Autor Tópico: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?  (Lida 4378 vezes)

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« em: 01 de Março de 2021, 22:30 »

Em 25 de fevereiro de 2021, a Comissão dos Transportes e do Turismo (TRAN) do Parlamento Europeu solicitou à Comissão Europeia que incluísse os motociclos na obrigação de efetuar uma inspeção técnica periódica.  Para motas pequenas - menos de 125 cc - e ciclomotores, o Comitê solicita uma avaliação primeiro para investigar os fatores de custo-benefício.  Por meio deste relatório de iniciativa, o Parlamento Europeu solicita à Comissão Europeia que apresente uma proposta legislativa.[/size][/color][/size] A maioria dos países europeus já tem uma inspeção técnica periódica obrigatória (PTI) para motas, alguns vão introduzi-la em 2022 e três países (Finlândia, Irlanda e Holanda) não pretendem introduzir o PTI.  Alguns outros países também têm um PTI obrigatório para ciclomotores.  O PTI para todos os veículos motorizados é regulamentado pela Diretiva 2014/45 / UE.  Antes desta diretriz, os fornecedores de inspeções técnicas, a indústria e as organizações de segurança no trânsito iniciaram um forte lobby para incluir motas.[/color][/size][/color][/size] Por outro lado, a FEMA e algumas de suas organizações membros começaram a fazer lobby contra tal inclusão.  Graças ao nosso lobby, e ao de alguns Estados-Membros, as motocicletas com uma cilindrada superior a 125 cc foram excluídas até 1 de janeiro de 2022. Os Estados-Membros que tomaram medidas alternativas para melhorar a segurança rodoviária das motas antes de 20 de maio de 2017, poderiam evitar a obrigação de introduzir o PTI  para motas> 125 cc.  A Irlanda, a Finlândia e os Países Baixos fizeram uso desta possibilidade.  Bélgica, Chipre, Dinamarca, França, Malta e Portugal não implementaram e devem implementar o PTI para motas maiores a partir de 1º de janeiro de 2022.[/color][/size][/color][/size] Também fazia parte da diretiva que a Comissão Europeia deveria redigir uma avaliação antes de maio de 2019. Esse relatório, escrito por um consórcio de institutos e empresas de inspeção técnica como a DEKRA (uma empresa europeia de inspeção de veículos!), Foi publicado no início de 2019. Foi um  péssimo relatório, que extrapolava os resultados com PTI de ciclomotores em alguns distritos espanhóis para todos os veículos de duas e três rodas motorizados em toda a Europa.  No que se refere aos interesses de quase todos os consorciados no PTI, não foi surpresa que se concluísse que o PTI deveria ser mandatado para todas as motocicletas e ciclomotores.[/color][/size][/color][/size] Alguém poderia pensar que isso encerrou a história, mas foi diferente.  No final de 2020, a comissão de transportes anunciou que iria avaliar o pacote técnico, do qual o PTI faz parte, e nomeou um relator, Benoît Lutgen, para elaborar um relatório.  Imediatamente, os defensores do PTI, compostos por organizações de segurança no trânsito e empresas de inspeção técnica, reiniciaram seu lobby.  O resultado foi que em janeiro de 2021, quando o relatório de Lutgen foi apresentado na comissão de transportes, muitos membros da comissão declararam que se preocupavam com a segurança rodoviária dos usuários de todos os veículos motorizados de duas e três rodas e que por esta razão  eles queriam inspeções técnicas obrigatórias para todos os veículos motorizados de duas e três rodas, incluindo ciclomotores.  A FEMA e vários de nossos membros imediatamente iniciaram um contra-lobby para evitar isso.  A pedido dos nossos membros nórdicos, o lobby centrou-se nos ciclomotores, porque para esta categoria a obrigatoriedade de uma inspecção técnica periódica seria o maior problema.[/color][/size] ‘A FEMA pediu aos membros do Parlamento Europeu que não decidissem com base em suposições, mas com base nos fatos’[/color][/size] Quais são as consequências se a Comissão Europeia transformar os desejos do Parlamento Europeu em legislação?  Dependendo de onde você mora, existem quatro cenários diferentes:[/color][/size][/color][/size]     Para os países que já possuem PTI para motas e ciclomotores, nada mudará.  Esses países são Croácia, Lituânia, Espanha, Itália e Áustria.[/color][/size]     Os países onde ainda não há PTI para ciclomotores e motas leves (<= 125cc) (a maioria dos países europeus), mas há PTI para motocicletas com deslocamento superior a 125cc, estenderão o PTI para ciclomotores e motas leves.[/color][/size]     Quando um país não tiver nenhum PTI para veículos motorizados de duas e três rodas, o PTI será introduzido para ciclomotores e motas leves e, certamente, para motas maiores.[/color][/size]     Finalmente, os países que não planejaram implementar o PTI para motas (Irlanda, Finlândia e Holanda) terão o PTI para todos os veículos motorizados de duas e três rodas em um estágio posterior.[/color][/size][/color][/size] Nas semanas seguintes à reunião da comissão dos transportes em janeiro de 2021, enviamos cartas a todos os membros da comissão dos transportes, tal como os nossos colegas da FIM Europa, e tivemos muitas reuniões com o relator, relatores-sombra e outros deputados (deputados do Parlamento Europeu  )  Nossas organizações membros SMC, SMOTO, MCTC e FFMC também tentaram alcançar os MEPs de seus países.  Logo ficou claro que o PTI obrigatório para motas maiores (> 125 cc) não poderia ser interrompido, apesar de nossos apelos aos deputados para que não decidissem com base em suposições e um relatório muito ruim, mas nos fatos que mostram que os acidentes com motocicletas são causados ​​por  defeitos técnicos em menos de 1%, defeitos que muitas vezes mal são cobertos pelo PTI.[/color][/size][/color][/size] Em 25 de fevereiro de 2021, o comitê de transporte adotou uma emenda de compromisso em que pede à Comissão Europeia o PTI obrigatório de todos os veículos de duas rodas motorizados com um deslocamento de mais de 125 cc sem quaisquer condições, a possível introdução do PTI para motas leves e ciclomotores após  uma avaliação das estatísticas de carga, custos e acidentes e também disponibilizar locais de teste para proprietários de motas que moram em áreas remotas.  A comissão de transportes pede também a introdução de uma percentagem mínima de 5% de inspecções na estrada e, por último, um calendário de verificação adicional para motociclos que são utilizados para entregas e para transporte de mercadorias e pessoas.  Embora não estejamos felizes com o resultado, pelo menos nosso lobby para dar alguma consideração aos ciclistas, especialmente aqueles que vivem em áreas remotas, teve sucesso.[/color][/size]https://www.femamotorcycling.eu/ep-technical-inspections/
[/color][/size][/color][/size] [/color]
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 5338
  • Localidade: sintra
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #1 em: 03 de Março de 2021, 12:56 »
É caso para dizer "OUTRA VEZ ARROZ?" KKK
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #2 em: 03 de Março de 2021, 15:32 »
Acho que desta é mesmo. Em 2022 não devemos escapar, falta saber qual a cilindrada mínima
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline Rufido

