Autor Tópico: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)  (Lida 48081 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I
Em primeiro lugar as velas. As velas são um dos componentes que geram maior controvérsia e onde existe demasiado marketing e pouca verdade… é uma área onde as modas contam muito e infelizmente a grande maioria das pessoas não consegue discernir a realidade. O formato da cabeça da vela pouca ou nenhuma influência tem no seu desempenho, em termos de performances. As velas com mais do que um pólo apenas são melhores porque divide o número de descargas pelos vários pólos e isso faz aumentar o tempo de vida útil da vela, mas a performance não melhora por causa disso. As velas que rompem com o design tradicional da cabeça (com um ou mais pólos sobrepostos ao eléctrodo), não trazem qualquer benefício em termos de performance, pelo menos que se note no mundo real (como por exemplo as velas sem pólos sobrepostos).

A grande diferença entre os vários tipos de velas é o material com que é feito o eléctrodo, a qualidade de construção, e a presença (ou não) de componentes restritivos para isolar interferências. Os materiais empregues no eléctrodo podem ser o cobre, platina, ouro, prata, nickel Iridium e o aço. Para os classificar deve usar-se uma regra simples (quando a performance é a prioridade, claro), o metal com maior nível de condutividade térmica e eléctrica é o melhor para utilizar no eléctrodo, porque permite fazer uma descarga maior, mais rápida, e mais intensa. Neste particular os números são claros, a prata tem os valores mais altos, seguida pelo cobre, depois o ouro, iridium  e por fim a platina (estando o nickel e o aço no fundo da tabela...).



Properties of Materials Used for Spark Plug Electrodes

Material / Thermal Conductivity W/(m•K) / Electrical Conductivity MS/m

Silver / 407 / 66

Copper / 384 / 57

Gold / 310 / 45

Iridium/ 147/18

Platinum / 70 / 10

Nickel / 59 / 10

Steel / 58 / 7

W/(m•K) = Energy per meter and Kelvin (1kcal/(m•h•grd) = 1.163 W/(m•K)
MS/m = Mega Siemens per meter (1S m/mm2 = 1MS/m), (1S = 1/3)




O que impressiona mais, é o facto da platina e o iridium ser referida no mundo do Tuning nacional como se fosse o melhor material que pode ser empregue em velas de rendimento, quando a realidade é exactamente o oposto, até as tradicionais velas de cobre suplantam o iridium/ platina (e por muito) em capacidade térmica / eléctrica! A platina e o iridium  é realmente excelente no que respeita a durabilidade e estabilidade da folga entre o pólo e o eléctrodo, mas em termos de performance é dos piores materiais, produzindo descargas eléctricas muito fracas.

Por outro lado, podemos observar que o material que tem melhores qualidades para as velas é a prata, e ainda tem o “bónus” de ter quase tanta resistência e durabilidade como a platina, e a prová-lo está o facto das velas de prata serem o equipamento de origem de grande parte dos carros de alta performance como alguns Porsche, BMW e Volkswagen, entre outros. Aliás, as velas de prata são até recomendadas para carros que funcionam a GPL, que por terem uma inflamação do combustível mais difícil precisam de velas mais eficazes na descarga…. Está tudo dito!

De qualquer forma, a clássica vela de cobre continua a ser do melhor que há em termos de performance, tendo apenas a desvantagem de ser necessário comprar velas novas regularmente para manter as suas excelentes propriedades.

Quanto à qualidade dos componentes, a única recomendação possível é que se abstenham de comprar velas de marcas duvidosas, que prometem mundos e fundos mas que na realidade são mais empresas de marketing do que de componentes eléctricos… O que parece ser razoável é apostar em marcas firmadas como a Nippon Denso, a NGK, a BOSCH ou a BERU. A razão é simples, cada vez mais os fabricantes de automóveis apostam no maior intervalo entre revisões dos motores como forma de aliciar os clientes, e se eles usam maioritariamente estas marcas é por alguma razão… E é também por isso que muitos carros usam velas de Platina/Iridium é apenas para durar mais tempo.

Fontes:
http://www.beru.com/english/produkte/zuendkerzen/platin.php
www.tuningpt.com
http://www.nology.com/silver.html
« Última modificação: 29 de Janeiro de 2011, 08:34 por nunompires »
[/URL]

Offline fozzie

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Dez 2009
  • Mensagens: 165
  • Localidade: Varge-Mondar / Albarraque
  • Sexo: Masculino
  • Nº 12
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 125 Evo


Excelente Post.

