Autor Tópico: Estacionamento de motas  (Lida 687 vezes)

Offline Vítor Costa

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Set 2021
  • Mensagens: 5
  • Localidade: Loures
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300
Estacionamento de motas
« em: 05 de Setembro de 2021, 22:08 »
Olá a todo(a)s. Estive uns tempos sem mota e agora que voltei a comprar uma, deparei-me com uma situação, no mínimo, revoltante. Refiro-me à perseguição da Emel ao estacionamento de motas. Foram criados novos estacionamentos de motas na cidade Lisboa, poucos, muito poucos para a necessidade, de quem quer ter as motas todas arrumadinhas num sítio. Acontece que, os colegas que andam de mota e que trabalham para a Uber, Globo e outras plataformas, fruto do seu trabalho, ocupam, só eles, os estacionamentos inteiros. O que não deixa outra opção do que arriscar estacionar no passeio, " à moda antiga", correndo o risco de nos bloquearem a mota. Ou seja, estão a transformar as motas como inimigas das cidades. Para quem queria ter este excesso de zelo, esqueceu-se das trotinetas. Estas, são espalhadas pelo chão e até pelas estradas, sem que nenhum mal venha ao mundo. Neste momento já nem sei, se onde vou em Lisboa, posso, ou não, levar a mota, já que nunca sei se a mesma vai ser bloqueada.
Proponho por isso, fazer uma petição a exigir que fique definido que as motas podem estacionar nos passeios, desde que, esteja assegurada a circulação dos peões. Alguém concorda?

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3897
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Estacionamento de motas
« Responder #1 em: 05 de Setembro de 2021, 22:18 »
Boas companheiro não consigo concordar, uma vez que vou a Lisboa aos mais variados sítios e por norma existe sempre um estacionamento para a mota sem estar em transgressão, por vezes os parques estão cheios, mas um pouco mais á frente há sempre um que dá para estacionar, ou então sou eu que tenho sorte.
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3567
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Estacionamento de motas
« Responder #2 em: 06 de Setembro de 2021, 09:35 »
Meus caros, independentemente da cada um ter direito á sua opinião, e a discordância anima sempre isto não vamos meter a política nisto. É verdade que um candidato usa a Emel no seu discurso, mas isso é lá com eles.
Com a Emel já aprendi algo : o que é um homem cisgénero! como não pago normalmente estacionamento a essa empresa, ficou-me grátis.
Mas concordo que se deviam aumentar os lugares de estacionamento de motas em todo o lado, alternativa verdadeiramente eficiente na ocupação de espaço em relação aos carros com apenas um ocupante
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline MaisUm

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Abr 2016
  • Mensagens: 26
  • Localidade: Setúbal
  • Marca: Honda
  • Modelo: NC750x DCT
Re: Estacionamento de motas
« Responder #3 em: 06 de Setembro de 2021, 10:19 »
Bem, eu já tenho tido dificuldades em estacionar em Lisboa mesmo com a ajuda de uma aplicação que encontrei. Tento por norma não estacionar sobre os passeios, e quando o faço deixo sempre caminho aberto para os peões passarem livremente.
a aplicação é esta: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.motaaki&hl=pt-PT e há um visualizador para a mesma informação aqui: https://www.arcgis.com/apps/webappviewer/index.html?id=a125cebb364143d382d7bbb30f3c8109&extent=-1024587.8257%2C4678605.6434%2C-1012357.9012%2C4684940.3621%2C102100
. Sempre ajuda.
De facto, se formos a algumas cidades europeias, chega a haver ruas inteiras em que a faixa da direita é parque de motociclos. e têm muita clientela. Por cá, nivela-se por baixo.
Honda NC750x DCT
Yamaha Xmax 250
Yamaha Majesty 125
Yamaha XJ600

Offline Vítor Costa

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Set 2021
  • Mensagens: 5
  • Localidade: Loures
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300
Re: Estacionamento de motas
« Responder #4 em: 06 de Setembro de 2021, 10:34 »
Mais Um...é precisamente isso. Ruas inteiras para as motas estacionarem....Roma, Barcelona, Atenas.....tantas.....em 2001 estive em Atenas e já nessa altura, o veículo mais utilizado era.....motas.
A questão é que agora há espaço para o negócio das trotinetes e da Uber, da Glovo e outras.....e para as motas "particulares", existe bloqueadores. Por esta resposta e pela primeira intervenção, garantidamente, para alguém minimamente atento, percebe que do psd não tenho nada.
Esta é uma questão apartidária e assim gostaria que continuasse. Acho é demasiado estranho que um motard ache isto bem. É estranho, mesmo. Só falta essa pessoa também dizer que temos um excelente sistema de transportes, só não utiliza quem não quer, porque ele tem capacidade de resposta para todo(a)s

