Autor Tópico: Marcha atrás da Michelin  (Lida 2814 vezes)

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Marcha atrás da Michelin
« em: 25 de Janeiro de 2021, 20:31 »
 A Michelin patenteou um dispositivo que pode fornecer a qualquer mota um sistema de reversão, graças a um pequeno motor elétrico preso à roda traseira.

 Todos nós sofremos a dificuldade, ou pelo menos a inconveniência de ter que empurrar uma mota para dentro ou para fora de uma vaga de estacionamento.  Mesmo com uma mota pequena, basta uma pequena subida para se exercitar.  Ao contrário das grandes Gold Wings e Harleys, bem como de algumas motas elétricas, a maioria de nós não tem uma marcha à ré para ajudar.

 A solução da Michelin é bastante simples.  Em vez de adicionar engrenagens ou motores elétricos à transmissão, é um sistema completamente independente.  Ele é preso ao braço oscilante traseiro da mesma forma que os para-lamas e os suportes das placas de muitas motocicletas modernas.  Pode até ser integrado com essas peças de fábrica.  Pequenos motores elétricos pressionam dois ou três rolos contra o pneu traseiro, que então gira a roda traseira.  Esses rolos retraem do pneu durante a condução normal.  O sistema ainda tem sua própria bateria de íon de lítio, o que elimina a necessidade de fios grande e feia da bateria principal da bicicleta.

 Sendo elétrico, esse dispositivo poderia fornecer não apenas uma marcha à ré, mas também assistência no movimento para frente sem usar o motor principal.  A patente diz que o sistema moveria a mota a um quilômetro por hora (0,6 milhas por hora) e numa inclinação de até dez por cento.  É aí que a opção de avanço pode ser particularmente útil.

 Embora nem todos se beneficiem com esta opção, ela tornaria as motas equipadas mais acessíveis para pilotos menores ou mais fracos.  As pessoas que só conseguem andar na ponta dos pés uma mota seriam capazes de movê-la com segurança, sem depender da força do próprio pé para fazê-lo.  O único problema com este sistema é que muitas pessoas removem o hardware que fica atrás da roda traseira porque parece feio.  Isso também removeria o sistema reverso.  Suponho que os pilotos que não precisam disso ainda podem fazê-lo se a aparência for tão importante para eles.

(Tradução automática)

https://www.rideapart.com/news/481753/michelin-patents-reverse-system-motorcycles/
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline Rufido

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Nov 2013
  • Mensagens: 1791
  • Localidade: Oeiras
  • Respeito, muito respeito pelos outros e pela máqª
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV650A
Re: Marcha atrás da Michelin
« Responder #1 em: 25 de Janeiro de 2021, 23:35 »
Caramba, até que enfim que alguém se lembrou dos "rodas baixas".
Vou estar atento a este acessório.
Rui

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 5305
  • Localidade: sintra
Re: Marcha atrás da Michelin
« Responder #2 em: 27 de Janeiro de 2021, 19:34 »
É um extra que vai dar jeito nas montadas mais pesadinhas..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Duas Rodas

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2012
  • Mensagens: 719
  • Localidade: Estoril
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: X-Max 300
Re: Marcha atrás da Michelin
« Responder #3 em: 27 de Janeiro de 2021, 19:40 »
Sempre que estaciono já estou a pensar na forma como vou sair do lugar... _lol_
Os 250 kg da minha SW-T400 já me trouxeram algumas dificuldades.
Honda SW-T400 (09/2016) 27870 km>71380 km
Yamaha Xmax 300 (02/2021) 0km >

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 4342
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Marcha atrás da Michelin
« Responder #4 em: 27 de Janeiro de 2021, 21:08 »
Sempre que estaciono já estou a pensar na forma como vou sair do lugar... _lol_
Os 250 kg da minha SW-T400 já me trouxeram algumas dificuldades.
Lembro de uma vez, com a minha SV650 estacionei em espinha com o passeio numa rua a descer, quando me ia embora vi que um carro estacionou tão perto que quase tocava a roda da frente.
O que suei para empurrar a mota para trás e poder sair e só tinha 200 kg
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline Mercurio

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2013
  • Mensagens: 871
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Marcha atrás da Michelin
« Responder #5 em: 28 de Janeiro de 2021, 09:01 »
Talvez venha já tarde este gadget da Michelin.
"Um motor  com bateria"... isto soa a moto eléctrica.
Como se pode ver, até nisso a electrificação das motas apresenta vantagens. Venham elas!

Offline Filipe Pombo

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Dez 2013
  • Mensagens: 1894
  • Localidade: Albarraque-Sintra
  • Não conduzas + rápido que o teu anjo da guarda voa
  • Marca: BMW 1200GS
  • Modelo: Top Scooter In Town
Re: Marcha atrás da Michelin
« Responder #6 em: 28 de Janeiro de 2021, 16:16 »
Lembro de uma vez, com a minha SV650 estacionei em espinha com o passeio numa rua a descer, quando me ia embora vi que um carro estacionou tão perto que quase tocava a roda da frente.
O que suei para empurrar a mota para trás e poder sair e só tinha 200 kg

Quando saí das scooters e com a V-strom, estacionei num declive de forma a sair de frente, vieram dois PSP de mota para a loja e bloquearam-me a saída com as motas. Para a tirar ..ui!!  lá que eles me viram e vieram logo a ajudar-me, viram logo que estava perante um maçarico  _martelada_  aprendi a lição, muito embora por vezes existam situações como esta que não dependem de nós. Há uma técnica com malas que ajuda bastante, que é apoiar o traseiro à mala e ajudar com o corpo a empurrar a mota..resolve muitas situações.  _pol_
Espirito Aventura