O que acho estranho é considerarem as velas de cobre como 'as clássicas' quando eu sempre vi como 'clássicas' as de aço.

Não basta ver que um jardim é belo, sem ter de acreditar que lá no fundo também esconde fadas?

Offline Pardal

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Dez 2009
  • Mensagens: 1223
  • Localidade: Cacém
  • Sexo: Masculino
  • CPM nº18
  • Marca: SUZUKI
  • Modelo: BURGMAN 650
 _palmas_ _palmas_ _palmas_ ....Bom Post.... _palmas_ _palmas_ _palmas_
XMax250-Out08>Abr10=32.000Km;Majesty400-Abr10>atual=132.350KM;Burgman 650-Out16=4100 km

bttist@

  • Visitante
 _palmas_ Exelente  _palmas_

Obrigado já fiquei a saber mais algumas coisas! _pol_

Offline Ferro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2011
  • Mensagens: 1566
  • Localidade: Sobreda - Almada
  • Sexo: Masculino
  • Membro CPM nº2
  • Marca: Honda
  • Modelo: SW-T400 ABS
Bom tópico...


Aqui fica um complemento:



A peça amarela no esquema é o eléctrodo que pode ser de prata, cobre, etc...





Velas com eléctrodo em prata...



Velas com eléctrodo em iridium.




Velas de faísca dupla.

Chinaboy911

  • Visitante
Muito bom... Mas tenho uma duvida..quanto melhor for a vela (a nível de performance) maior será o consumo?

Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I

Excelente Post.

O que acho estranho é considerarem as velas de cobre como 'as clássicas' quando eu sempre vi como 'clássicas' as de aço.

E tens razão a uns bons anos atrás as clássicas eram as de aço. Hoje em dia com a massificação da produção das velas de cobre, passam a ser estas as clássicas.
Falta referir que velas em prata ou silver, todas as marcas tem, mas só para modelos específicos! Não vem nos catálogos da Beru, Bosh, NGK.
Lembro-me a um par de anos, ter que andar a trocar email's com a Bosh na Alemanha, para eles me arranjarem velas com eléctrodo  em prata para o carro que tinha a GPL. 5 dias  com troca de email's e lá me arranjaram a referencia da vela que se adaptava ao carro em questão, que a própria Bosh portuguesa dizia que não havia...
 _Rolley_
« Última modificação: 30 de Janeiro de 2011, 09:11 por nunompires »
[/URL]

Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I
Muito bom... Mas tenho uma duvida..quanto melhor for a vela (a nível de performance) maior será o consumo?

Não, pelo contrário, irás ter mais uma descarga eléctrica maior a nível dos pólos, que por sua vez irá dar uma chispa/faísca maior, isto irá provocar uma melhor queima da mistura Ar/Gasolina.
Logo terás, melhor queima, menos gases nocivos, mais potencia, menor consumo.

Isto porque a quantidade de Ar/Gasolina, admitido em cada ciclo do motor é igual, só a queima é que se torna mais eficiente.

Depois existem outras coisas, como cabos das velas (diâmetro, material usado na construção), e CDI's com mais poder de discarga, que podem melhorar ainda mais estes valores. _pol_

Mas isso fica para outro tópico.: P
[/URL]

Chinaboy911

  • Visitante
Muito obrigado pelo esclarecimento  _pol_

A pequena PCX já vem com uma de cobre.. Se calhar uma de prata não compensava..

Já agora, esse conhecimento todo vem de curiosidade tua ou é a tua área?

Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #9 em: 05 de Fevereiro de 2011, 20:47 »
Isto deveu-se já a ter tido um carro a GPL, e como sabia da existencia de velas de prata,,,,, um dia destes tive uma discussão amigavel com o meu mecanico, fui pesquizar, e aproveitei os dados que obtive postei aqui.
Também dei com outras curiosidades, as velas de iridium da denso, são uma mistura de iridium e prata, nas velas de iridium para diminuirem a resistencia a passagem da corrente electrica, os fabricantes fazem o electrodo mais fino, mais fino=menos resistencia a passagem electrica, não pondo em causa a fiabilidade das mesmas, pois o iridium e mais resistente.
Isto é só truques. ;D ;)
[/URL]

nunoneiva

  • Visitante
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #10 em: 24 de Fevereiro de 2012, 14:02 »
... mais fino=menos resistencia a passagem electrica

Boas nunompires,

Estava a ler este excelente tópico e reparei nesta imprecisão.

