Autor Tópico: Scooter 125cc - compensa financeiramente?  (Lida 1131 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline lugox

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Mar 2019
  • Mensagens: 2
  • Localidade: Torres Vedras
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« em: 15 de Março de 2019, 16:14 »
Boa tarde a todos e obrigado por me acolherem neste espaço.
Primeiro post e vou tentar cumprir as regras. Algo indevido, as minhas desculpas antecipadas.

Desde a semana passada que ando aqui a devorar tópicos, porque comecei a ponderar uma scooter como alternativa ao quatro rodas, para poupar algum dinheiro e tempo. Este tópico tem origem exactamente atendendo à primeira.

Apenas possuo carta de condução das categorias B e provavelmente tão breve não pensarei em obter a categoria apropriada para cilindradas superiores à 125cc.

Informação talvez relevante:

> Utilização e tipo de percurso:
- Deslocação 32,5Km x 2 (ida e volta), em estrada nacional, com uma pequena incursão na periferia de uma cidade, 5x/semana, com tempo agradável/bom;

Considera-se o sentido casa > trabalho:
Ida: primeira metade do percurso, plano, com pendura. Na metade final do percurso, com inclinações acentuadas, a solo (se entretanto conseguir colocarei gráfico).
Volta: o inverso

Piso/tráfego:
Primeira metade: bom/intenso e fluído;
Segunda metade: mau/intenso e por vezes lento (camiões e alguns tractores agrícolas)

> Principais preocupações:
- Segurança nas viagens (ventos, estabilidade, travagem);
- Poupança.   

> Necessidades "especiais":
- Passível de condução com carta categoria B;
- Compartimento de bagagem para algumas compras de supermercado;
   
Do que tenho lido, já "filtrei" os modelos a: Yamaha Xmax, Honda Forza, Sym GTS(i), Kymco Grand Dink e eventualmente Daelim S3. Em 2ª. mão. Outras sugestões serão bem vindas.
Maior probabilidade para a Honda e a Sym, já que tenho representante e oficina em caminho. A Kymco também tenho perto mas terei de me deslocar e ficar apeado.

Antes de me perguntarem quanto tenho para despender e para ir experimentar...

> Dúvidas (que deram origem a este testamento):
- Atendendo aos Kms diários, planos de manutenção: à média dos 5000Kms para óleo/filtros e aos 12000Kms para mudança da correia, sem considerar outras surpresas, compensará monetariamente uma aquisição deste género?;

- Colocando, apenas hipoteticamente, a manutenção em segundo plano, que número de Kms se podem considerar viáveis em termos económicos para adquirir máquinas em 2ª. mão?
   
NOTAS:
- Características dos animais: média de 1,68m e 60Kg de peso;
- Actualmente este percurso é efectuado num veículo a gasóleo, consumo médio de 7L;
- Considerando tempo agradável/bom, aproximadamente 8 meses, 12000Kms ano;
- Não percebo nada de mecânica.

Desculpem o extensão do texto e agradeço antecipadamente a colaboração de todos.

Offline proune750

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jan 2019
  • Mensagens: 57
  • Localidade: Mafra
  • Sexo: Masculino
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #1 em: 15 de Março de 2019, 18:09 »
Boas
Pela minha experiência compensa
E muito

Já tive várias motas, até cb500 que já é uma mota que até não gasta muito 4/4.5lt 100km.

E a scooter compensa sempre.

Para esse trajecto e km recomendava uma 300. (As mais económicas Xmax e Forza)

Mas visto não teres carta de mota dentro das 125 também recomendo a mesma coisa Xmax ou Forza.

São mais confortáveis e das mais económicas.

A minha forza no percurso de 25km para cada lado diários onde apanho subidas e descidas está a gastar 2.3lt/100km

Sem contar com as outras despesas selo seguro manutenção. Sempre muito econômico.

Espero ter ajudado se houver mais dúvidas apita.

