Autor Tópico: [White Sat 125cc]  (Lida 3709 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Ferro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2011
  • Mensagens: 1536
  • Localidade: Sobreda - Almada
  • Sexo: Masculino
  • Membro CPM nº2
  • Marca: Honda
  • Modelo: SW-T400 ABS
[White Sat 125cc]
« em: 27 de Março de 2010, 23:38 »


A série Satelis Black Sat com compressor volumétrico já é do conhecimento geral.
Agora a Peugeot apresenta uma nova versão, mais atrevida: a White Sat. A scooter com mais binário das 125 cm3, vestida de branco e adornada com duas listas cinza, faz-nos (re)entrar no mundo desportivo da marca do Leão.
Não são muitos os fabricantes que conseguem competir no mercado automóvel e nas duas rodas. Duas classes de veículos para dois universos diferentes, pensarão alguns... Não necessariamente, respondem para os lados de Sochaux, terra natal da marca Peugeot.
Reconhecendo que os utilizadores de 125 cm3, são principalmente os automobilistas, a marca criou uma prática GT, a Satelis, cujo projecto incorpora os códigos estilísticos dos automóveis que possuem um leão cromado na grelha.
Em termos de prazer de condução, esta White Sat, como muitas topo de gama, tem um motor de 15 cv. No entanto, poucas são capazes de reivindicar um binário máximo de 1,6 m.daN, que, aliás, aparece muito mais cedo do que na concorrência. Segundo o fabricante, será mesmo capaz de cobrir uma distância de 100 m em menos de 8 segundos.


O que caracteriza a White Sat:
  • rodas;
  • motor;
  • carenagens supercharger e identificação branca "WS";
  • estofos em pele com costura vermelha.


O equipamento é muito bom. O quadrante é construído em torno de 3 mostradores com fundo branco acentuado por cintas cromadas. Entre o velocímetro à esquerda e o conta-rotações à direita, surge um mostrador digital que  fornece diversas informações (incluindo a temperatura exterior). A máquina possui vários espaços frontais para armazenamento de objectos, que são úteis pois a presença do sistema de supercharger requer o amplo espaço anteriormente disponível sob o assento que aqui é reduzido a metade.



Motor: monocilíndrico a 4 tempos, 124,8 cm3, refrigerado por liquído, injecção electrónica, sobrealimentado por compressor, transmissão por correia, arranque eléctrico. K15: potência 15 hp. (11 kW) às 7 700 rpm, binário de 1,6 m.daN às 6 000 rpm.

Chassis: Duplo em aço tubular; garfo telescópico dia. 37 mm, amortecedores hidráulicos ajustáveis em 4 posições, travões: F disco diam: 260 mm / pinça de pistão duplo - T diam: 210 mm, pneu F 120/70 x 14 - T 140/60 x 13.

Ciclística: CxLxA 2152 mm x 765 mm x 784 mm, Distância entre eixos 1 500 mm, altura do assento 784 mm, depósito 13,5 litros, Peso seco 171 kg.

Desempenhos: velocidade máxima 124 kmh, Consumo Médio: 5,2 l/100 km, autonomia média de 250 km.



Fonte: http://www.scooter-station.com/Peugeot-White-Sat,1121.html?artpage=2-2

Traduzido e adaptado por
Amadeu Ferro/2010©
« Última modificação: 07 de Março de 2011, 15:56 por paufer »

Offline sacg

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jan 2010
  • Mensagens: 225
  • Localidade: Bobadela-Loures
  • Sexo: Masculino
  • sacg=Sérgio=Pombo
  • Marca: Aprilia
  • Modelo: Mana NA850
Re: Peugeot White Sat 125cc
« Responder #1 em: 28 de Março de 2010, 02:45 »
 Parece impressionante, os 15 cv devem estar com algum limitador porque julgo ser possivel tirar mais desta máquina.O problema maior de certeza vai ser o preço a pagar :'( , para mim ainda existe um outro que será o espaço debaixo do banco mas esse só vendo  _pensador_.De resto parece-me bem.
Os riscos ficam, a pele cresce.

Offline Ferro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2011
  • Mensagens: 1536
  • Localidade: Sobreda - Almada
  • Sexo: Masculino
  • Membro CPM nº2
  • Marca: Honda
  • Modelo: SW-T400 ABS
Re: Peugeot White Sat 125cc
« Responder #2 em: 28 de Março de 2010, 10:50 »
O problema maior de certeza vai ser o preço a pagar :'( , para mim ainda existe um outro que será o espaço debaixo do banco mas esse só vendo.


Quase de certeza que o espaço debaixo do banco vai ficar muito limitado pois é utilizado para colocar componentes do compressor. No caso da jet force compressor não existe mesmo espaço debaixo do banco...

Offline Paulo Varela

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Dez 2009
  • Mensagens: 1363
  • Localidade: Amadora
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Ducati
  • Modelo: Monster
Re: Peugeot White Sat 125cc
« Responder #3 em: 28 de Março de 2010, 11:28 »
Claramente para pessoas que beneficiem o comportamento.
Esta 125 é espectacular... Eu já tive a sorte de conduzir a Jet Force Compressor e, meus amigos... aquilo até assusta...
Deve deixar muitas 250 para trás em arranques... é incrivel!!!
Mas depois também o grande senão... consumos... não admito que uma mota beba mais que eu..  _Rolley_
Gilera Stalker 50 - Yamaha X-Max 125i - Yamaha Majesty 400 - Honda NC700X - Triumph Bonneville SE - Triumph Bonneville Street Twin - Ducati Monster


Offline Tourister

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jan 2010
  • Mensagens: 847
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Aprilia
  • Modelo: Scarabeo 500 Gt
Re: Peugeot White Sat 125cc
« Responder #4 em: 28 de Março de 2010, 19:53 »
Meus amigos, em relação a este motor, o mecânico do concessionário onde comprei a minha Sym só me disse o seguinte:

Não vale a pena pensar em 250cc, dado que esta Peugeot, sem limitador, tem quase as mesmas prestações.

Agora os consumos Upa Upa.
 
_pt_


 
Atentamente

Tourister

miguel de obidos

  • Visitante
Re: [White Sat 125cc]
« Responder #5 em: 29 de Março de 2010, 12:19 »
O compressor fica quase todo de lado do motor. O que reduz no compartimento de bagagem é um espaço muito reduzido por baixo do banco do condutor (mais ou menos o volume de um auto-radio para terem uma ideia). Isto porque já existe à mais de 2 anos a versão Satelis compressor que em termos mecânicos é exactamente igual, as diferenças entre modelos são puramente estéticas, no ano passado existia a BalckSat este ano a White...

Por isso não entendo o reduzir para metade do baú, eu já andei com uma Satelis compressor e em relação à minha só perdia um bocadinho numa zona no meio, talvez graças a isso em vez de arrumar dois capacetes integrais (e acreditem que os meus são grandes) possa ter que arrumar um integral e um jet, não experimentei.

Por outro lado a compressor só compensa se for para meio-encartados (125) porque de resto mais vale pelo mesmo preço comprar a versão 250cc. Para os críticos pode perder um bocadinho no arranque mas a 250 ganha mais em manter um velocidade elevada (acima dos 100) coisa que a compressor não o permite tão bem.
« Última modificação: 07 de Março de 2011, 15:57 por paufer »