os meus 145 Kg, porque não sou leve, e ainda os respectivos acessórios.
Do que li a J300 pesa, carregada 191 Kg e tem uma potência de 28 Cv. contra os 37 Cv. da Kymco.

Alguma coisa eles não sabem ou não querem dizer.
Continuo a achar estranho. De qualquer maneira ficam aqui as fontes que atestam o que acabei de descrever.

http://www.arpem.com/motos/modelos/kawasaki/modelos-14/j300.html
http://www.arpem.com/motos/modelos/kymco/modelos-05/kymco-xciting-500.html


Offline Jorge Guimarães

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2014
  • Mensagens: 55
  • Localidade: Braga
  • Marca: Honda
  • Modelo: Integra NC 750 DCT
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #195 em: 21 de Setembro de 2015, 00:38 »
Boas, companheiros
Sem ter a veleidade de colocar em causa, duvidar ou formular qualquer tipo de juízo sobre o que os companheiros experimentaram sobre pneus, a realidade é que como o companheiro Cross, bem referiu: «As vezes é mesmo azar na unidade que adquirimos, mas temos de ter paciência! Podem desgastar mais rápido mas desde que se portem bem e cumpram e não nos deixem mal, é como diz o outro, podia ser pior, e melhor sorte para o próximo!» e é isto mesmo que eu quero apurar no que diz respeito à minha J300 e o desgaste de pneus que anda a fazer  _Zang_. O à vontade e a confiança que tenho com a malta da oficina que me assiste a Kawasaki J 300, já é de tal monta que, olhos nos olhos, lhes disse o que os companheiros Sapiens21 e Élio referiram, chutaram para canto  _Rolley_ com algumas afirmações que fizeram, porém também tiveram a humildade de me dizer que nós os condutores de duas rodas, sabemos mais de pneus do que eles porque somos nós que andamos com elas e não eles que, grande parte do que sabem sobre a durabilidade dos pneus, tirando as questões técnicas de cada fabricante, sabem-no em função do feedback que lhes damos. Qualquer um de nós dá isto como razoável e verdadeiro, não será assim? _pensador_
A mim não me interessa lavrar aqui qualquer controvérsia com quem quer que seja,  _martelada_ o que quero é a vossa ajuda, experiência e saber para eu conseguir apurar se de facto algo está mal com a J 300 no que diz respeito aos pneus para que eu possa reportar a quem de direito. De molde a que futuros utilizadores, e eu também, não tenhamos que andar a pagar por algo que não está bem ou tem defeito e que urge corrigir. _mau_ É isto que quero e mais nada. Penso que com a experiência que tive com a Kawasaki estou a lidar com gente séria e que quer oferecer excelência no seu produto e por isso aceitam com agrado todos os reparos que lhes forem feitos como o fizeram com  unidade que me trocaram. Compete-me agora juntar elementos consistentes para lhes apresentar reclamação do desgaste dos pneus. É o que estou a fazer. _pol_
A todos vós, companheiros o meu muito obrigado pelas achegas que me deram, me dão e com certeza me darão no futuro, pois quero andar por aqui durante muito tempo. _convivio_ _pt_
Honda PCX (duas);
Kawasaki J300;
Honda Integra 750 DCT

RCEu

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #196 em: 21 de Setembro de 2015, 13:18 »

A mim não me interessa lavrar aqui qualquer controvérsia com quem quer que seja,

Boas companheiro:

Acredita que também não quero entrar em controvérsias. Apenas tentei relatar da melhor maneira possível a experiência que tive com os pneus e se fizer uma pesquisa verifica que fui das primeiras pessoas a falar nestes pneus.
Toda a gente falava noutras marcas e na ocasião em que tinha a X-Max, a necessitar de um pneu, falaram, na oficina, nos City Grip. Como eram Michelin... bora lá.
Existe quem não goste. Eu gosto, bastante. Nunca me deixaram ficar mal.
Apenas comentei porque podia ser do peso... não era porque a Xciting pesa mais.
Da potência também não porque a XCiting tem mais potência.
Apenas vejo defeito ou datas de fabrico e expirar.
Espero ter ajudado.
« Última modificação: 21 de Setembro de 2015, 13:19 por Élio »

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12447
  • Localidade: Évora
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #197 em: 21 de Setembro de 2015, 13:32 »
Existe aqui um factor que pode logo à partida deitar por terra a remota possibilidade de se tratar de um pneu colocado, que por acaso estivesse para lá do seu tempo de vida útil/validade.

É que se bem sei, os novos Michelin CityGrip terão aparecido efectivamente no mercado no máximo há uns 5 anos (VER AQUI

Como tal e ainda que cada pneu seja um pneu, acrescendo a isso que cada um possui características próprias.....é de realçar aquilo que de forma genérica é mencionado pela própria Michelin: "Trocar os pneus com mais de dez anos desde a data de fabrico, embora pareçam estar em bom estado e não tenham atingido o limite legal de desgaste".  http://www.michelin.pt/pneus-turismo/conselhos/guia-de-manutencao/dez-conselhos-de-manutencao

Se foi da armazenagem, de uma pressão incorrecta (que já foi dito que não e havia esse cuidado), do tipo de piso ou mesmo de alguma concepção específica da Kawasaki J300, é algo que está por explicar!

Uma coisa no entanto eu acho que não bate certo....é o facto de ser o 3º pneu colocado por desgaste acentuado dos dois primeiros e, na minha perspectiva, num curtíssimo número de Kms realizados.

-----------------------------------------------------------------------

EDIT: Aproveito para perguntar qual a data de fabrico do Michelin montado e mesmo do anterior Maxxis, se ainda conseguires saber (encontra-se na lateral do pneu com este formato que abaixo indico).

« Última modificação: 21 de Setembro de 2015, 13:36 por Sapiens21 »

Offline pedroareias

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 965
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tracer 900 GT (2019)
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #198 em: 21 de Setembro de 2015, 13:46 »
Só uma achega:

Às vezes podemos estar a discutir pneus diferentes.

Quer-me parecer que a composição e (ligeiramente) o piso do mesmo modelo e referência mudam ao longo do tempo.

Reparei no carro anterior (teve Michelin Energy Saver durante 7 anos e 170000 km) onde fui notando diferenças quando trocava de pneus.

Reparei na moto, o novo Bridgestone BT023 que tenho atrás não é igual, até a cor é mais acastanhada (!). Podem chamar-me maluco mas eu reparo nesses pormenores.

Também já li que os fabricantes de veículos compram pneus que, apesar de terem a mesma referência, duram menos do que os que compramos na loja.

É tipo "segunda linha". Quando tiver tempo ponho aqui um link para não me chamarem mentiroso.
« Última modificação: 21 de Setembro de 2015, 13:46 por pedroareias »

TMaxer

  • Visitante
Re: Kawasaki J300 (2014).
« Responder #199 em: 21 de Setembro de 2015, 14:00 »
Isaac,


O envelhecimento dificilmente será um factor que provoque o desgaste prematuro daquela forma.  _pensador_


O envelhecimento poderia provocar o "lascamento", abertura de rachas e diminuição da aderência.


Erradamente, muita gente gere apenas o uso do pneu pela profundidade dos sulcos, mas o uso diário, com os constantes ciclos de aquecimento e exposição ao meio ambiente degradam os pneus, perdendo a borracha grande parte das características de flexibilidade e elasticidade. Em liguagem comum, ficam "rijos"... e geralmente nessa fase da vida dos pneus eles continuam a rolar, mas deixam de se gastar (e agarrar) tanto como quando eram novos.