Offline JPA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 1136
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Re: Estacionamento de motas
« Responder #5 em: 06 de Setembro de 2021, 12:22 »
Código da Estrada
Lei n.º 72/2013

Diário da República n.º 169/2013, Série I de 2013-09-03


   1 - É proibido parar ou estacionar:
a) Nas rotundas, pontes, túneis, passagens de nível, passagens inferiores ou superiores e em todos os lugares de visibilidade insuficiente;
b) A menos de 5 m para um e outro lado dos cruzamentos, entroncamentos ou rotundas, sem prejuízo do disposto na alínea e) do presente número e na alínea a) do n.º 2;
c) A menos de 5 m para a frente e 25 m para trás dos sinais indicativos da paragem dos veículos de transporte coletivo de passageiros ou a menos de 6 m para trás daqueles sinais quando os referidos veículos transitem sobre carris;
d) A menos de 5 m antes e nas passagens assinaladas para a travessia de peões ou de velocípedes;
e) A menos de 20 m antes dos sinais verticais ou luminosos se a altura dos veículos, incluindo a respetiva carga, os encobrir;
f) Nas pistas de velocípedes, nos ilhéus direcionais, nas placas centrais das rotundas, nos passeios e demais locais destinados ao trânsito de peões;
g) Na faixa de rodagem sempre que esteja sinalizada com linha longitudinal contínua e a distância entre esta e o veículo seja inferior a 3 m.
2 - Fora das localidades, é ainda proibido:
a) Parar ou estacionar a menos de 50 m para um e outro lado dos cruzamentos, entroncamentos, rotundas, curvas ou lombas de visibilidade reduzida;
b) Estacionar nas faixas de rodagem;
c) Parar na faixa de rodagem, salvo nas condições previstas no n.º 3 do artigo anterior.
3 - Quem infringir o disposto no n.º 1 é sancionado com coima de (euro) 30 a (euro) 150, salvo se se tratar de paragem ou estacionamento nas passagens de peões ou de velocípedes e nos passeios, impedindo a passagem de peões, caso em que a coima é de (euro) 60 a (euro) 300.
4 - Quem infringir o disposto no n.º 2 é sancionado com coima de (euro) 60 a (euro) 300, salvo se se tratar de estacionamento de noite nas faixas de rodagem, caso em que a coima é de (euro) 250 a (euro) 1250.



Fica à consideração de um "motard" explicar ao agente fiscalizador onde começa ou acaba uma transgressão no âmbito interpretativo da mesma, visto que a lei é igual para todos.

Pessoalmente teria alguma dificuldade da argumentação mesmo em espaço amplo que não estorve a circulação dos peões.  _Rolley_


 - Com o suposto  "crescente" investimento dos transportes públicos, o "individualismo" no transporte é quase que um antagonista, pelo que é impossível dissociar algum sentido
politico na decisão de ordenamento que faculte ou restrinja o uso das 2 rodas nas grandes cidades. Nada é por acaso...

Outras cidades europeias estão décadas de avanço pois democratizaram por completo o uso das 2 rodas criando espaços, corredores e legislação...mas por cá isso não dá votos.


Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM


Offline karloxilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 582
  • Localidade: Setúbal
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: Estacionamento de motas
« Responder #6 em: 06 de Setembro de 2021, 15:08 »
Saúde!

Com as devidas distâncias e respeito pelas pessoas em questão, passar a andar de mota e dar pela falta de locais de estacionamento para a dita assemelha-se a alguém que só dá pela falta de acessibilidades decentes para pessoas de mobilidade reduzida quando tem o azar de ficar numa cadeira de rodas. Não é crítica é constatação: só demos pela falta de locais destinados a motas quando começámos a andar de mota. Até aí só nos irritávamos com o sítio para o carro ou, na melhor das hipóteses, com a qualidade e o preço disparatado dos transportes colectivos.
É facto, andou-se anos à velocidade de uma de cadeira de rodas até que a preocupação pelas rampas e acessos ficasse inscrita nas preocupações arquitectónicas. Porquê tanto tempo? a resposta é simples: aqueles que têm de locomover-se dessa forma são uma minoria.
E nós, motociclistas, reafirmo o devido respeito referido acima, também somos uma minoria.