Mais fino = mais resistência à passagem eléctrica. Quanto maior é a secção num condutor, menor é a sua resistência eléctrica.

Cump.


Offline Branco

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Fev 2011
  • Mensagens: 891
  • Localidade: Vila Franca de Xira
  • Sexo: Masculino
  • Tenha uma vida equilibrada, ande em duas rodas.
  • Marca: HONDA
  • Modelo: NC 750X ABS DCT
Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #11 em: 24 de Fevereiro de 2012, 14:14 »
Boa tarde

Passei por aqui (por este post) por acaso e adorei.

Cada vez me convenço mais que os materiais que equipam de origem as nossas maxis, são os melhores, quanto mais transformações, mais dinheiro deitado fora.

Peças de origem, manutenção, gasolina e punho enrrolado é o que elas querem.
Júlio Branco

HONDA NC 750X ABS DCT

pedroareias

  • Visitante
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #12 em: 24 de Fevereiro de 2012, 16:02 »
Substituir uma vela normal por uma de Iridium não se pode classificar de "transformação".

Comprei a minha no Ebay e ficou por 12 Euros, salvo erro.

As novas NC700 não trarão já velas de Iridium de origem?

E sobre o "material de origem" também é um mito. Já viram nas motos o que é "origem"? Na minha scooter há material Chinês, Italiano, etc.

Se olharem para uma KTM observam que o material é fornecido por marcas que de outra forma se classificariam como "transformação", por exemplo amortecedores WP.

Se disserem que vão meter um Variador "tuning" começo a ficar com dúvidas se não será danoso para os restantes componentes.

Se me disserem que vão alterar o quadro da moto ou então baixar a culassa, aí aviso que pode ser má ideia.

Se disserem que vão alterar as jantes ou a caixa então aí é de certeza má ideia.


Agora meter um filtro de ar, uma vela ou até a panela de escape? Isso são umas cócegas ao "material de origem" e não faz mal nenhum.

É só "teóricos" da Mecânica...
« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2012, 16:04 por pedroareias »

Offline DIN

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Dez 2017
  • Mensagens: 203
Boas!
Excelente informação, fiquei muito esclarecido sobre a matéria. _pol_
A Kymco recomenda a CR7E da NGK para a DT125, mas não faço ideia de que material será feita.
Vai fazer a revisão dos 10.000km com a substituição da mesma. Não é que desconfie do concessionário, mas sou eu quem compra e a vai substituir... assim tenho a certeza que não será por aí colocada uma "traficada" qualquer.
Só em jeito de curiosidade, tive um carro a gasolina (Opel Astra 1.4) que andava nas "mãos" da minha mulher, quando dei conta as mesmas tinham 110.000km! Tenho pena de não ter tirado fotos para mostrar o estado miserável em que estavam... mas ainda andava!
Cumprimentos!

Busas

  • Visitante
boas,

iridium até na target se nota as melhorias a olhos vistos...

quanto melhor a queima melhor desempenho em qualquer motor.

No entanto resulta melhor optimizando todos os elementos que compoem a combustão... _Rolley_

abraços!

pjvreis

  • Visitante
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #15 em: 25 de Novembro de 2012, 16:20 »
Quem diria! Mais um que andava enganado com as velas Iridium  _pensador_

Offline dinis espadinha

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Ago 2011
  • Mensagens: 970
  • Localidade: ponte de sor
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Honda Integra 750
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #16 em: 25 de Novembro de 2012, 18:36 »
Mais um bom post do Nuno, estamos sempre a aprender, abraço.  scooter_ _slb_
Alcança quem não cansa
Cumprimentos Dinis.

Carreta

  • Visitante
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #17 em: 24 de Fevereiro de 2013, 09:42 »
Resumindo para um utilizador como eu que queira comprar uma vela optaria pelas prata?iridium?"clássicas"?  _pensador_

E preços?

Já agora muito bom post  _palmas_

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12397
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: DN-01 - " O Tubarão"
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #18 em: 24 de Fevereiro de 2013, 10:24 »
Não sendo nenhum expert na matéria....julgo que optaria pelas de iridium. Isto naturalmente baseado no que tenho ouvido por parte dos mecânicos onde vou desde 2010 (concessionário oficial Honda).

Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #19 em: 24 de Fevereiro de 2013, 18:27 »
As velas de iridium não são 100% em iridium, para aumentar a sua capacidade condutiva  foi necessário juntar-lhe materiais nobres!
A sua maior resistência vem do iridium, a sua maior capacidade condutiva vem dos materiais nobres que lhe foram introduzidos. ;) Isto depois pode depender de marca para marca, consoante a % que lhe juntaram. (não sei se me fiz entender.........)
As velas em prata deixaram de ser quase totalmente comercializadas devido ao seu preço.