Mi A2 - Tapatalk

Honda NSR 125-02/ Honda CBR 600F-00/ Suzuki GSX-R 750 K8/ Suzuki GSR 600 k9/ Honda CB500/ Honda PCX 125- 15/ Honda Forza 125- 18( actual).

Offline nsaraiva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2018
  • Mensagens: 57
  • Localidade: Sintra
  • Sexo: Masculino
  • Amar, viver e ser feliz
  • Marca: Sym
  • Modelo: Jet14
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #2 em: 15 de Março de 2019, 19:10 »
Nuno Saraiva
_______________________
Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.
(Confúcio)

Offline moto2cool

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 2327
  • Localidade: Porto
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV 650 A
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #3 em: 16 de Março de 2019, 19:00 »
A compensação económica é muito duvidosa, atendendo à diferença de preço do gasoleo, ao seguro, aos pneus, às revisões.
Depende muito do preço que pagares pela scooter mas provavelmente não vais poupar.
Mas se juntares o tempo poupado na parte com engarrafamento vale a pena de certeza :)
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki VStrom 650
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline proune750

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jan 2019
  • Mensagens: 57
  • Localidade: Mafra
  • Sexo: Masculino
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #4 em: 16 de Março de 2019, 20:25 »
Pela minha experiência se compararmos com outro tipo de mota o que se vai poupar é mais no tempo de deslocação,

Mas se falarmos em motas até 300cc
Acho que poupas.

Selo não pagas
Manutenção mais barata
Consumos entre os 2 a 3lt aos 100km

Eu noto bem a diferença quando vou de carro ( que é um diesel gasta entre 4 e5lt)

Que gasto mais.

Mas cada um deve fazer as suas contas.

Mi A2 - Tapatalk

Honda NSR 125-02/ Honda CBR 600F-00/ Suzuki GSX-R 750 K8/ Suzuki GSR 600 k9/ Honda CB500/ Honda PCX 125- 15/ Honda Forza 125- 18( actual).

Offline António Teles

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Ago 2012
  • Mensagens: 929
  • Localidade: Loures
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Aprilia
  • Modelo: Mana 850
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #5 em: 17 de Março de 2019, 06:38 »
E quanto tempo demoras a fazer esses 32,5km?
Se for parado em fila, compra scoter! Se fores em caminho desimpedido sempre a andar, não compres! Poupa-te. Vai-te faltar o ar condicionado no Verão assim como a protecção da carroçaria no Inverno.
Se os dois estiverem dispostos a dar umas passeatas de scooter tendo prazer nisso e depois em alguns dias seguirem para o emprego de Scooter, compra!
Depois de isto tudo, por certo já viste que no meu ponto de vista não servem para economizar em dinheiro, mas é, e por enquanto em tempo.
Depois vem o prazer, o gosto, a alegria................., também tem contras.
Atenção aos radares! Eles andem aí!

Offline EML

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2018
  • Mensagens: 133
  • Localidade: Porto
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Sym
  • Modelo: Symphony 125 ST
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #6 em: 17 de Março de 2019, 22:01 »
No meu caso a scooter representa poupança porque evitei a compra de mais um carro para a família. Li num jornal que um carro utilitário representa um gasto mensal de cerca de 300 euros. _Rolley_
Uma 125 representa um pequeno investimento inicial comparado com um carro e tem consumo, seguro e manutenção mais em conta.
Boas curvas!  scooter_
Sym SymphonY 125 ST (8/2018) - 2,69 l/100 km (5282 Km)

Offline Paulo Renato Ferreira

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jan 2012
  • Mensagens: 1313
  • Localidade: Vila Franca do Rosário
  • Sexo: Masculino
  • "Não há duas, sem três..."
  • Marca: Piaggio
  • Modelo: X10
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #7 em: 18 de Março de 2019, 07:14 »
Companheiro

Na minha modesta opinião, vou indicar-te alguns factores de ponderação a ter em conta quanto à tua decisão final:

