Autor Tópico: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho  (Lida 4484 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« em: 26 de Fevereiro de 2017, 03:12 »
Boa noite!
Sou novo nestas andanças e tenho o meu tópico de apresentação link: http://clubeportuguesmaxiscooters.org/forum/index.php/topic,31268.0.html

Neste momento estou a fazer a carta A, tenho uma MaxSym 600 em casa, do meu pai, que mais tarde irei usar para alguns percursos mas agora preciso é de conselhos para o que preciso agora.

Daqui a 2 meses começo a trabalhar em Carnaxide e moro em Lisboa, perto do marquês.
Para quem não sabe: Vai obrigar-me a um trajecto diário de 2*8 km (2km cidade + 6km auto-estrada) e mais umas voltinhas na cidade aqui e ali, ir ao estádio ver a bola (com pendura) e pouco mais. Também tenho a dizer que ela vai dormir na rua :( no entanto será meu meio de transporte diário!

Meti um orçamento de 3000€ para tudo, mas já pensei em esticar até 3500€ no entanto há várias coisas a pensar..

1º Estava com ideia de comprar uma LML 200. Era um sonho antigo, sempre a quis ter, pensei que seria a altura ideal.
2º Depois falei com o meu tio, conhecedor de motas, que se mostrou contra essa compra devido ao percurso. Quer era gira de conduzir as vezes mas pouco segura para andar a fazer a subida (e descida!!!) do monsanto diáriamente.
3º Comecei a pensar na PCX e depois vi a NMax que me apaixonei.
4º O meu pai, devido a dormir na rua, aconselhou-me a comprar em segunda mão, algo barato e fiavel de manutenções e que assim não me preocupava tanto a deixar na rua. Parece-me uma boa sugestão e aqui a PCX ganha força já que há muito mais em segunda mão e consegue-se arranjar alguns negócios interessantes.

O que acham, caros?
Devo ser fiel ao meu sonho da clássica LML, devo-me render à lógica de comprar uma mota fiável como a PCX em segunda mão, devo ir para uma NMax por um pouco mais? Ou outro?

Abraço e obrigado!

Offline Paulo Jorge Lopes

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Nov 2011
  • Mensagens: 1168
  • Localidade: Porto Alto / Samora Correia - Margem Sul CPM nº 482 (2703)
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: Maxsym 400i - Preta
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #1 em: 26 de Fevereiro de 2017, 06:55 »
 _convivio_ Olá boas

Companheiro bem vindo

acho que a opção do teu pai é a melhor comprares em 2ª mão por dormir na rua

a pcx para ficar na rua de noite já não é a melhor opção tenta arranjar algo menos aptecivel

para os amigos do alheio e a pcx é muito procurada

espero ter ajudado

abraços
Paulo J. Lopes

SYM gts 300i evo se cbs -   0Kms 16 Set. 2011 e 22.850Kms 17 Mai. 2013
SYM Maxsym 400i -  6.190kms 17 Mai. 2013 até ? ?

Online moto2cool

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 1593
  • Localidade: Porto
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV 650 A
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #2 em: 26 de Fevereiro de 2017, 08:13 »
Passar a noite na rua é sempre arriscado, principalmente para motas e ainda mais para motas de peso mais baixo. A compra de uma mota mais barata minimiza o impacto de possível roubo e para essa quilometragem não prejudica a longevidade se for bem comprada e já vi que tens bons consultores ;)
A pcx é uma scooter maravilhosa mas deixa-me reservas nessas subidas em AE. Se estás a tirar a carta A tenta ver a hipótese de algo mais potente. Talvez uns 400 cc
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki SV650A "Back to Classics"
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #3 em: 26 de Fevereiro de 2017, 09:40 »
Obrigado desde já, pessoal. Vou esperar por mais opiniões para poder refletir um pouco.

Desde já deixo a informação que irei sempre deixa la com os respectivos alarmes e correntes. Vale o que vale, mas é uma barreira, à partida. (@Paulo Jorge Lopes)
400cc provavelmente não consigo comprar nada com jeito com o orçamento. Ou sequer pensar nisso, mas se houver mais gente nesse opinião pensar melhor. (@moto2cool)

Offline protas

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jan 2015
  • Mensagens: 123
  • Localidade: Parede
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #4 em: 26 de Fevereiro de 2017, 15:00 »
Se não fosse um orçamento limitado iria para xmax 300 2017

Edit: para dormir na rua nem pensava em comprar uma moto/scooter
« Última modificação: 26 de Fevereiro de 2017, 15:02 por protas »

Offline JViegas

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 1673
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300 ABS
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #5 em: 26 de Fevereiro de 2017, 15:28 »
Olá e bem vindo.

