Autor Tópico: Uma Tmax hibrida?  (Lida 407 vezes)

Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1682
  • Localidade: Oeste
  • The scooter rider
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 530 ABS
Uma Tmax hibrida?
« em: 14 de Novembro de 2020, 14:35 »
Parece que a Yamaha está a trabalhar numa Tmax híbrida. Ainda se sabe pouco sobre este modelo, apenas que um motor térmico de 250cc, servirá para carregar as baterias de um eléctrico. Por enquanto é apenas uma patente, mas o futuro está aí à porta.

https://i0.wp.com/motorcycleonline.info/wp-content/uploads/2020/11/capa-new_yamaha_hybrid_patent_1.jpg?w=640&ssl=1

Só uma questão para o fim de semana....o que vai acontecer aos fabricantes de escapes...tipo Akra, Remus, etc?

Vão fazer ships que emitam um som a imitar os "velhos" escapes de rendimento?
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018...
Scootard Spirit, o direito à diferença, nas duas rodas

Offline Mercurio

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2013
  • Mensagens: 721
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #1 em: 14 de Novembro de 2020, 14:53 »


Só uma questão para o fim de semana....o que vai acontecer aos fabricantes de escapes...tipo Akra, Remus, etc?

Vão fazer chips que emitam um som a imitar os "velhos" escapes de rendimento?

O mesmo que vai acontecer à Castrol, Motul, K&N, NGK e por aí a fora.
Ou o que já aconteceu aos fabricantes de televisores CRT ou filmes para máquinas fotográficas.

O único defeito que vejo a uma Tmax híbrida é nao ser 100% eléctrica.

« Última modificação: 14 de Novembro de 2020, 14:54 por Mercurio »

Offline pedroareias

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 876
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tracer 900 GT (2019)
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #2 em: 14 de Novembro de 2020, 17:04 »

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #3 em: 14 de Novembro de 2020, 21:45 »
Os fabricantes de componentes atuais ou se rienventam ou serão extintos...
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline pedroareias

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 876
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tracer 900 GT (2019)
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #4 em: 15 de Novembro de 2020, 18:55 »
Os valores de aquisição das 100% eléctricas ainda é elevado. A BMW C Evo ainda é cara e com autonomia limitada a 160 km.

Para muitas pessoas, se for necessário ir e vir do trabalho e fazer algumas tarefas pelo caminho, o risco de ficar sem carga é elevado.

Para agravar, com os tempos de carregamento sendo o que são, é um stalemate neste momento.

Ninguém vai investir em injecção directa (-10-15% de consumo) nas motas porque vêm aí as eléctricas e ninguém vai investir tudo nas eléctricas porque há poucos que as possam comprar.

Talvez seja por isso que a TMax estagnou e a Forza 750 parece um filme B dos anos 50.

Nesta situação, resta aguardar pelos acontecimentos. Quando forem proibidos os motores de combustão interna, passamos a ficar com um dispendioso pisa-papéis em casa.

Neste momento, nos automóveis Diesel os concessionários estão a fazer descontos brutais.

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #5 em: 15 de Novembro de 2020, 20:53 »
Acredito que essa proibição não seja em breve..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1682
  • Localidade: Oeste
  • The scooter rider
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 530 ABS
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #6 em: 15 de Novembro de 2020, 21:02 »
Não é só o preço, o peso e o comportamento, que têm que evoluir nos modelos eléctricos, são as infraestruturas necessárias para os carregamentos.

Quanto custa fazer um contrato, com uma empresa de fornecimento de electricidade, para adquirir um sistema de carregamento rápido?

Confesso que não sei  _pensador_

Neste momento não tenho garagem e, como vivo numa aldeia, não estou a ver as fornecedoras de serviço a montarem infraestruturas numa rua onde o maior número de veículos são tractores.... _Rolley_

No futuro as empresas fornecedores de energia, terão que fazer algo de semelhante às operadoras de comunicações. Avançar com as infraestruturas e depois promover a subscrição de serviços.

Dentro das cidades os veículos 100% eléctricos são muito eficientes, já em estrada aberta para percorrerem maiores distâncias, necessitam de alguns cuidados, nomeadamente  na velocidade média.

Ainda vai decorrer muito tempo até os motores a combustão serem banidos... o meu diesel, com filtros de partículas, Adblue, etc continua a ser mais económico (em autoestrada) que o híbrido de um colega meu.