A favor da scooter (mais barato que o automóvel):
   - Investimento inicial (aqui depende do tipo de carro e do tipo de scooter)
   - Seguro mais barato
   - IUC (se for 125 cm3 - não paga)
   - Estacionamentos diversos
   - Portagens: com Via verde tens um desconto de 30% nas portagens, excepto na Ponte Vasco da Gama e nas Scuts)
   - Consumo: em princípio, mais baixo que um automóvel

Contra a scooter:
   - Manutenção/Revisões: no caso das Sym GTS (que são as que conheço) revisões a cada 6.000 Kms com mudança de óleo intercalar a cada 3.000 Kms), no automóvel revisões de 20.000 em 20.000 kms.
   - Revisão maior com mudança de correia e roletes cada 12.000 Kms
   - Duração dos pneus: em condições normais, duram muito menos que no automóvel
   - Equipamento: que reforça a segurança passiva (capacete, blusão, luvas, calças, impermeáveis, botas...) no carro não precisas nada disso

Depois disto faz as contas e certamente chegas à conclusão que quem compra uma scooter não vai poupar nada em termos meramente económicos aquilo que na verdade poupas, sobretudo em ambientes citadinos é o tempo e a chatice de procurar lugar para estacionar, de resto...

Mas há um aspecto que não é economicamente calculável, que é o prazer de andar de duas rodas.

Agora a opção é tua, votos de uma boa decisão, seja ela qual for...

Um abraço
« Última modificação: 18 de Março de 2019, 07:17 por Paulo Renato Ferreira »

Offline galaio.silva

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Out 2018
  • Mensagens: 24
  • Localidade: Fernão Ferro
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tricity 125cc
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #8 em: 18 de Março de 2019, 11:06 »
Se fôr para substituir na integra o carro, ou para evitar o desgaste de um carro, penso que em termos de custos poderás ganhar alguma coisa muito a longo prazo. Se fôr para andar de mota porque gasta menos, repara que vais ter de a comprar e só aí nos custos já levarás algum tempo para a pagar.
Eu comprei uma faz 5 meses, faço 70 km diários, só neste período já fiz uma manutenção. O que vejo aqui de ganho é o tempo que demoro para o trabalho, visto que contorno o trânsito da A2 e A5 (infrator aqui  :)), no entanto exposto a todos os perigos que estão associados a andar em cima de uma mota. O prazer também compensa...

Offline ruicosta

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jun 2017
  • Mensagens: 281
  • Localidade: Tomar
  • Sexo: Masculino
  • Procura-se kit de unhas...
  • Marca: Sym
  • Modelo: GTS 125 EVO
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #9 em: 18 de Março de 2019, 12:07 »
Bom dia, anda a fazer as mesmas contas que eu fiz em Julho de 2017.
Poupar ou não depende muito de vários factores.

Para mim ainda não compensou mas se tiver sorte com a "rodinhas" vai compensar e muito.
Dou-lhe o meu exemplo.Em 2014 decidi trocar de carro e necessitava de um carro espaçoso, carrinha, monovolume ou SUV. Por questões financeiras, preço mais baixo, optei por carrinha.
Para os muitos km's que ia fazer tinha 3 opções: comprar a gasóleo (caro), comprar a gasolina e com a diferença de preço colocar a GPL ou comprar a gasolina e com a diferença de preço comprar mota 125.

Por diversas questões acabei por não comprar logo a mota e só em 2017 a comprei.