Abraço

« Última modificação: 24 de Fevereiro de 2013, 18:28 por nunompires »
[/URL]

Offline pneto

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2012
  • Mensagens: 295
  • Localidade: Alverca
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Sym
  • Modelo: GTS 300i EVO
Re: Velas, toda a controvérsia (Cobre, Platina, Ouro, Prata, Nickel, Iridium, Aço)
« Responder #20 em: 24 de Fevereiro de 2013, 23:30 »
Post ao melhor nivel do Nuno.
Excelente...

Continua que o pessoal gosta e agradece.

Sent from my Optimus_Madrid using Tapatalk 2


Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I
Para verem como tudo é uma questão de muita publicidade, não é que a NGK meteu ca fora umas velas novas de platina?

http://www.ngksparkplugs.com/products/spark_plugs/gpower.asp


E pronto toca o pessoal todo a  trocar pelas novas velas, a pensar que ganham muitos cavalinhos...... _lol_
[/URL]

Offline JPA

  • Provedor
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 788
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Coloquei uma NGK Iridium, e estou satisfeito com a mudança. O motor está muito certinho, e responde melhor...

Após cerca de 1 mês de pausa, e com baixa carga de bateria, foi uma surpresa o motor acordar com relativa facilidade ao dar o arranque.

Agora com a bateria já normalizada, noto uma enorme facilidade no start a frio. Será fator psicológico?

Um abraço
Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM

Offline nunompires

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2010
  • Mensagens: 1146
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 250 I
Coloquei uma NGK Iridium, e estou satisfeito com a mudança. O motor está muito certinho, e responde melhor...

Após cerca de 1 mês de pausa, e com baixa carga de bateria, foi uma surpresa o motor acordar com relativa facilidade ao dar o arranque.

Agora com a bateria já normalizada, noto uma enorme facilidade no start a frio. Será fator psicológico?

Um abraço


Ok eu tenho que tirar o pano.

Estas a ver isto?


Properties of Materials Used for Spark Plug Electrodes

Material / Thermal Conductivity W/(m•K) / Electrical Conductivity MS/m

Silver / 407 / 66

Copper / 384 / 57

Gold / 310 / 45

Iridium/ 147/18

Platinum / 70 / 10

Nickel / 59 / 10

Steel / 58 / 7

W/(m•K) = Energy per meter and Kelvin (1kcal/(m•h•grd) = 1.163 W/(m•K)
MS/m = Mega Siemens per meter (1S m/mm2 = 1MS/m), (1S = 1/3)


Ok, sabes onde existe a distinção entre as de iridium e as normais?

Num único ponto.




Ou seja os eléctrodos que estão a mostra, e sofrem dentro do motor nas velas ditas de cobre são nada mais do que Nikel. Nikel é pior condutor que o Iridium. (basta veres a tabela de cima).
La dentro é tudo cobre, agora depende do cobre........................
Não sei o preço do Iridium, mas sei que  o nikel é bastante caro. Sei que o preço da platina esta acima do Iridium e a prata que é melhor condutora e é quase tão resistente esta cerca de 4 vezes mais barata.......
Quando digo que é tudo uma questão de publicidade, realmente é, pois estas a pagar o dobro por uma vela, que só tem uma coisinha em Iridium..................


Abraço


« Última modificação: 15 de Março de 2013, 01:57 por nunompires »
[/URL]

Offline ZeTaurus

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Ago 2012
  • Mensagens: 319
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: apeado
Companheiro nunupires:

Sei pelas mensagens que tenho lido de ti que és um profundo conhecedor e entusiasta do mundo da mecânica e tudo o que "gira à sua volta".
Neste tópico, falas de velas de ignição (vários tipos e marcas)…mas por acaso conheces as velas Brisk?

Para a maioria dos membros esta marca é "quase desconhecida". São caras, é verdade, mas a diferença é enorme. Usava as ngk iridium, mas por aconselhamento dum mecânico amigo resolvi trocar para experimentar.
A resposta, o power, a duração delas… _pol_ . Posso-te dizer que fiz mais de 60.000 kms na boa, (a marca garante 100.000 kms) sem trocar nas revisões intermédias. E o conceito da sua construção é "do outro mundo". E há para scooters… _lool_

Abraços _convivio_