Dado objectivo: a maioria ou a totalidade dos candidatos municipais não se faz transportar de mota, não falam do que não sentem - ou não lhes é sugerido pelos gabinetes de campanha como assunto "popular", por isso o estacionamento não é trazido à discussão.
Impressão minha: as associações do sector (motociclista) estão mais preocupadas com outras coisas sobre motas do que com as dificuldades de quem as utiliza no dia-a-dia.
Isto é, mesmo entre os "motards" os motociclistas "primários" são uma minoria, as associações são mais a concentração, o convívio, a roupa a condizer, etc e tal. Não estou a fazer uma apreciação qualitativa de quem o faz, cada um, uma, usa a mota como entende - é a minha impressão, tive o cuidado de antecipar.

O que sobra? Ir junto das associações e dos fóruns onde participamos, porventura partidários, fazer sentir essa dificuldade dos motociclistas. Há que lembrar que também contribuímos para a redução da ocupação de metros quadrados da cidade pelos automóveis - aqui com melhores valores do que os carros eléctricos - e, salvo raras excepções, também para a redução dos malditos gases que nos afectam a todos.
O que defrontamos para além da indiferença? Algo que é pernicioso: a concessão dos espaços para estacionamento automóvel. É que cada espaço para motas é menos uns euros que valem a concessão. A Economia, tal como ela é, não se compadece das minorias. As minorias é que têm de se fazer valer - no caso, sem "rateres" para conseguirem ser ouvidas.
« Última modificação: 06 de Setembro de 2021, 15:19 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3567
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Estacionamento de motas
« Responder #7 em: 06 de Setembro de 2021, 15:09 »
"f) Nas pistas de velocípedes, nos ilhéus direcionais, nas placas centrais das rotundas, nos passeios e demais locais destinados ao trânsito de peões.."

Se estiverem motas e carros no passeio os peões têm que ir para a estrada logo deixam de estar destinados para os peões, logo não há contra ordenação

Edito: deixando a brincadeira e respondendo a tópico semelhante, sempre foi proibido estacionar no passeio, vivíamos e vivemos do bom senso da polícia.
Mas na verdade depende do bom senso, nem todos têm bom senso.
Tanto quanto sei não existe uma perseguição generalizada da motas no passeio, desde que respeitando os outros utilizadores.
Mas podem acontecer políticas locais nesse sentido, por exemplo a Emel tem sido questionada pelos elevados  custos de funcionamento, pode estar a tentar aumentar a receita .
Pode ainda o poder dar ordens para serem mais duros, principalmente na fase pré eleitoral.
 Uma coisa é certa: estacionamento em passeio dá multa.
« Última modificação: 06 de Setembro de 2021, 15:23 por moto2cool »
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline Vítor Costa

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Set 2021
  • Mensagens: 5
  • Localidade: Loures
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300
Re: Estacionamento de motas
« Responder #8 em: 06 de Setembro de 2021, 16:07 »
Obrigado pela dica da aplicação de estacionamento MaisUm....abraço

Penso que, aproveitando as eleições este ano, enviar um e-mail para a câmara esclarecer se vai continuar na perseguição com as multas às motas em cima dos passeios (mais uma vez, que permita a passagem dos peões), ou uma concentração de motas na cidade. Acho que assim ia lá

Online Rufido

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Nov 2013
  • Mensagens: 1537
  • Localidade: Oeiras
  • Respeito, muito respeito pelos outros e pela máqª
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV650A
Re: Estacionamento de motas
« Responder #9 em: 06 de Setembro de 2021, 16:25 »
Obrigado pela dica da aplicação de estacionamento MaisUm....abraço

Penso que, aproveitando as eleições este ano, enviar um e-mail para a câmara esclarecer se vai continuar na perseguição com as multas às motas em cima dos passeios (mais uma vez, que permita a passagem dos peões), ou uma concentração de motas na cidade. Acho que assim ia lá

Companheiro Vitor Costa, não pretendo com isto cair em discussões com fundamentos legais, que já vimos que existem.
Permite-me uma pergunta de simples resposta, já alguma vez o companheiro se tentou ver na pele de um cego?
Rui

Offline karloxilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 582
  • Localidade: Setúbal
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: Estacionamento de motas
« Responder #10 em: 07 de Setembro de 2021, 11:19 »
Saúde!