Voltando ao tópico, a solução da Yamaha parece ser uma boa aposta. O motor térmico vai permitir uma boa autonomia. Vamos ver o peso, que é sempre um handicap para estes modelos.
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018...
Scootard Spirit, o direito à diferença, nas duas rodas

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #7 em: 15 de Novembro de 2020, 21:06 »
Por todos esses entraves e mais alguns e que eu acho que a mudança será ainda muito lenta..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Scooterado

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2010
  • Mensagens: 2132
  • Localidade: Barlavento-Algarve
  • Darwin e a evolução das espécies: T500---» T530 x2
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: TMAX 530 ABS
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #8 em: 15 de Novembro de 2020, 21:57 »
O segredo vai estar na evolução das baterias, quando se tornarem + leves e moldáveis ( poderão ficar no interior dos painéis de plástico por exº e noutros locais para aumentar a autonomia ) inclusivé e para quem habitualmente não precise de top case poderá colocar-se nesse lugar um extensor de bateria ( por enquanto inviável devido ao elevado peso das baterias atuais ).
Não faltará muito para se assistir a essa revolução, espero ainda ter manita$$ para a futura Tmax 100%elétrica ou Hibrida.
Scooterado scooter_ _slb_
XMAX 125 de 30/11/2010 até 9/1/2013
Tmax 500 abs "Blackmax" 2009
com 23.000 Kms.-1ªmédia 4,82.última média 4,36 e deixei-a ir com 87778 km e com muito bom aspeto.
desde 9/12/2015 comprei 1 Tmax 530  preta com 22.242 e  vendi-a com 84.400 , entretanto há outra T 530 de 2015!!

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #9 em: 15 de Novembro de 2020, 22:53 »
O segredo vai estar na evolução das baterias, quando se tornarem + leves e moldáveis ( poderão ficar no interior dos painéis de plástico por exº e noutros locais para aumentar a autonomia ) inclusivé e para quem habitualmente não precise de top case poderá colocar-se nesse lugar um extensor de bateria ( por enquanto inviável devido ao elevado peso das baterias atuais ).
Não faltará muito para se assistir a essa revolução, espero ainda ter manita$$ para a futura Tmax 100%elétrica ou Hibrida.
Scooterado scooter_ _slb_

A distribuição de peso das baterias até poderá ajudar numa boa estabilidade da scooter..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Mercurio

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2013
  • Mensagens: 721
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #10 em: 16 de Novembro de 2020, 12:44 »
Não é só o preço, o peso e o comportamento, que têm que evoluir nos modelos eléctricos, são as infraestruturas necessárias para os carregamentos.

Dentro das cidades os veículos 100% eléctricos são muito eficientes, já em estrada aberta para percorrerem maiores distâncias, necessitam de alguns cuidados, nomeadamente  na velocidade média.


Voltando ao tópico, a solução da Yamaha parece ser uma boa aposta. O motor térmico vai permitir uma boa autonomia. Vamos ver o peso, que é sempre um handicap para estes modelos.

As  pessoas também têm de "evoluir" para um novo paradigma de deslocação.
Ao pé de mim há um supermercado que em 2018 tinha 2 lugares para carregar viaturas eléctricas.
Agora tem 8 e estão a por mais 4. Ir às compras e deixar o carro às carga parece-me muito conveniente.
"Dar carga ao carro" é diferente de ir às estação de serviço, faz-se quando não se utiliza.

Ok, admito, pode ser um processo mais complexo para quem não tem garagem. Mas não é assim tão difícil.
Difícil  é quebrar o hábito e a adaptação a algo novo.

O maior problema que tive com o Tesla 3 que tive a sorte de ter 2 anos foi... ter de o devolver. Que maravilha. Voltar ao velho motor de combustão não foi fácil.
E quanto à autonomia cheguei a ir de Azeitão a Vilamoura pela A2 a velocidades... "normais" com ar condicionado e cheguei lá com 36% de bateria.

A penetração de novas tecnologias é sempre lenta no início. Assim foi com os telemóveis, televisores flat screen ou máquinas fotográficas digitais.
Com o transporte eléctrico não será diferente.
Por mim, venha ele. Uma T-Max híbrida é um passo na direção certa.

Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1682
  • Localidade: Oeste
  • The scooter rider
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 530 ABS
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #11 em: 16 de Novembro de 2020, 14:39 »
A Tesla é um mundo à parte (muito mais evoluída) no que se refere a veículos elétricos. Por isso custam o que custam.

Para o comum dos mortais, aspirar a veículos elétricos é adquirir um Zoe ou, ainda mais fácil, um modelo híbrido que não seja plug-in.