A diferença de preço do carro, entre gasolina e gasóleo, deu para comprar a mota, todo o equipamento adicional e todas as manutenções de Julho de 2017 até agora.
Entenda-se :
Compra (usada)               Julho       2017    2100€
Seguro 2017                  Julho       2017      55€
Blusão (promoção)            Julho       2017      67€
Luvas verão                  Julho       2017      13€
Luvas Inverno                Setembro    2017      30€
Oleos Motul                  Setembro    2017      33€
Capacete modular Lidl        Outubro     2017      30€
Viseira Capacete integral    Outubro     2017      15€
Pneus Michellin              Novembro    2017     123€
Cobre-pernas                 Dezembro    2017      50€
Luvas Verão                  Maio        2018      16€
Aparafusadora Impacto        Abril       2018      30€
Seguro 2018                  Julho       2018      60€
Vela                         Outubro     2018       6€
Venda Pneu antigo            Novembro    2018     -22€
Seguro 2019                  Janeiro     2019      60€
Suporte Top Case Givi        Fevereiro   2019      15€
Filtro de ar                 Março       2019    14,5€


Está aqui um total de cerca de 2700€ de investimento que inclui ainda a compra de um suporte Givi usado para a TopCase e ferramenta que de qualquer modo iria comprar para manutenção dos carros.
Comprei uma Sym GTS 125 usada com 17400km, num concessionário e o capacete integral veio de oferta bem como um check-up à mota após os meus primeiros 3000km's.

De Julho até agora poupei em estacionamento, portagens e combustível +-1015€, em relação a circular com o carro. E mais cerca de 350€ em tabaco.
Não consegui poupar mais porque a minha cara metade tem um trauma de um acidente de mota e recusa-se a andar de mota e assim todas as viagens a dois são com o carro.
Também em 2018, em Novembro, deixei de andar de mota porque ele fugia por todo o lado (pneu traseiro) e a seguir tive uma tendinite que me impediu de circular até Março.
Fiz até ao momento 10500km com a mota.

Mudança de vela, óleo e filtros feita em casa, se quiser poupar vai ter de seguir esta via. Ainda vou ser também eu a mudar a correia

Para mim está a compensar e muito porque:

  • quero manter o carro muitos anos e por isso, quando chegar ao momento de o vender, a diferença de valor entre gasolina e gasóleo já não é assim tão alta;
  • assim também terei poupado muitos km's ao carro diminuindo um pouco a sua desvalorização;
  • porque também quero manter a mota muitos anos e só ponderarei trocar quando amortizar completamente esta, além de que estas motas não têm uma desvalorização tão acentuada como os carros;
  • eu tinha o péssimo hábito de fumar no carro durante as viagens e isso representava 4 cigarros por dia (1€ por dia) e na mota não fumo;
  • só em tabaco e estacionamento das viagens trabalho-casa-trabalho poupava 44€ por mês, agora menos porque mudei de trabalho e já não pago estacionamento.

Financeiramente, para compensar a mota, em minha opinião:
  • terá de fazer o máximo possível de manutenções em casa;
  • circular o máximo possível de mota;
  • escolher muito bem os momentos em que compra os diversos equipamentos e ferramentas, aproveitando as promoções.

Por exemplo, olhando aqui para os meus gastos, feitos a aproveitar promoções e descontos, veja quanto terá de investir na mota, equipamentos, ferramenta e consumíveis e não se esqueça que no seu caso tem de contar com equipamentos para dois.

Quanto irá poupar em combustível, estacionamento, portagens, manutenção do carro e desvalorização do mesmo.
Não estou aqui a contabilizar o dinheiro que, do dinheiro que investi só na compra da mota (2100€), ainda recupero algum quando a vender.

Por fim, não contabilizo o tempo que poupo em viagens porque no caso dos percursos que faço a diferença é irrisória mas posso-lhe dizer que em alguns dias significou não perder o comboio e assim ter uma melhor avaliação no emprego.

Faça bem as contas e qualquer dúvida que tenha apite.
Se quiser, opinião minha, use também o nosso grupo do facebook onde é possível discutirmos de forma mais rápida e interactiva para qualquer dúvida que tenha.


Offline fastnet

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 2214
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: honda
  • Modelo: cbf 125
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #10 em: 18 de Março de 2019, 12:08 »
Companheiro, conforme dá para ler pelas muitas contribuições no post, cada caso é um caso.
E é com base no TEU caso que deverás avaliar a aquisição da scooter.
Se para uns será claramente vantajoso (no plano financeiramente) para outros nem tanto.