Uma capa (para não chamar atenções), cadeado de disco com ou sem alarme ou um alarme já instalado na máquina serão as recomendações mais à primeira vista que te posso dar. Deixar a scooter num local iluminado e se possivel presa a um poste. Deixá-la entre os carros ou por debaixo de uma janela, são sempre outras boas opções.

Não ter preguiça de todos os dias esperar que a scooter arrefeça para lhe colocares a capa e as correntes é garantia que pelo menos não chamarás tanto a atenção dos larápios.

Deves ter em consideração que quem quiser roubar irá sempre conseguir. Se estiver à vista é mais fácil.

Quanto à máquina a escolher eu preferia a NMax em detrimento da PCX pelo simples facto de ter ABS. No entanto ficas bem servido com a PCX. Nada como experimentar ambas.

Deves ter atenção ao seguinte: o equipamento. Uma vez que irás andar todos os dias, faça chuva ou sol, frio ou calor, deverás estar bem equipado. E estar equipado não quer dizer que será bem caro.

Boas escolhas.





« Última modificação: 27 de Fevereiro de 2017, 10:12 por JViegas »

RLeal

  • Visitante
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #6 em: 26 de Fevereiro de 2017, 16:02 »
Também te aconselho a NMAX, parece-me uma scooter um pouco mais completa.

Em relação à mota dormir na rua, não deixes que isso te leve para motas piores apenas porque pode ser roubada. Ainda há dias li um artigo onde um suposto ladrão de motas alegava que preferia roubar motos em garagens do que na rua, pelo simples motivo de numa garagem terem muito mais tempo para trabalhar sem serem surpreendidos e porque são motas mais fáceis de roubar pois geralmente quando deixamos uma moto numa garagem estamos mais confiantes que a mesma não vai ser roubada e não colocamos tanto enfase em protege-las de roubo.

Pessoalmente tenho uma mota que dorme na rua e até agora não tive problemas. Tenho a mota tapada com uma capa, com um cadeado de disco em cada roda, e com três correntes presas a um poste. Não é impossivel de roubar mas vai dar trabalho cortar aquilo tudo.

Abraço

Offline NSilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2016
  • Mensagens: 1107
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 300i EVO
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #7 em: 26 de Fevereiro de 2017, 16:17 »
Boas companheiro,

No que diz respeito a dormir na rua podes ver vários exemplos aqui no forum (eu sou um deles).
Temos a mota desde 2011 e nunca foi roubada, embora algumas vezes a capa desapareça ou uma coisa assim, mas são furtos que têm um prejuízo de 15 - 20€ (Que todos sejam assim).
Pensa primeiro num bom sitio para deixar a mota. Eu deixo a minha por baixo de uma varanda grande, aproveito até para a resguardar da chuva, em cima do passeio. Obviamente que a mota não está a ocupar o passeio todo, é um lugar com bastante espaço que permite a uma pessoa de mobilidade reduzida (Ex. Cadeira de Rodas) passar sem qualquer tipo de problema.

Agora a mota.... Só tu podes tomar a decisão. Tanto a PCX como a NMAX já deram provas da qualidade que têm, embora ache a nmax uma mota maior (nunca experimentei nenhuma).
Aproveita para experimentar as duas, caso tenhas essa possibilidade. O espaço de armazenamento que uma e outra têm, também deve ser tomado em conta.

Espero que consigas fazer a melhor escolha  _pol_ _pol_

Boas Curvas

Offline jose luis

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Abr 2016
  • Mensagens: 189
  • Localidade: queluz
  • Sexo: Masculino
  • Marca: yamaha
  • Modelo: 250 xmax
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #8 em: 26 de Fevereiro de 2017, 16:19 »
Também te aconselho a NMAX, parece-me uma scooter um pouco mais completa.

Em relação à mota dormir na rua, não deixes que isso te leve para motas piores apenas porque pode ser roubada. Ainda há dias li um artigo onde um suposto ladrão de motas alegava que preferia roubar motos em garagens do que na rua, pelo simples motivo de numa garagem terem muito mais tempo para trabalhar sem serem surpreendidos e porque são motas mais fáceis de roubar pois geralmente quando deixamos uma moto numa garagem estamos mais confiantes que a mesma não vai ser roubada e não colocamos tanto enfase em protege-las de roubo.