Sobre o estacionamento nos passeios, uma reflexão.

Há um episódio na Bíblia em que uma multidão se prepara para lapidar (apedrejar) uma mulher acusada de prostituição, Maria Madalena. Aparece Jesus e interrompe: "Quem nunca pecou que atire a primeira pedra!". Reza a estória que salvou a mulher, porque a multidão (pasme-se!) fez um acto de contrição (nada habitual em multidões) e chegou à conclusão de que cada um também carregava algo... apedrejável. Há outra versão mais credível sobre o comportamento de multidões em "A Vida de Brian" dos Monty Python...
Acabaram de perceber a minha ideia de a propósito do estacionamento nos passeios eu começar por "Não serei eu a atirar a primeira pedra".

À falta de outro sítio, pensei eu, já a coloquei atrás de armários de distribuição de electricidade, de cantos de prédios, encostadinha à parede, sempre com aquele pensamento de que tive o bom-senso de não a deixar a impedir a passagem de quem quer que fosse. Só que o meu bom-senso é o meu bom-senso, não é o do outro que vem a seguir e deixa a coisa quase a meio do passeio pensando que "quem quiser passar consegue passar", ou de outro, o tal bandalho que nunca somos nós, que a deixa para ali sem se preocupar com ninguém, apenas em resolver o seu problema...
A Lei não pode ter todos estes bons-sensos, não lhe interessa se o tipo que estacionou o carro e ocupou meio passeio já tinha dado duas voltas ao quarteirão e só tenha ido "ali um minuto"... e que, para excluir os outros exemplos anteriores, eu ache que a minha scooter escondida atrás de um armário não perturba ninguém. Um invisual encontra um obstáculo que não estava na sua memória do percurso, a senhora com o carrinho de bebé é obrigada a ir para a rua porque não consegue passar na medida calculada por quem mal-estacionou o carro...
A Lei diz que os passeios são para os peões, ponto. E nesse princípio é boa: nem todos somos motociclistas ou automobilistas mas somos todos peões.
Só falei da Lei não da Autoridade que a faz cumprir...

"Autoridade"?, não a vejo nos painéis publicitários metidos nos passeios, esplanadas que deixam uma nesga de passagem, e até postes de iluminação pública mal colocados... tudo obstáculos e autênticas armadilhas para gente com menos defesas que nós que ainda nos conseguimos equilibrar numa mota, e fico zangado. A mim, irrita solenemente andar a fazer gincanas e ter de ir para o meio da rua por causa de carros e de motas mal estacionadas.
O  "bom-senso" obriga-me a deixar a mota escondida, bonito, a seguir há alguém que vê lá a minha mota e faz o mesmo... depois já ninguém passa sem se desviar.
E lá estou eu a fazer a figura que abomino. Eis meu acto de contrição.

Adiante que a coisa está comprida.
Como os maus exemplos de outrem não justificam os nossos próprios actos (e no seguimento das sugestões do  meu comentário anterior):
Quando nos juntamos, podemos incluir este tema na conversa à volta das imperiais. Apontar uma ideias e combinar levá-las às Assembleias de Municipais - há sempre um período para intervenções dos cidadãos. Colocar a questão, e voltar lá se for preciso, com ainda mais gente, até que respondam que medidas pretendem tomar.
Pode-se ainda tomar a iniciativa de fazer os tais abaixo-assinados mas racionais e pensados para serem mais abrangentes, entregá-los, dar conta aos jornais locais, e depois pedir resposta a quem os endereçámos. Ninguém tem de se sentir ofendido, chama-se a isso exercer a Democracia.