Terás o investimento inicial, seguro e equipamento para 2 pessoas.
A custo de manutenção do veiculo tem algum peso e, consoante a marca, poderá ter um plano mais ou menos amigo do bolso do proprietário.
Provavelmente a compensação que esperas será bem menor que as tuas expetativas.

Por outro lado ao utilizares a scooter vais diminuir a utilização do automóvel, ou de lhe dares outra utilização.

Terás de ponderar os prós e contras para a tua utilização.

Boa escolha  _pol_
Sym Symphony 125s, Honda S-Wing 125, Bmw f650 funduro, Honda cbf 125
Honda pcx, a sair da casca Spritmonitor.de" border="0
CB500s, a tímida

Offline ruicosta

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jun 2017
  • Mensagens: 281
  • Localidade: Tomar
  • Sexo: Masculino
  • Procura-se kit de unhas...
  • Marca: Sym
  • Modelo: GTS 125 EVO
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #11 em: 18 de Março de 2019, 12:20 »
Bom dia, anda a fazer as mesmas contas que eu fiz em Julho de 2017.
Poupar ou não depende muito de vários factores.

Para mim ainda não compensou mas se tiver sorte com a "rodinhas" vai compensar e muito.
Dou-lhe o meu exemplo.Em 2014 decidi trocar de carro e necessitava de um carro espaçoso, carrinha, monovolume ou SUV. Por questões financeiras, preço mais baixo, optei por carrinha.
Para os muitos km's que ia fazer tinha 3 opções: comprar a gasóleo (caro), comprar a gasolina e com a diferença de preço colocar a GPL ou comprar a gasolina e com a diferença de preço comprar mota 125.

Por diversas questões acabei por não comprar logo a mota e só em 2017 a comprei.

A diferença de preço do carro, entre gasolina e gasóleo, deu para comprar a mota, todo o equipamento adicional e todas as manutenções de Julho de 2017 até agora.
Entenda-se :
Compra (usada)               Julho       2017    2100€
Seguro 2017                  Julho       2017      55€
Blusão (promoção)            Julho       2017      67€
Luvas verão                  Julho       2017      13€
Luvas Inverno                Setembro    2017      30€
Oleos Motul                  Setembro    2017      33€
Capacete modular Lidl        Outubro     2017      30€
Viseira Capacete integral    Outubro     2017      15€
Pneus Michellin              Novembro    2017     123€
Cobre-pernas                 Dezembro    2017      50€
Luvas Verão                  Maio        2018      16€
Aparafusadora Impacto        Abril       2018      30€
Seguro 2018                  Julho       2018      60€
Vela                         Outubro     2018       6€
Venda Pneu antigo            Novembro    2018     -22€
Seguro 2019                  Janeiro     2019      60€
Suporte Top Case Givi        Fevereiro   2019      15€
Filtro de ar                 Março       2019    14,5€


Está aqui um total de cerca de 2700€ de investimento que inclui ainda a compra de um suporte Givi usado para a TopCase e ferramenta que de qualquer modo iria comprar para manutenção dos carros.
Comprei uma Sym GTS 125 usada com 17400km, num concessionário e o capacete integral veio de oferta bem como um check-up à mota após os meus primeiros 3000km's.

De Julho até agora poupei em estacionamento, portagens e combustível +-1015€, em relação a circular com o carro. E mais cerca de 350€ em tabaco.
Não consegui poupar mais porque a minha cara metade tem um trauma de um acidente de mota e recusa-se a andar de mota e assim todas as viagens a dois são com o carro.
Também em 2018, em Novembro, deixei de andar de mota porque ele fugia por todo o lado (pneu traseiro) e a seguir tive uma tendinite que me impediu de circular até Março.
Fiz até ao momento 10500km com a mota.