Pessoalmente tenho uma mota que dorme na rua e até agora não tive problemas. Tenho a mota tapada com uma capa, com um cadeado de disco em cada roda, e com três correntes presas a um poste. Não é impossivel de roubar mas vai dar trabalho cortar aquilo tudo.

Abraço

foixi !! um cadeado de disco em cada roda , mas 3 correntes , alem duma capa , quanto tempo demoras para fazer isso tudo ?

no meu predio está lá uma moto esta debaixo do prédio e não apanha chuva estão os balcões por cima , ele amarra com uma corrente a uma janela não tenho reparado bem , mas axo que é uma janela do res do chão , tira de lá de manha em 3 min. e só volta ao fim da tarde.

Mas sim , não ter uma garagem ou sitio fechado onde a guardar , é complicado.
« Última modificação: 26 de Fevereiro de 2017, 16:20 por jose luis »

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #9 em: 26 de Fevereiro de 2017, 18:39 »
Desde já muito obrigado. Acho que fiquei convencido e vou para a NMax 125.

Só o facto de ninguem falar na LML como opção faz-me mesmo pensar que é melhor não. NMax com um bom capacete + viseira alta para fazer a A5. O ABS pode ser importante para quando estiver de chuva.
Que acham?

Qual o valor aceitavel por uma em segunda mão? Sabem o preço dela nova e com que ofertas ou se há campanhas?

catb

  • Visitante
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #10 em: 26 de Fevereiro de 2017, 18:52 »
Aconselho Piaggio Beverly 350 ST das poucas do mercado com ABS E CONTROLO DE TRACÇÃO ,confortável e segura .Tenho uma e estou bastante satisfeito


Enviado do meu iPad usando o Tapatalk

Offline pitsilva

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Out 2016
  • Mensagens: 48
  • Localidade: Caparica
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Kymco
  • Modelo: K-XCT 125i
Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #11 em: 26 de Fevereiro de 2017, 19:11 »
Olá
Qualquer uma delas (pcx ou nmax) são uma boa escolha.
Nmax é mais cara uns 200€ que a pcx devido ao ABS.
Vê as reviews no youtube. Pcx mais fun, com um arranque e consumo brutal, pneus indianos :p. Nmax mais segura e melhores acabamentos apesar do abs ser um pouco intrusivo. Ao trocares os pneus da pcx... fica ao mesmo preço da nmax.
Nada como testar ambas e ver aquela que mais gostas.
Ambas são muito apetecíveis... por isso tens alternativas igualmente boas e menos apetecíveis (preconceitos!) como a sym, kymco e lml que tanto gostas.
Muito sinceramente (e é a minha opinião)... compra o que gostas!
Porque vais ficar com aquela sensação amarga que era outra que querias!
... e nada como o prazer de condução uma moto... que se gosta!
O trajecto não é longe e resolve-se facilmente com uma viseira, mesmo na lml.
Recomendo as protecções sugeridas: capa (pinta-a com spray umas coisas, pois a tendência para a roubar diminui), cadeado de poste e debaixo da janela, etc.
Campanhas há sempre... principalmente se comprares a pronto ;)
Se tiveres uma veia de negociante, arranjas boas campanhas heheheh
A diferença de preços para uma mota em segunda mão é insignificante... por isso vê as eventuais "campanhas" das novas antes de te lançares numa usada.
Como indicado, é apenas a minha opinião.
Boa sorte e boas curvas com a tua futura "menina", seja ela qual for.
« Última modificação: 26 de Fevereiro de 2017, 19:12 por pitsilva »

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #12 em: 26 de Fevereiro de 2017, 19:38 »
Obrigado PitSilva!

Agora tive a ver umas Sym GTS 125. O preço é realmente convidativo em segunda mão. Enquanto uma PCX joga-se dos 2800 para 2200. Neste caso passa dos 3900 para os 2200. Que acham na comparação das 2?