Mais que uma habituação ou uma obrigatoriedade por força de uma lei, é necessário uma massificação de postos de carregamento, por exemplo um em cada espaço de estacionamento, que permita  uma carregamento sempre que os veículos não estejam a ser utilizados.

No futuro acredito que, nas grandes cidades, seja condicionada a entrada de veículos com motores de combustão, como acontece atualmente em algumas zonas com os modelos mais poluentes.

Para se ter uma ideia, real dos prós e contras, da utilização de motos elétricas vejam o documentário " Long Way Up" onde o ator Ewan McGregor e o amigo Charley Boorman  fazem uma viagem desde Ushuaia na Argentina através da América do sul e central até Los Angeles, em duas Harleys e duas pic-up eléctricas.

Em modo aventura, no meio de um deserto, no alto de montanhas cheias de neve, e em lugares do terceiro mundo é difícil encontrar postos de carregamento rápidos. _Rolley_

 
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018...
Scootard Spirit, o direito à diferença, nas duas rodas

Offline Mercurio

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2013
  • Mensagens: 721
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #12 em: 16 de Novembro de 2020, 15:09 »
 "Para se ter uma ideia real" o exemplo de estar no meio de um deserto, no alto de montanhas cheias de neve não será o melhor, digo eu!

De qualquer forma, parece-me sempre mais fácil conseguir electricidade que gasolina como disse o próprio Charley Boorman Nesta entrevista ao Fully Charged.

https://youtu.be/_kmK9iTq-FE


Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 2961
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #13 em: 16 de Novembro de 2020, 17:37 »
O problema do abastecimento eléctrico não se vê em quantas fichas estão disponíveis mas no tempo que demora.
Se o abastecimento demorar 6 vezes mais precisamos 6 vezes mais fichas e espaço para manter o status, se demorar 12 vezes é só multiplicar. Acho que um carro demora atualmente entre 10 e 15 minutos a abastecer.
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline PSH72

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Jan 2017
  • Mensagens: 1518
  • Localidade: Odivelas
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #14 em: 16 de Novembro de 2020, 17:57 »
"Para se ter uma ideia real" o exemplo de estar no meio de um deserto, no alto de montanhas cheias de neve não será o melhor, digo eu!

De qualquer forma, parece-me sempre mais fácil conseguir electricidade que gasolina como disse o próprio Charley Boorman Nesta entrevista ao Fully Charged.

https://youtu.be/_kmK9iTq-FE

Mercurio em que minutos do video ele menciona parecer ser mais fácil conseguir eletricidade que gasolina?

Se fizessem um hibrida talvez se safassem numa viagem agora 100% isso vai ser complicado a não ser que de futuro a autonomia aumente, porque mesmo para conseguir as vezes uma bomba a noite é dificel quanto mais haver bombas com postos de abastecimentos rápidos.

E mesmo que coloquem mais postos vai ser complicado, é que já fazem as vezes filas para atestar quanto mais daqui a 10 ou 20 anos ai vai ser a confusão total, carregar em casa para quem tem garagem isso é facil agora quem não tenha está mesmo tramado.

Offline Mercurio

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2013
  • Mensagens: 721
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #15 em: 16 de Novembro de 2020, 18:32 »
Todos nós temos electricidade em casa. Um restaurante que tenha parque de estacionamento pode facilmente montar pontos de carga (há de várias potências) o mesmo se passa nos centros comerciais,  mercados, estádios. Lá chegaremos.
Quando as pessoas começarem a preferir (por exemplo) um restaurante em vez de outro por dar essa facilidade aos seus clientes, vão ver que os postos de carga começam a aparecer em todo lado.
Nessa perspectiva é fácil encontrar electricidade.
Como ele diz na entrevista, deixar de ir a estações de serviço abriu um mundo novo de contactos com pessoas que de outra forma tinha passado ao lado. (tudo isto no minuto 6, mais ou menos)

Antevejo uma mudança mais rápida do que esperamos. De qualquer maneira, o tempo passa a fugir.