Mudança de vela, óleo e filtros feita em casa, se quiser poupar vai ter de seguir esta via. Ainda vou ser também eu a mudar a correia

Para mim está a compensar e muito porque:

  • quero manter o carro muitos anos e por isso, quando chegar ao momento de o vender, a diferença de valor entre gasolina e gasóleo já não é assim tão alta;
  • assim também terei poupado muitos km's ao carro diminuindo um pouco a sua desvalorização;
  • porque também quero manter a mota muitos anos e só ponderarei trocar quando amortizar completamente esta, além de que estas motas não têm uma desvalorização tão acentuada como os carros;
  • eu tinha o péssimo hábito de fumar no carro durante as viagens e isso representava 4 cigarros por dia (1€ por dia) e na mota não fumo;
  • só em tabaco e estacionamento das viagens trabalho-casa-trabalho poupava 44€ por mês, agora menos porque mudei de trabalho e já não pago estacionamento.

Financeiramente, para compensar a mota, em minha opinião:
  • terá de fazer o máximo possível de manutenções em casa;
  • circular o máximo possível de mota;
  • escolher muito bem os momentos em que compra os diversos equipamentos e ferramentas, aproveitando as promoções.

Por exemplo, olhando aqui para os meus gastos, feitos a aproveitar promoções e descontos, veja quanto terá de investir na mota, equipamentos, ferramenta e consumíveis e não se esqueça que no seu caso tem de contar com equipamentos para dois.

Quanto irá poupar em combustível, estacionamento, portagens, manutenção do carro e desvalorização do mesmo.
Não estou aqui a contabilizar o dinheiro que, do dinheiro que investi só na compra da mota (2100€), ainda recupero algum quando a vender.

Por fim, não contabilizo o tempo que poupo em viagens porque no caso dos percursos que faço a diferença é irrisória mas posso-lhe dizer que em alguns dias significou não perder o comboio e assim ter uma melhor avaliação no emprego.

Faça bem as contas e qualquer dúvida que tenha apite.
Se quiser, opinião minha, use também o nosso grupo do facebook onde é possível discutirmos de forma mais rápida e interactiva para qualquer dúvida que tenha.
Esqueci-me de dizer, em óleos e filtros, como sou eu que faço também nos carros, não encontro muita poupança, é irrisório.
No caso dos pneus, tendo em conta que cada pneu Michellin para o carro, sem ser dos mais caros, me fica em 130€, e os da frente não duram muito, aí sim poupo mais algum.

Enviado do meu RAINBOW 4G através do Tapatalk


Offline Rufido

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Nov 2013
  • Mensagens: 1119
  • Localidade: Oeiras
  • Sexo: Masculino
  • Respeito, muito respeito pelos outros e pela máqª
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV650A
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #12 em: 18 de Março de 2019, 12:22 »
Viva companheiro
Pretendo alertar-te para uma coisa que notei falta nos comentários anteriores. Isto das 2 rodas causa dependência, vê onde te metes...  _Rolley_
Rui

Offline ruicosta

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jun 2017
  • Mensagens: 281
  • Localidade: Tomar
  • Sexo: Masculino
  • Procura-se kit de unhas...
  • Marca: Sym
  • Modelo: GTS 125 EVO
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #13 em: 18 de Março de 2019, 12:29 »
Viva companheiro
Pretendo alertar-te para uma coisa que notei falta nos comentários anteriores. Isto das 2 rodas causa dependência, vê onde te metes...  _Rolley_
É verdade

Enviado do meu RAINBOW 4G através do Tapatalk


Offline davidsantos

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2016
  • Mensagens: 1252
  • Localidade: sintra
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: CRUISYM 125
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #14 em: 18 de Março de 2019, 13:47 »
As motas é como o tabaco a melhor maneira de sair é não entrar ,se ficares agarrado já foste ,kkkkkk scooter_ scooter_ scooter_
Sym Gts SE 12/2013  5/2017 a 11/2018
 21500 Kms até 28500 kms