Offline fastnet

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 1910
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: honda
  • Modelo: cbf 125
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #13 em: 26 de Fevereiro de 2017, 21:44 »
Companheiro,
Qualquer máquina das que indicaste dá para esse trajeto que irás fazer, e muito mais...
Se gostas do estilo vespa a lml pode ser uma opção,  há versões com motor a 4 tempos e travão disco à frente.
As outras opções mais modernas, n-max e pcx, são mais evoluidas mas sem aquele charme.
Deixar a scooter na rua é sempre um risco e uma tentação. Podemos apenas fazer com que pensem 2 vezes e escolham alvo mais fácil.
Como sempre, a sugestão é que faças todos os testes que puderes nos modelos que te interessam.
Assim poderás fazer a escolha mais acertada para o teu programa.  _pol_
Sym Symphony 125s, Honda S-Wing 125, Bmw f650 funduro
Honda cbf 125, em rodagem Spritmonitor.de" border="0
Honda pcx, a sair da casca Spritmonitor.de" border="0
CB500s, a tímida

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #14 em: 26 de Fevereiro de 2017, 21:56 »
Companheiro,
Qualquer máquina das que indicaste dá para esse trajeto que irás fazer, e muito mais...
Se gostas do estilo vespa a lml pode ser uma opção,  há versões com motor a 4 tempos e travão disco à frente.
As outras opções mais modernas, n-max e pcx, são mais evoluidas mas sem aquele charme.
Deixar a scooter na rua é sempre um risco e uma tentação. Podemos apenas fazer com que pensem 2 vezes e escolham alvo mais fácil.
Como sempre, a sugestão é que faças todos os testes que puderes nos modelos que te interessam.
Assim poderás fazer a escolha mais acertada para o teu programa.  _pol_

Obrigado amigo, pela sinceridade.

Neste momnto até acho que já me decidi que a vespa/lml não será para já. Quero algo mais seguro e realmente uma coisa que falha nessas maquinas clássicas são os travões.

Agora tava interessado em opiniões de Sym GTS 125 segunda mão vs N-Max (q em segunda mão se poupa pouco).

Offline pitsilva

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Out 2016
  • Mensagens: 48
  • Localidade: Caparica
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Kymco
  • Modelo: K-XCT 125i
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #15 em: 26 de Fevereiro de 2017, 22:15 »
Obrigado PitSilva!

Agora tive a ver umas Sym GTS 125. O preço é realmente convidativo em segunda mão. Enquanto uma PCX joga-se dos 2800 para 2200. Neste caso passa dos 3900 para os 2200. Que acham na comparação das 2?

Na minha opinião, a gts é mais scooter que a pcx e igualmente boa, fiável e duradoura.
Os preconceitos levam a esse desvalorização enorme, mas não deixa de ser das melhores scooters 125 do mercado!
Como já disseram, experimenta e vê aquela que te enche as medidas, o olho e o coração. Os aspectos menos positivos acabam por passar ao lado quando a montares e guiares :)

Offline NSilva

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Out 2016
  • Mensagens: 1107
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 300i EVO
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #16 em: 27 de Fevereiro de 2017, 00:05 »
Companheiro acho que tens mesmo de experimentar todas as montadas... Estou a incluir a PCX na lista para test drive porque embora esteja fora dos teus planos, deves ter uma opinião da mota.

Para fazer a A5 a GTS acaba por ser um pouco mais mota, digo isto por ser ligeiramente maior. Talvez sofras menos com o vento, mas como nunca experimentei uma nmax não posso garantir está questão.

No que diz respeito ao espaço, a GTS já consegue vencer a nmax (pelo menos no espaço por baixo do banco).

Outra coisa que tens de ver é se a GTS tem ABS, porque hoje em dia é um elemento muito importante para a tua segurança.

Espero ter ajudado

Enviado do meu HUAWEI VNS-L31 através de Tapatalk


Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #17 em: 27 de Fevereiro de 2017, 00:06 »
Companheiro acho que tens mesmo de experimentar todas as montadas... Estou a incluir a PCX na lista para test drive porque embora esteja fora dos teus planos, deves ter uma opinião da mota.

Para fazer a A5 a GTS acaba por ser um pouco mais mota, digo isto por ser ligeiramente maior. Talvez sofras menos com o vento, mas como nunca experimentei uma nmax não posso garantir está questão.

No que diz respeito ao espaço, a GTS já consegue vencer a nmax (pelo menos no espaço por baixo do banco).

Outra coisa que tens de ver é se a GTS tem ABS, porque hoje em dia é um elemento muito importante para a tua segurança.

Espero ter ajudado

Enviado do meu HUAWEI VNS-L31 através de Tapatalk
Obrigado!

A gts tem a versão c/ e sem ABS.

Abraço

Offline JViegas

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 1673
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300 ABS
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #18 em: 27 de Fevereiro de 2017, 10:21 »
Companheiro.
No inicio referiste que estás a tirar a carta.