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Nov 2013
  • Mensagens: 1801
  • Localidade: Oeiras
  • Respeito, muito respeito pelos outros e pela máqª
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV650A
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #3 em: 03 de Março de 2021, 16:09 »
Acho que desta é mesmo. Em 2022 não devemos escapar, falta saber qual a cilindrada mínima

Também me parece
Rui

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #4 em: 03 de Março de 2021, 16:47 »
Moral da história: já não é altura de investir em tuning
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline Zeg

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Mai 2020
  • Mensagens: 38
  • Localidade: Mem Martins
  • Marca: Honda
  • Modelo: SW T400 A
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #5 em: 03 de Março de 2021, 20:58 »

Bolas... mais uma treta para encher a carteira dos mesmos... _Zang_

Será que a periodicidade vai ser como os carros?  _policia_

Podia ser de 5 em 5 anos...  _Rolley_
ZEG

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 4372
  • Localidade: sintra-cascais
  • Mebro nº 5131
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #6 em: 04 de Março de 2021, 07:41 »
Posso ser mal interpretado mas sou a favor
Tendo em conta os abusos que se vêem, os atentados a falta de segurança, a falta de cuidado...só é pena que vão aparecer os subornos tal como nos carros.
Mas deviam ser todas,até as 50cc.
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

Offline Paulo Renato Ferreira

  • Provedor
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jan 2012
  • Mensagens: 2001
  • Localidade: Vila Franca do Rosário
  • "Não há duas, sem três..."
  • Marca: Apeado
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #7 em: 04 de Março de 2021, 07:57 »
Posso ser mal interpretado mas sou a favor
Tendo em conta os abusos que se vêem, os atentados a falta de segurança, a falta de cuidado...só é pena que vão aparecer os subornos tal como nos carros.
Mas deviam ser todas,até as 50cc.

Concordo 100%, tudo o que circula na estrada deve ser sujeito a inspecção (carros, motas, bicicletas, trotinetes, carroças) mas com rigor e sem facilitismos aos amigos ou (€€).
Não tenho qualquer problema em levar a minha X10 à inspecção.
Agora os preços deviam ser proporcionais ao tipo de viatura a ser inspeccionada para uma maior equidade.

Offline jfreitas

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2014
  • Mensagens: 501
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: Tl 508
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #8 em: 04 de Março de 2021, 16:08 »
se é para melhor concordo.