Offline PSH72

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Jan 2017
  • Mensagens: 1518
  • Localidade: Odivelas
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Xmax 300
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #16 em: 16 de Novembro de 2020, 18:51 »
Todos nós temos electricidade em casa. Um restaurante que tenha parque de estacionamento pode facilmente montar pontos de carga (há de várias potências) o mesmo se passa nos centros comerciais,  mercados, estádios. Lá chegaremos.
Quando as pessoas começarem a preferir (por exemplo) um restaurante em vez de outro por dar essa facilidade aos seus clientes, vão ver que os postos de carga começam a aparecer em todo lado.
Nessa perspectiva é fácil encontrar electricidade.
Como ele diz na entrevista, deixar de ir a estações de serviço abriu um mundo novo de contactos com pessoas que de outra forma tinha passado ao lado. (tudo isto no minuto 6, mais ou menos)

Antevejo uma mudança mais rápida do que esperamos. De qualquer maneira, o tempo passa a fugir.

Sim ele disse isso, mas a realidade não vai ser essa, por exemplo nem todos os restaurantes têm parque de estacionamento, os que têm de certeza que não vão ter 10 ou mais postos de abastecimento elétricos porque é um investimento muito grande, e os que chegarem primeiro para almoçar ou jantar e meterem a carregar não vão a meio tirar o carro para dar oportunidade a outro ( talvez noutro pais o fizesse mas poucos serão assim, se para estacionar não respeitam quanto mais para retirar o veiculo para o outro dar carga), em relação a todas as casas terem eletricidade isso tb resulta para os que vivam até um R/C não estou haver eu comprar uma extensão do 6 andar ate a rua  ;D

Na viagem que eles fizeram foi instalado por uma empresa postos de abastecimentos elétricos que ficaram lá já para de futuro e foi instalado um sistema de carga nas pickups elétricas para poderem carregar as harleys, é óbvio com os anos irá haver mais postos espalhados pelo mundo inteiro mas até lá vai demorar muitos, mas muitos anos.

Mas atenção para quem tenha possibilidade de deixar a carregar durante a noite ai terá muitas vantagens em optar para elétrico, quem não tiver ou levanta-se mais cedo para por à carga num posto de carga ou sujeita-se a passar umas horas à espera se tiver gente à frente, já para abastecer nas bombas as vezes é o que é quanto mais estar 30 min ou mais para atestar umas baterias.
« Última modificação: 16 de Novembro de 2020, 20:44 por PSH72 »

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 2961
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #17 em: 16 de Novembro de 2020, 20:41 »
O truque das HD eléctricas no Long Way Up chama-se Rivian.
As HD nunca fariam aquilo sem esse backup
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #18 em: 16 de Novembro de 2020, 22:11 »
É uma questão de adaptação, de início estranha se depois entrenha se..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Élio

  • Moderador Global
  • MaxiScootard Júnior
  • *****
  • Join Date: Jan 2019
  • Mensagens: 411
  • Localidade: Lisboa
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: V-Strom DL 650 XT
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #19 em: 17 de Novembro de 2020, 15:49 »
O truque das HD eléctricas no Long Way Up chama-se Rivian.
As HD nunca fariam aquilo sem esse backup
Sim mas os RIVIAN também eram protótipos elétricos.
A única que não era elétrica era a do Camara que ia com eles e que desta vez nem apareceu, ou quase nunca apareceu.
A máquina apareceu quando a HD do Ewan se avariou devido a um upgrade de software.

Edit:
Ficaria muito mais confortável se aparecessem hibridas.
Ainda acredito que para já, será o melhor de 2 mundos.
« Última modificação: 17 de Novembro de 2020, 15:51 por Élio »


O limite é apenas uma fronteira criada pela sua própria mente.

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #20 em: 17 de Novembro de 2020, 19:34 »
Sim mas os RIVIAN também eram protótipos elétricos.
A única que não era elétrica era a do Camara que ia com eles e que desta vez nem apareceu, ou quase nunca apareceu.
A máquina apareceu quando a HD do Ewan se avariou devido a um upgrade de software.

Edit:
Ficaria muito mais confortável se aparecessem hibridas.
Ainda acredito que para já, será o melhor de 2 mundos.

Concordo, uma híbrida era uma ideia que também me agradava..
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline moto2cool

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 2961
  • Localidade: Porto
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: VStrom 650
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #21 em: 17 de Novembro de 2020, 20:02 »
Híbrida significa ter os dois sistemas, uma mota não tem  espaço para meter muitas coisas.
Veremos o que o mercado vai oferecer mas parece um salto da combustão para o eléctrico sem soluções intermediárias
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline davidsantos

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 3045
  • Localidade: sintra
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Uma Tmax hibrida?
« Responder #22 em: 17 de Novembro de 2020, 20:23 »
Talvez nas scooters apareçam umas propostas, agora nas motas também não estou a ver espaço para isso..  _pensador_
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018