O resto é desabafo, o assumir da insignificância. Eu sei que o "género" está na moda e há quem se alimente disso - até em temas ainda mais sensíveis, que tratam a pontapé, mas sempre com o ar doutoral e convencido de quem perdeu um minuto da vida a estudá-los... O seu sucesso radica na passividade e no hábito de ficar à espera de que santos milagreiros resolvam problemas, e na falsa percepção de que aquilo que se tem, por pouco que seja, "caiu do céu porque não tinha unhas" e não é resultado de uns tantos (e de umas tantas, já agora) que se mexeram.
É verdade, há pessoas que de forma cuidadosa furam as filas de parados até encararem o que está para lá.
(acabei de descobrir nesta metáfora uma das razões por que gosto de motas)

[editei o texto para corrigir erros]
« Última modificação: 07 de Setembro de 2021, 12:18 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção

Offline nsaraiva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2018
  • Mensagens: 370
  • Localidade: Amadora
  • E a mim que me importa?
  • Marca: UM
  • Modelo: Renegade Sport S
Re: Estacionamento de motas
« Responder #11 em: 07 de Setembro de 2021, 11:46 »
Independentemente se termos bom senso, o facto é que dependemos também do bom senso e mood da polícia, para não sermos multados/bloqueados, uma vez que estamos em transgressão.

No local onde trabalho, num círculo de 100 metros tenho 3 estacionamentos para motas, sendo que dois deles são muito pequenos (é o espaço para um carro em paralelo). Só estaciono num passeio largo quando não há lugar nestes três estacionamentos e isso acontece 4/5 vezes por mês.

Sinceramente, acho que a CML no aspecto do tratamento das motas nem tem estado mal e tem vindo a disponibilizar mais estacionamentos onde tem notado uma maior afluência de motociclos.

Em relação à petição, na forma como é proposta não faz sentido e nao concordo com ela:

- Por um lado, a proibição de estacionar nos passeios está no Código da Estrada e não faz sentido uma Autarquia, fazer uma "contra-Lei".

- Também não faz sentido alterar uma Lei Nacional para resolver um problema de Lisboa.

Assim, acho que o esforço, se necessário será no sentido de pedir para reestruturar os estacionamentos / pedir mais estacionamentos para motociclos.

Não vejo como realista a esperança de ser publicada uma autorização para se estacionar no passeio, ainda por cima com partes subjetivas (esteja assegurada a circulação dos peões - há pessoas que acham que este espaço é dois metros e outras 20 centímetros.

EDIT: Não tinha lido o post anterior, que aplaudo.
« Última modificação: 07 de Setembro de 2021, 11:52 por nsaraiva »
Há rosas cor-de-laranja mas não há laranjas cor-de-rosa. No entanto há laranjas verdes e rosas verdes não há.

Offline Lourenço

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Set 2018
  • Mensagens: 94
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Honda
  • Modelo: SH125
Re: Estacionamento de motas
« Responder #12 em: 07 de Setembro de 2021, 12:26 »
Em algumas cidades Europeias o estacionamento de motas começa a ser pago. Uma aberração, em minha opinião porque se o objetivo é a fluidez de trafego a medida é contraprodutiva.
Nessas cidades em dias de muito mau tempo está provado que circulam menos motos e mais carros aumentando exponencialmente os engarrafamentos.

Por outro lado um dos argumentos é evitar os motores a combustão nas cidades e se é louvável se feito por etapas progressivamente, novamente não tem lógica, as motos não serão nem de longe nem de perto os veículos mais poluidores (apesar de existirem algumas motos a consumir mais que outros veículos 5 vezes mais pesados), diretamente, e contribuindo para a fluidez do tráfego, indiretamente.

Em Lisboa, foi afirmado acima, existem lugares em numero razoável, pois mas deveriam existir mais, está melhor mas alguns estão sempre cheios durante o dia, outros estão mal dimensionados, um dos eixos das rodas já fica na via de circulação e há zonas onde ainda são raros ou inexistentes.

Noutras cidades, médias ou pequenas, não existem lugares de estacionamento de motos ou são raros, um exemplo na cidade de Torres Vedras, são raros e em locais estratégicos não existem, como junto á Central de camionagem ou Estação de comboios. E segundo as autarquias e lugares, uma moto não pode, frequentemente, estacionar num lugar de carro, mesmo a pagar.