Logo a vontade de subir de cilindrada é algo que poderá "bater" forte.

Na minha opinião (se me permites), o investimento agora deverá ter isso em conta pois existe o sério risco da 125 poder ficar "curta", principalmente para viagens mais rápidas e fora da cidade.

No entanto e caso a intensão seja pura cidade, algo pequeno e ágil deve ser tido em conta. Tem isso em consideração na aquisição e experimenta sempre, pois uma máquina que pode ser boa para mim pode não ser para ti, como tudo na vida.

Dado o orçamento (porque é tudo muito caro) deves considerar o equipamento bem como a proteção da maxi uma vez que fica na rua. Atenção às contas do seguro assim como as manutenções.

Boas escolhas.

Offline fastnet

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 1910
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: honda
  • Modelo: cbf 125
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #19 em: 27 de Fevereiro de 2017, 11:26 »
Obrigado amigo, pela sinceridade.

Neste momnto até acho que já me decidi que a vespa/lml não será para já. Quero algo mais seguro e realmente uma coisa que falha nessas maquinas clássicas são os travões.

Agora tava interessado em opiniões de Sym GTS 125 segunda mão vs N-Max (q em segunda mão se poupa pouco).

Companheiro,
acabei por voltar aqui porque o pessoal entusiasma-se a enunciar modelos e não lê tudo.

Pelo que descreves, assim que tirares a carta, que já está a decorrer, podes andar com a 600 que tens em casa e não tens de fazer upgrade nenhum  scooter_
Para as voltas normais e tendo essa opção disponível, parece-me muito pouco racional opções de +300cc.
A menos que procures outro estilo de, mota por ex, porque gostas mais ou te sentes melhor, ou apenas porque é diferente.

Já estás a apontar noutras direções, é normal e faz parte da confusão com tantos modelos existentes a preço semelhante.
A minha opinião sobre vespas e cópias, é que são boas para quem gosta e esquece todos os pontos menos bons que tem.

A GTS 125 teve vários modelos ao longo da sua vida, convêm veres qual o modelo que te agrada mais. Relativamente ao tamanho e peso, coloco-a na categoria maxiscooter, e dá-te mais conforto, espaço e proteção do vento.

A N-Max joga no mesmo segmento da pcx, ie, scooter. Duma maneira global, ambos os modelos têm as mesmas particularidades relativamente à pouca proteção do vento, banco e suspensão para o duro. O ponto da travagem e segurança é onde N-Max ganha claramente, travão disco em ambas as rodas e ABS.

Quanto a usados, certamente que há negócios muito razoáveis da Pcx e da Gts, a N-max sendo modelo recente, com poucas unidades a circular, a oferta em usados é pouca.

Tudo tem a ver como te sentes em cada uma das escolhas, por isso o que deves fazer é procurares agentes onde tenhas modelos para teste.
Depois só tens de escolher a cor  _pol_


Sym Symphony 125s, Honda S-Wing 125, Bmw f650 funduro
Honda cbf 125, em rodagem Spritmonitor.de" border="0
Honda pcx, a sair da casca Spritmonitor.de" border="0
CB500s, a tímida

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #20 em: 27 de Fevereiro de 2017, 11:31 »
Companheiro,
acabei por voltar aqui porque o pessoal entusiasma-se a enunciar modelos e não lê tudo.

Pelo que descreves, assim que tirares a carta, que já está a decorrer, podes andar com a 600 que tens em casa e não tens de fazer upgrade nenhum  scooter_
Para as voltas normais e tendo essa opção disponível, parece-me muito pouco racional opções de +300cc.
A menos que procures outro estilo de, mota por ex, porque gostas mais ou te sentes melhor, ou apenas porque é diferente.

Já estás a apontar noutras direções, é normal e faz parte da confusão com tantos modelos existentes a preço semelhante.
A minha opinião sobre vespas e cópias, é que são boas para quem gosta e esquece todos os pontos menos bons que tem.

A GTS 125 teve vários modelos ao longo da sua vida, convêm veres qual o modelo que te agrada mais. Relativamente ao tamanho e peso, coloco-a na categoria maxiscooter, e dá-te mais conforto, espaço e proteção do vento.

A N-Max joga no mesmo segmento da pcx, ie, scooter. Duma maneira global, ambos os modelos têm as mesmas particularidades relativamente à pouca proteção do vento, banco e suspensão para o duro. O ponto da travagem e segurança é onde N-Max ganha claramente, travão disco em ambas as rodas e ABS.

