Autor Tópico: 16 dicas sobre velas  (Lida 480 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline karloxilva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 341
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
16 dicas sobre velas
« em: 03 de Março de 2017, 12:06 »
Boas.

Venho partilhar esta página da Bosch que ensina a identificar problemas nas velas e, através delas, a própria saúde do motor.
Está em PDF e é possível descarregar para se ter um exemplar junto com o livro de revisões da mota:

http://br.bosch-automotive.com/media/parts/download_2/velas/16-dicas-de-velas.pdf

Entretanto:
- Aquela vela que substituímos numa revisão mas que ainda está em bom estado? Pode ser limpa com cuidado e ser guardada num saquinho selado dentro da mota. Como li por aí de uns companheiros brasileiros: "Vale mais uma vela usada na mota do que uma queimada no motor".
Previamente, o milagroso WD 40, passe a publicidade,  e, à falta de outra coisa, escova de dentes. É conveniente não voltar a utilizar a escova na sua função original...
- Ler o manual da mota. Lá vem indicado o tipo de vela e mais alguma coisa que "escapa" aos mecânicos: a abertura (folga) entre os eléctrodos da vela.
Para verificar se essa folga é a correcta, ou emendar uma acidente de queda de uma vela (ver o estado do isolamento, a parte cerâmica), convém ter-se um "apalpa folgas" (*) para verificar que esse espaço é o indicado no manual.
- Se se quiser mudar de velas (irídio, por exemplo) ter atenção ao seu coeficiente de temperatura (verificar as equivalências com atenção).

(*) O "apalpa folgas"
(https://www.google.pt/search?q=apalpa+folgas&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwi53ti8orrSAhXI1RQKHcrvBygQ_AUICCgB&biw=1455&bih=666)
é uma ferramenta constituída por várias lâminas de diferentes espessuras. É possível "jogar" com elas, colocar e retirar lâminas para se verificar a medida de algo tão fino como o espaço entre os eléctrodos (há é que escolher uma ferramenta que tenha lâminas finas).
Isto é, se o espaço indicado é de 0,7 mm (isto é, falta 3 décimos - 0,3 - para se chegar a um milímetro), pode-se juntar a lâmina "0,40" mais a "0,30", dá "0,70".
A lâmina "0,7" ou o conjunto que faz essa soma, não deve passar apertado, com esforço, nem demasiado folgado.

Esta informação pode parecer uma "lapaliçada". Mas não foi para quem está nesse patamar de juízo que coloquei aqui esta informação.

Editado para colocar mais esta informação:
http://pt.wikihow.com/Ajustar-a-Folga-de-uma-Vela-de-Igni%C3%A7%C3%A3o
« Última modificação: 03 de Março de 2017, 14:56 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção

Offline PSH72

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jan 2017
  • Mensagens: 773
  • Localidade: Odivelas
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: 125i GTS ABS Start/Stop
Re: 16 dicas sobre velas
« Responder #1 em: 03 de Março de 2017, 12:20 »
Muito util este topico.  _pol_

Offline JViegas

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 1585
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300 ABS
Re: 16 dicas sobre velas
« Responder #2 em: 03 de Março de 2017, 13:56 »
Muito bom e obrigado pela partilha.

Uma curiosidade e talvez já saiba a resposta: a folga aumenta devido ao desgaste (queima) da mesma certo?

Offline karloxilva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 341
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: 16 dicas sobre velas
« Responder #3 em: 03 de Março de 2017, 14:55 »
Muito bom e obrigado pela partilha.

Uma curiosidade e talvez já saiba a resposta: a folga aumenta devido ao desgaste (queima) da mesma certo?

Grande questão! Confesso que essa nunca me passou pela cabeça. Fez bem em colocá-la aqui.
Na Burgman 400 a folga indicada é entre os 0,7 e 0,8 mm (CR7). Há dias, decidi substituir a vela, distraíra-me e já passava 6 mil quilómetros da quilometragem aconselhada. Tirei a vela, limpei-a e vi que estava óptima sem sinais de sobreaquecimento, a "loiça" pareceu-me bem. Só que a lâmina de 0,7 não passava no intervalo entre os eléctrodos... longe disso.
Corrigi a medida e guardei a vela na mota enquanto experimentei uma de irídio. O vendedor propôs-me uma CR8EIX, vela "tipo fria" (*), ao invés da CR7EIX, "tipo quente" (*), mais por ser a que tinha em "stock" do que por algum critério técnico.

(*) Para se saber a diferença entre velas "quentes" e "frias", clicar aqui (ligação para NGK, Brasil):
http://www.ngkntk.com.br/direct/p3.html
Já agora: Atenção, na marca  NGK as velas com o número mais baixo são as mais quentes, há marcas que não é assim.

Mais um excelente artigo aqui:
http://www.carrosinfoco.com.br/carros/2015/03/detalhes-funcionamento-e-manutencao-das-velas-de-ignicao/

Já que falei da coisa, para satisfazer a curiosidade:
Usei a de irídio numa viagem em percurso de autoestrada, nada a assinalar. Nas baixas, nenhuma diferença. Nada de "milagres".
Só não gostei do aumento da sonoridade do motor.
Apenas comprei esse tipo de vela porque o preço não era demasiado elevado se comparado com... Por mera curiosidade.
Por causa do aumento de ruído, voltei a colocar a vela "velha" que havia retirado, agora com a folga certa. Sem queixas, mas sob observação.

Editei o "post" inicial porque encontrei um link bem interessante sobre a medição de folgas das velas.
« Última modificação: 03 de Março de 2017, 15:02 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção

Offline Quirocha

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Jun 2017
  • Mensagens: 4
  • Localidade: Ermesinde
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Gilera
  • Modelo: Typhoon
Re: 16 dicas sobre velas
« Responder #4 em: 06 de Julho de 2017, 02:27 »
Com a passagem dos kms o eletrodo central (cobre/platina/iridio) de tanta faísca levar, vai ficando desgastado, muitas vezes fazendo um "buraquinho" ou em diagonal... Então  sim, tem desgaste!

As de iridio não fazem milagres, fazem exatamente o mesmo que as outras - faísca entre o eletrodo e a palheta, mas como o eletrodo é (habitualmente) mais fino esta é mais regular e acumula menos sujeira e durará mais (?) mas também pode ser mais fraca e afogar mais facilmente... É uma questão de experimentar e ver se agrada...

Excelente tópico!

Offline Frankenstein

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Mai 2017
  • Mensagens: 35
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • life in the fast lane
  • Marca: KINROAD
  • Modelo: XT125
Re: 16 dicas sobre velas
« Responder #5 em: 06 de Julho de 2017, 08:50 »
Obrigado pela partilha!


Enviado do meu LG-H955 através de Tapatalk

KINROAD XT 125-8 AKA Frankenstein
PEUGEOT SC 50