Sym Cruisym 125 11/2018

Offline Americano

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Jan 2015
  • Mensagens: 1590
  • Localidade: Oeiras
  • Sexo: Masculino
  • CPM : 7337
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #15 em: 18 de Março de 2019, 14:03 »
Acho o que o companheiro Rufido disse é verdade......eu estou dependente das 2 rodas....como as pessoas e os seus

telemóveis... _lol_
Não sejas negativo....pensa positivo....vives mais tempo.
Artur Santos

Offline moto2cool

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 2327
  • Localidade: Porto
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV 650 A
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #16 em: 18 de Março de 2019, 17:07 »
No meu caso a scooter representa poupança porque evitei a compra de mais um carro para a família. Li num jornal que um carro utilitário representa um gasto mensal de cerca de 300 euros. _Rolley_
Uma 125 representa um pequeno investimento inicial comparado com um carro e tem consumo, seguro e manutenção mais em conta.
Boas curvas!  scooter_
Observação pertinente, comprar scooter em vez de carro é muito diferente de comprar scooter mantendo carro. Que foi a análise que referi atrás
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki VStrom 650
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline lugox

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Mar 2019
  • Mensagens: 2
  • Localidade: Torres Vedras
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #17 em: 12 de Abril de 2019, 09:59 »
Bom dia a todas/os!

As minhas desculpas pela prolongada ausência mas por motivos de saúde de um familiar não tive tempo algum para esta temática.
Agradeço a participação de todos, até ao momento.

Depois de ler as vossas prezadas opiniões e tentando responder a algumas questões que foram aparecendo, vou tentar complementar a informação inicial.

Habito numa zona periférica a uma (ainda) pequena cidade. Não tem o trânsito irritante de uma grande cidade, ou algo que se pareça, não sendo problemática a incursão referida, para paragem para tomar café com a cara metade. Esta paragem é mais ou menos a meio do trajecto.

O tempo útil de viagem deverá ser aproximadamente entre os 35/40 minutos até à vila onde trabalho. Não tenho problema quanto ao espaço para estacionamento, nem ao pagamento do mesmo já que é inexistente. Não utilizo auto-estrada para esta deslocação, consequentemente não há também pagamento de portagens.

Da análise do que apresentaram, creio que será um daqueles casos em que a poupança será marginal, seja em tempo ou "pilim".

Quanto à aquisição, o número de quilómetros, alguma opinião?

Offline ruicosta

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jun 2017
  • Mensagens: 281
  • Localidade: Tomar
  • Sexo: Masculino
  • Procura-se kit de unhas...
  • Marca: Sym
  • Modelo: GTS 125 EVO
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #18 em: 12 de Abril de 2019, 10:55 »
Bom dia a todas/os!

As minhas desculpas pela prolongada ausência mas por motivos de saúde de um familiar não tive tempo algum para esta temática.
Agradeço a participação de todos, até ao momento.

Depois de ler as vossas prezadas opiniões e tentando responder a algumas questões que foram aparecendo, vou tentar complementar a informação inicial.

Habito numa zona periférica a uma (ainda) pequena cidade. Não tem o trânsito irritante de uma grande cidade, ou algo que se pareça, não sendo problemática a incursão referida, para paragem para tomar café com a cara metade. Esta paragem é mais ou menos a meio do trajecto.

O tempo útil de viagem deverá ser aproximadamente entre os 35/40 minutos até à vila onde trabalho. Não tenho problema quanto ao espaço para estacionamento, nem ao pagamento do mesmo já que é inexistente. Não utilizo auto-estrada para esta deslocação, consequentemente não há também pagamento de portagens.

Da análise do que apresentaram, creio que será um daqueles casos em que a poupança será marginal, seja em tempo ou "pilim".

Quanto à aquisição, o número de quilómetros, alguma opinião?
Nessas condições em "pilim" só ganha a longo prazo, fazendo manutenções à mota em casa e prolongando a vida útil do carro. Não esquecer que os carros desvalorizam muito e quanto menos kms tiverem no momento da venda melhor.