A agravar a questão, o aumento de scooters, bicicletas e trotinetes de aluguer que estão a usurpar os lugares disponíveis para motos alem de algumas autarquias estarem a ocupar em exclusivo os locais potencialmente propícios também a estacionamento de motos com a nova mobilidade de aluguer negócio estranho á mesma autarquia e consequentemente aos contribuintes.
« Última modificação: 07 de Setembro de 2021, 12:27 por Lourenço »

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3567
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Estacionamento de motas
« Responder #13 em: 07 de Setembro de 2021, 15:52 »
Nem a autarquia quer permitir  estacionamento no passeio, nem pode, uma autarquia não pode ajustar, alterar ou revogar uma lei nacional
É a parte de que dói mais, mas não esqueçamos os carros que param sobre o passeio e ocupam bem mais que uma mota.
Defendendo a brasa a nossa sardinha O espaço de um carro dá para 4 motas, logo se numa rua passarem metade do estacionamento para motas multiplicam o número de condutores que pode estacionar no centro ( e promover o uso de mota que vem reduzir as filas).
Agora sem espaço de estacionamento para motas e se começarem a implicar com o filtering ou estreitarem as estradas e não deixarem passar as motas, começa a ser uma raça em extinção
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Online jcsc

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jul 2013
  • Mensagens: 312
  • Localidade: Charneca da Caparica
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 125i
Re: Estacionamento de motas
« Responder #14 em: 08 de Setembro de 2021, 00:53 »
No local onde trabalho, havia anteriormente um estacionamento para motociclos, mal construido que dava para 2 motas ou 4, mas a duas da frente teriam de sair pelo passeio, mas menos mal, havia um local legal para se estacionar, quando decidiram fazer obras, com a historia da CML uma praceta em cada bairro decidiram retirar lugares para os carros e retirar o local de estacionamento onde existia para  as motas.

Depois das obras concluidas, e como nao vi o local que antes havia, questionei a CML pelo site, se tinham retirado o estacionamento ou mudado de local o mesmo.

Passado 2 meses lá responderam que tinha sido mudado para a praceta ao lado. Da ultima vez que fui a o trabalho (teletrabalho e ferias) procurei o dito estacionamento mas, nada, ja questionei ha 15 dias e hoje voltei a questionar o local preciso pois não o consigo encontrar. É este o panorama do estacionamento fácil para motos nesta parte de Lisboa - Ameixoeira.

Esqueci-me de referir que claro que em toda esta zona existem os "amados" parquimetros.
SYM GTS 125i

Offline Paulo Renato Ferreira

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Jan 2012
  • Mensagens: 1674
  • Localidade: Vila Franca do Rosário
  • "Não há duas, sem três..."
  • Marca: Piaggio
  • Modelo: X10
Re: Estacionamento de motas
« Responder #15 em: 09 de Setembro de 2021, 11:03 »
Isto sim, isto é que é estacionar "à vara larga"...
Tirada ontem na baixa lisboeta






« Última modificação: 09 de Setembro de 2021, 11:05 por Paulo Renato Ferreira »

Online Rufido

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Nov 2013
  • Mensagens: 1537
  • Localidade: Oeiras
  • Respeito, muito respeito pelos outros e pela máqª
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV650A
Re: Estacionamento de motas
« Responder #16 em: 09 de Setembro de 2021, 11:28 »
Isto sim, isto é que é estacionar "à vara larga"...
Tirada ontem na baixa lisboeta




... e olha o que ainda sobra de passeio, dava bem para mais 4 bem arrumadinhas...
Rui

Offline karloxilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 582
  • Localidade: Setúbal
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: Estacionamento de motas
« Responder #17 em: 09 de Setembro de 2021, 15:15 »
Isto sim, isto é que é estacionar "à vara larga"...
Tirada ontem na baixa lisboeta


Isso já não é "mobilidade", é um negócio tornado praga.
Só vejo meios de transportes partilhados com locais específicos para o parqueamento alugados aos municípios pelas empresas detentoras dos veículos.

Cada trotineta tem um logótipo e um número, a polícia não tem de ter o trabalho a procurar quem fez o quê, a não ser que o apanhe em flagrante, por isso só tem de multar a empresa.
A empresa tem o registo de quem foi o último utilizador, não tem? Só tem de tentar reaver a multa reendereçando-a ao prevaricador.
Pelo caminho, teria de fazer constar no contrato de utilização que assim o fará. Não há regulamento? Criem-no.
Duas rodas: o dobro da atenção