Offline Mercurio

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2013
  • Mensagens: 871
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #9 em: 04 de Março de 2021, 16:47 »
se é para melhor concordo.
+1

Espero apenas que modificações estéticas que não interfiram na segurança e viabilidade rodoviária da viatura sejam legais.
Há muito negócio que vive da personalização e desemprego já há de sobra.
Quanto a escapes  obscenamente altos, falta de luzes e afins, parece-me bem.

A titulo de curiosidade, saíram do meu trabalho muitos opacímetros novos calibrados para novas normas  rodoviárias.
São ligados em rede à ficha de inspecção digital do carro portanto quem faz a inspecção não pode inventar valores.
A única forma de contornar o sistema seria ter um carro ao lado onde fazer o teste.

Vamos ver no que isto dá...

« Última modificação: 04 de Março de 2021, 16:49 por Mercurio »

Offline antoniopat

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Fev 2014
  • Mensagens: 1148
  • Localidade: Sobral de Monte Agraço
  • Membro nr6120
  • Marca: Vespa
  • Modelo: 125 Sprint YM 1968
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #10 em: 04 de Março de 2021, 20:41 »
Tambem sou a favor de inspeções nas motos, mas, só quando a dos automoveis fôr bem feita. O caso dos filtros de particulas é tão ridiculo que só em Portugal é que isto pode acontecer, não esquecer que afeta toda a gente principalmente nós motards que levamos com o fumo diretamente na venta  _martelada_

É uma questão de saúde pública e ninguém faz nada  _Rolley_
Scooters: Ex Piaggio X7 125/Ex Gilera Nexus 500/Ex Honda Integra 700/Ex Honda FJS600 SilverWing/Ex Kymco Xciting 400i
Motos: Ex Yamaha XJ600 Diversion/Ex Ducati Multistrada 1200S/

Offline EML

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2018
  • Mensagens: 359
  • Localidade: Porto
  • Marca: Sym
  • Modelo: Symphony 125 ST
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #11 em: 05 de Março de 2021, 15:47 »
Tambem sou a favor de inspeções nas motos, mas, só quando a dos automoveis fôr bem feita. O caso dos filtros de particulas é tão ridiculo que só em Portugal é que isto pode acontecer, não esquecer que afeta toda a gente principalmente nós motards que levamos com o fumo diretamente na venta  _martelada_

É uma questão de saúde pública e ninguém faz nada  _Rolley_

Eu vejo carros que são modificados para fazerem uma nuvem negra quando aceleram e a polícia olha para o lado. Não sei como passam na inspeção se esta for minimamente correta!
Sym Symphony 125 ST (8/2018) - 2,65 l/100 km (21771 Km - 04/2024)

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: inspeções obrigatórias, outra vez.. será agora?
« Responder #12 em: 21 de Março de 2021, 17:14 »
Inspeções para todos os veículos, incluindo os ciclomotores

Na Alemanha, as motos devem a cada dois anos ser inspecionadas e receber um distintivo na placa de matrícula. Até agora, isso  aplica-se a todos motociclos com cilindrada acima dos 50 cm3, para motos que atingem mais de 45 km/h, e também à maioria das trikes (3 rodas) e quadriciclos. Cada país da UE regulamentou até agora quais os veículos de duas rodas que têm regularmente de fazer a Inspeção, os prazos para inspeção não são iguais em todos os países e alguns só o fazem  a partir de um certo limite de cilindrada.

O Parlamento Europeu quer mudar isso. As inspeções técnicas regulares para todas as motos e ciclomotores em cada Estado-Membro estão na lista de desejos, independentemente da capacidade do motor. No passado dia  25 de fevereiro de 2021, a Comissão dos Transportes e Turismo (TRAN) convocou a Comissão Europeia a apresentar uma proposta legislativa para uma inspeção técnica periódica obrigatória (PTI). O que acontecerá a seguir é explicado pela Federação das Associações Europeias de Motociclistas (FEMA):

    “Em primeiro lugar, o relatório de implementação deve ser ratificado na sessão plenária do Parlamento Europeu”.

    “Depois disso, o que a Comissão Europeia fará com este relatório importará. A Comissão Europeia deve elaborar uma diretiva, que levará algum tempo”.

    “Esta nova diretiva deve ser discutida no Parlamento Europeu e no Conselho. Isso levará algum tempo, por isso não esperamos mudanças nos próximos anos”.

Em vários Estados-Membros da UE onde as 125 ainda podem ser conduzidas sem as obrigatórias inspeções, os prazos para esta mudança aperta, o que não dizer do nosso País em que se tem sucessivamente protelado esta obrigatoriedade!

De qualquer forma as coisas avançam lá fora e já foi dado um prazo para o novo regulamento, o dia 1 de janeiro de 2022, a partir do qual todas as motos a partir de 125 cm3  devem ser regularmente inspecionadas para inspeção técnica.

https://motomais.motosport.com.pt/noticias/parlamento-europeu-quer-inspecoes-tambem-para-ciclomotores/
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"