Quanto a usados, certamente que há negócios muito razoáveis da Pcx e da Gts, a N-max sendo modelo recente, com poucas unidades a circular, a oferta em usados é pouca.

Tudo tem a ver como te sentes em cada uma das escolhas, por isso o que deves fazer é procurares agentes onde tenhas modelos para teste.
Depois só tens de escolher a cor  _pol_
Obrigado de novo!

A 600 infelizmente esta noutra cada. É do meu pai e está na terra. ;)

Fui a um concessionário e recomendaram sym gts 300 por ser do mesmo tamanho 125 e fazer aquela subida muito mais facilmente. Opiniões...

Offline fastnet

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 1910
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: honda
  • Modelo: cbf 125
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #21 em: 27 de Fevereiro de 2017, 11:46 »
Obrigado de novo!

A 600 infelizmente esta noutra cada. É do meu pai e está na terra. ;)

Fui a um concessionário e recomendaram sym gts 300 por ser do mesmo tamanho 125 e fazer aquela subida muito mais facilmente. Opiniões...

ahahahah
Subscrevo totalmente essa opinião  _pol_
A gts 300i abs é uma máquina muito equilibrada e de preço interessante.
Faço todos os dias essa subida, seja na cbf125, na pcx ou na f650 e nunca senti a mota andar para trás _palmas_
Sym Symphony 125s, Honda S-Wing 125, Bmw f650 funduro
Honda cbf 125, em rodagem Spritmonitor.de" border="0
Honda pcx, a sair da casca Spritmonitor.de" border="0
CB500s, a tímida

Offline falancio

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2017
  • Mensagens: 54
  • Localidade: Lx
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #22 em: 27 de Fevereiro de 2017, 13:38 »
Pessoal,

Fui à Yamaha. Como disseram há umas mensagens atrás.. Quando te apaixonas por uma mota... A NMax vai ter que ser minha.. desculpem.
Já estava um pouco convencido pelas opiniões, agora acho que fiquei convencido. Também a GTS estava lá e realmente é grande demais para as ruas que vou andar no centro de Lisboa,  :-[
A questão agora passa por nova ou usada.

Usada 2300€ com 12k Km.
Usada 2500€ com 2k Km.
Ambas com garantia de fábrica na ordem dos 5 meses.

Nova 3100€ com....... 0km.  :P


Offline Duas Rodas

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Abr 2012
  • Mensagens: 571
  • Localidade: Estoril
  • Sexo: Masculino
  • António Miguel
  • Marca: Honda
  • Modelo: SW-T400
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #23 em: 27 de Fevereiro de 2017, 13:43 »
Ola companheiro,
uma vez que a mota vai dormir na rua, escolhe a usada com 2.000kms por 2500€. E ainda ate sobrava alguns trocos.
Não te esqueças que comprando nova ainda terás mais uns 350€ de despesas de documentação a acrescentar à despesa final.
Era o que eu faria no teu lugar.
Boa sorte.  _pol_
Honda SW-T400 (09/2016) 27870kms>


Offline jcsc

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jul 2013
  • Mensagens: 283
  • Localidade: Charneca da Caparica
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 125i
Re: Primeira mota em Lisboa - viagem casa/trabalho
« Responder #24 em: 27 de Fevereiro de 2017, 13:46 »
Pessoal,

Fui à Yamaha. Como disseram há umas mensagens atrás.. Quando te apaixonas por uma mota... A NMax vai ter que ser minha.. desculpem.
Já estava um pouco convencido pelas opiniões, agora acho que fiquei convencido. Também a GTS estava lá e realmente é grande demais para as ruas que vou andar no centro de Lisboa,  :-[
A questão agora passa por nova ou usada.

Usada 2300€ com 12k Km.
Usada 2500€ com 2k Km.
Ambas com garantia de fábrica na ordem dos 5 meses.

Nova 3100€ com....... 0km.  :P

Vai a mais stands e negoceia, se conseguires ir para a nova melhor, se nao optava pela que tem 2k kms.
Mas vai a mais stands e pesquisa, eu quando comprei a minha fui a 4 stands e opr incrivel ia sempre tendo melhores valores, ate que desisti de ir a stands nao fosse ai pagarem-me para ter a scooter, foi de tal forma que ia para comprar a GTS EVo e comprei a GTS i, a bem dizer a GTS i é que era a minha paixao e nao a EVO.
SYM GTS 125i

2013 Sym Gts 125i
1990  Yamaha DT50 LC - 120.000 kms