Pode haver aqui outra questão. Há perspectivas de alguma mudança de emprego? Se houver, existência da mota pode evitar a compra de um segundo carro.

Enviado do meu RAINBOW 4G através do Tapatalk


Offline rinacio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Ago 2016
  • Mensagens: 77
  • Localidade: Fernao Ferro
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #19 em: 12 de Abril de 2019, 14:48 »
Aqui deixo a minha experiência, de forma resumida:
- Só tenho carta de ligeiros e não penso tirar a de moto (pelo menos para já)
- Razão da compra de moto:
     - Poupança de tempo nas deslocações casa/trabalho/casa. 70 Km diários ida e volta entre estradas nacionais e AE.
     - Poupança dos encargos financeiros com as deslocações (gasóleo e portagens)
     - Escolhi uma scooter pela capacidade de carga e protecção aerodinâmica. Optei Pela Forza 125 não só por ter gostado do aspecto
       como também havia uma campanha sem juros na Honda.

E assim, desde há dois anos e meio que faça chuva ou faça sol utilizo a moto para as minhas deslocações.
Acabou-se o stress!
Não ando a correr, arrisco o mínimo possível e disfruto de cada minuto. Aprecio a paisagem e o trânsito caótico.
É uma terapia.
O orçamento familiar melhorou considerávelmente, mesmo com a prestação mensal ao banco que já está a terminar.

A Forza faz revisões de 6 mil em 6 mil.
A minha está com 30 mil e já fez as mais dispendiosas. Nunca passou muito dos 100€. Em média gasto anualmente em manutenções algo na ordem dos 200€ e mais 100€ se seguro.
Combustível ?
2,2 l/100, é só fazer contas :)

As tuas dúvidas e preocupações eram as minhas também e seguramente as de muitos mais.
Mas não me arrependo nada.

Segue com isso e vais ver a tua qualidade de vida mudar para melhor.
« Última modificação: 12 de Abril de 2019, 15:02 por rinacio »

Offline ricardofcorreia

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Mai 2019
  • Mensagens: 18
  • Localidade: Santo Tirso
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 125 (2019)
Re: Scooter 125cc - compensa financeiramente?
« Responder #20 em: 12 de Maio de 2019, 22:47 »
Aqui deixo a minha experiência, de forma resumida:
- Só tenho carta de ligeiros e não penso tirar a de moto (pelo menos para já)
- Razão da compra de moto:
     - Poupança de tempo nas deslocações casa/trabalho/casa. 70 Km diários ida e volta entre estradas nacionais e AE.
     - Poupança dos encargos financeiros com as deslocações (gasóleo e portagens)
     - Escolhi uma scooter pela capacidade de carga e protecção aerodinâmica. Optei Pela Forza 125 não só por ter gostado do aspecto
       como também havia uma campanha sem juros na Honda.

E assim, desde há dois anos e meio que faça chuva ou faça sol utilizo a moto para as minhas deslocações.
Acabou-se o stress!
Não ando a correr, arrisco o mínimo possível e disfruto de cada minuto. Aprecio a paisagem e o trânsito caótico.
É uma terapia.
O orçamento familiar melhorou considerávelmente, mesmo com a prestação mensal ao banco que já está a terminar.

A Forza faz revisões de 6 mil em 6 mil.
A minha está com 30 mil e já fez as mais dispendiosas. Nunca passou muito dos 100€. Em média gasto anualmente em manutenções algo na ordem dos 200€ e mais 100€ se seguro.
Combustível ?
2,2 l/100, é só fazer contas :)

As tuas dúvidas e preocupações eram as minhas também e seguramente as de muitos mais.
Mas não me arrependo nada.

Segue com isso e vais ver a tua qualidade de vida mudar para melhor.

Estou na mesma situação. Tomei ontem a decisão final de avançar com a compra de uma Forza 125 nova. Dentro de 1 ou 2 semanas já a devo ter :)
Acredito que vá melhorar substancialmente a minha vida quer em termos de tempo quer a nível de orçamento mensal.