Marcas de Maxiscooters > Keeway

Keeway Vieste 300

<< < (3/4) > >>

karloxilva:
Boas.
O uso da mesma base motorizada que equipa a Piaggio é um ponto a favor. Quanto mais não seja porque não se está perante uma "ave rara" de motor do qual não se conhece nada. Acho que, tal como em algumas marcas de automóveis que partilham motores, passaremos a ver também cada vez mais marcas de motas com motores partilhados - aliás, algo que já acontece noutras cilindradas mais altas. A roupagem, essa é ao gosto do freguês.

Não conhecia o modelo, por acaso dei com o modelo 125 num stand/oficina cá do burgo.
A minha primeira impressão foi a de estar perante um perfil dentro da moda que, apesar da origem, não entrou em extravagâncias de design orientais, algo que a torna consensual para diversos gostos, apesar do toque desportivo dado pelo "pára-brisas" baixo. Como vai sendo usual, há luzes de presença LED à frente e atrás.
Não me apercebi do espaço debaixo do banco. A crer no vídeo, é exíguo  e dará para um capacete tipo "Jet" - o proprietário da 125 trazia uma "topcase" (partilho da opinião expressa por um companheiro aí atrás de que desfigura uma scooter, não apenas esta)

Não me apercebi disso ter sido falado no vídeo da 300 (não sei esta partilha características de suspensão com a 125 - penso que haverá pequenas diferenças), mas a "desportividade" tem custos. A pessoa que trazia a 125 estava no stand para tentar encontrar uma solução para a "suspensão rija", depois de já ter colocado os amortecedores na posição mais macia.
Salvaguardo que o proprietário não tinha aspecto de ser um adolescente devorador de "pole positions" nos semáforos, andaria por aquelas idades em que as costas cobram os juros de anos de más posturas nas cadeiras e sofás... ou de trabalhos pesados. Queixava-se de que nas via mais irregulares, como calçadas (ainda as há em Setúbal na zona da beira-mar), era um suplício conduzir a scooter. Discutiu-se a possibilidade de alterar os pneus (parece que não, mas não rolam todos da mesma maneira), ou até os amortecedores.
Atenção, esta não serve de "resolução" sobre a suspensão da scooter em apreciação. Mas falo disto porque...

A minha primeira 125, uma Yamaha Cygnus X 125, não me deixou saudades neste particular. Tinha o aprumo de uma suspensão a dar para o rijo mas uns pneus miseráveis, o conjunto tornava-se numa dor de costas mesmo nos trajectos menos acidentados e curtos. Foi-me proposta a X-Max, mas temi que seguisse a bitola. Acabei numa 125 da Burgman, não tinha nada a ver... já nem a Suzuki as faz assim. Fica uma das razões porque aprecio mais as scooters da "velha guarda"...
Mas a verdade é que cada um tem sensibilidade diferente em relação às suspensões, esta só pode ser avaliada a cada caso quando se experimenta aquilo que se pretende comprar.
Esta apenas serve de conselho.

JPA:
Em diversos sites espanhóis, completam um pouco mais a info. desta nova Keeway 300cc

Além do destaque positivo de estar equipada com um motor da Piaggio, a suspensão é da KYB ( Kayaba ).

KYB, é uma marca japonesa de grande qualidade!

Existe uma referência ao equipamento com sistema de travagem da espanhola  "J.Juan".

Pontos muito favoráveis, e um preço em Espanha de abrir os olhos...3.499€ ! _pol_

Carlujo:

--- Citação de: JPA em 24 de Novembro de 2020, 11:09 ---Em diversos sites espanhóis, completam um pouco mais a info. desta nova Keeway 300cc

Além do destaque positivo de estar equipada com um motor da Piaggio, a suspensão é da KYB ( Kayaba ).

KYB, é uma marca japonesa de grande qualidade!

Existe uma referência ao equipamento com sistema de travagem da espanhola  "J.Juan".

Pontos muito favoráveis, e um preço em Espanha de abrir os olhos...3.499€ ! _pol_

--- Fim de Citação ---

Em Portugal, o preço de referência é 3.990€. Apenas mais 800€ que uma PCX125...
Também reparei no equipamento, percebi que tinha sensor de pressão de pneus.
Com este preço e equipamento, pode ser um caso sério no nosso mercado, em que o preço é um fator importante.
Agora é esperar pelas reviews e constatar a fiabilidade.

davidsantos:
Em Espanha para variar é muito mais barata que aqui..  _martelada_

JPA:

--- Citação de: Carlujo em 24 de Novembro de 2020, 12:11 ---Em Portugal, o preço de referência é 3.990€. Apenas mais 800€ que uma PCX125...
Também reparei no equipamento, percebi que tinha sensor de pressão de pneus.
Com este preço e equipamento, pode ser um caso sério no nosso mercado, em que o preço é um fator importante.
Agora é esperar pelas reviews e constatar a fiabilidade.

--- Fim de Citação ---

Tratando-se de uma 300c, o leque de clientes terá de ser os encartados, mas mesmo assim e com o equipamento de série oferecido, poderá ser uma boa opção.

Lá está e dizes bem, constatar a fiabilidade... é uma Keeway com preço comedido, e com argumentos muito bons.

Também tem punhos aquecidos...

Navegação

[0] Índice de mensagens

[#] Página seguinte

[*] Página anterior

Ir para versão completa