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3567
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Estacionamento de motas
« Responder #18 em: 15 de Setembro de 2021, 09:39 »
Eles é de e tudo.... já te viste como um cego....a legislação (ainda que injusta).....o "bom" e exemplar trabalho da câmara.... são só elogios e está tudo bem....mas lugares, ainda que se tente passar a ideia que há muitos.....apesar dos parques que custaram uma pipa de massa.... não são suficientes.... além de esses parques serem demasiado pequenos.... há a contar ainda a ocupação pelos trabalhadores da Uber...globo...e outras, que ocupam grande parte desses mesmos estacionamentos....mesmo que um ou outro partidário queira fazer passar a sua opinião como válida.....na prática.... não há lugares suficientes....mas curioso....estes autênticos defensores dos passeios portugueses, nem uma palavra sobre a ocupação destes mesmos passeios por parte das inúmeras trotinetas espalhadas pelo chão.....que mandam ao chão os invisuais e.os demais peões....mas que tanta preocupação têm eles.... já agora....para os que não saem de Lisboa, isto não é um problema exclusivo de Lisboa, mas das mais variadas cidades do país....ou seja....a alterar a legislação, não era apenas para uma cidade.....estais habituados a leituras rápidas e sem contraditório
Vítor, não percebi nada. Qual era o ponto?
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 3567
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Estacionamento de motas
« Responder #19 em: 15 de Setembro de 2021, 09:40 »
Hummmmm.
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline Élio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jan 2019
  • Mensagens: 495
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: V-Strom DL 650 XT
Re: Estacionamento de motas
« Responder #20 em: 15 de Setembro de 2021, 12:27 »
Não concordo com a decisão.
Eu próprio fui multado (e bem) por estacionar a mota em cima do passeio.
Se foi justo ou não é outra coisa completamente diferente e confere-me o direito de reclamar veementemente contra os Srs. da EMEL quando estacionam as motas deles em cima do passeio sem que o façam no estacionamento adequado para o efeito.
Eu estava fora da razão, paguei, e a vida segue.
Mas essa é a minha maneira de ver as coisas e é a minha opinião pessoal.
No local onde trabalho existem escolas, diversas pessoas invisuais ou que sofrem de ambliopia.
Já por diversas vezes tive de as ajudar a atravessar nas passadeiras porque estavam lá obstáculos de duas rodas.
E digo obstáculos porque a praga das trotinetes são ali deixadas por gente ignorante e que apenas olha para o próprio umbigo.
Por isso, aceito que me deixem colocar a mota em cima do passeio num local mais afastado das passadeiras e onde as pessoas não circulam (no topo do estacionamento central, por exemplo), sabendo os riscos que corro e ao que me sujeito.
« Última modificação: 15 de Setembro de 2021, 16:54 por Admin28 »


O limite é apenas uma fronteira criada pela sua própria mente.

Offline Admin28

  • Administrador
  • MaxiScootard Júnior
  • *****
  • Join Date: Dez 2020
  • Mensagens: 105
Re: Estacionamento de motas
« Responder #21 em: 15 de Setembro de 2021, 18:54 »
Este tópico foi alvo de intervenção por parte da moderação. Nesse âmbito e como resultado, foram apagadas algumas mensagens que não se continham dentro do espírito ou matéria debatida no tópico e/ou consubstanciavam violação de vários pontos do termo de aceitação de registo.

Agradeço aos membros que participam neste e noutros tópicos que se mantenham concentrados no objeto (finalidade) do mesmo e cuidem de cumprir as regras do CPM, no sentido de não desvirtuar o tópico e o objetivo deste “nosso” grande fórum.

Muito obrigado.
Admin28

Offline CALDEIRA

  • Moderador Global
  • MaxiScootard Júnior
  • *****
  • Join Date: Nov 2011
  • Mensagens: 20
  • Localidade: Estoril
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman 650 executiva
Re: Estacionamento de motas
« Responder #22 em: 19 de Setembro de 2021, 19:56 »
Companheiro  Vítor acho que o que há a fazer é  obrigar as autarquias duplicaram ou triplicaram os lugares de estacionamento de motas, já que houve um grande aumento de motas em circulação.
Deterto ver as trotinetes espalhadas pelos passeios e não quero que os outros detestem ver motas paradas no passeio.  O passeio é para os peões e nem motas nem bicicletas nem totineted têm o direito de ocupar esses espaços. Ando de motas desde os 16 anos javou para os 66 e sempre estacionei onde devia estacionar. Está é a minha opinião.