Autor Tópico: Primeira mota - uso diário  (Lida 4721 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Primeira mota - uso diário
« em: 19 de Dezembro de 2016, 23:52 »
Boas, pessoal!

Sou mais um recente possuidor de carta A, e estou a pensar em comprar uma mota para fazer o trajeto diário Setúbal - Lisboa. Voltinhas nas horas livres e eventualmente umas viagens, mas o intuito principal é a deslocação para o trabalho.

Antes de começar a discursar sobre o contexto, deixo um resumo:


TL;DR - Tenho carta A, vou precisar de um motociclo para deslocações diárias Setúbal-Lisboa, sou iniciante e procuro uma 1ª mota.


Dando um pequeno contexto, de momento vivo em Lisboa. Por vicissitudes da vida (boas) vou mudar-me para Setúbal em breve; só um pequeno pormenor: o trabalho não muda comigo. Conhecendo casos próximos de pessoal que faz o mesmo trajeto diário, não me está nada a apetecer ficar regulamente 1-2h na fila da ponte e comecei há uns 3 meses a amadurecer esta ideia de comprar uma motinha para desenrascar.
Como não gosto de deixar as coisas a meio, achei por bem aproveitar e tirar a carta de motociclos. Assim se motas não fossem mesmo para mim o pior que podia acontecer era dar algum dinheiro que não teria servido para grande coisa; a ganhar tinha experiência e liberdade na escolha.

Dito e feito, 6ª passada passei no exame de condução tranquilamente. A minha experiência neste momento são 4 aulas de simulador, 4 aulas de condução em motas a cair de podres, e 1 fim de semana em que aluguei uma CB125F e levei para Setúbal para dar umas voltas na Arrábida e cidade.


Passando "ao que interessa", procuro uma mota (não uma scooter, eu sei que a razão talvez fosse mais para uma scooter mas de momento não sou fã).

Gosto especialmente das Honda NC750X pois parecem-me ser bastante destinadas a este uso quotidiano com os seus consumos. As irmãs NC750S também são semelhantes, embora o vidro alto na X de raíz faça alguma diferença e talvez a posição de condução seja melhor. O assento é mais baixo, o que deve ajudar.
O facto de ambas terem o met-in é excelente também, ter espaço de arrumação é sempre vantajoso.

Outra que me agradou foi a Suzuki SV 650, mas penso que os consumos ainda estejam um pedaço acima e não sei se têm alguma vantagem para além do motor.

Pensei numa 125 para me ambientar 1º, mas dada a dureza do trajeto provavelmente seria despachada rapidamente em detrimento de outra mais robusta. Apesar de as CB125F estarem em campanha agora, penso que sou capaz de me aguentar bem com algo mais jeitoso.

O meu estilo de condução é calmo; raramente passo dos 130, mas gosto de ter alguma folga no motor para ultrapassar rapidamente aqueles nabos que andam na faixa do meio aos "S" a mandar SMS no telemóvel.
Tenho 1.70m e 82cm de perna interior. Deve ser suficiente para chegar com as biqueiras ao chão em qualquer uma destas opções.

Dou primazia à segurança e aos consumos, não queria passar muito ali do tecto dos 7k €, não pretendo motas nervosas, de corrida ou que batam recordes de velocidade.

Vi umas NC agora com 0% juros na Mototorres e na Mototur. São um bocado longe, mas acho que são campanhas de aproveitar. Da Suzuki não tenho conhecimento de nenhuma do género atualmente.

Alguma sugestão, outra mota que possa fazer sentido neste momento? Talvez algum stand onde estejam com campanhas semelhantes?

Algum acessório que achem essencial?

Será que estou a cometer uma grande asneira a ir para uma mota maior? Não tive problemas com a da escolha de condução que era um trambolho (parecia uma CB600, mas como estava pintada não se via o modelo).

Desde já o meu obrigado!

« Última modificação: 21 de Dezembro de 2016, 23:08 por Serg_rps »

Offline JViegas

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 1719
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300 ABS
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #1 em: 20 de Dezembro de 2016, 09:39 »
Olá e bem vindo.

Penso que estás quase decidido ao tipo e modelo de veículo que pretendes. Por aqui recomendo-te a ler os DB que por aqui existem para tirares mais algumas conclusões.

Deves, na minha opinião, experimentar o veículo que mais de "apela", sentires a máquina e ver como te "relacionas" com ela. Pelo que deves deslocar-te a um stand e experimentar.

Recordo-te que uma coisa é teres máquina para umas voltinhas ou andar ao fim-de-semana outra coisa é diariamente conviver com ela e na forma como te "colocas" no trânsito com ela.

Não descures no equipamento, aposta em material durável e porque não completo.

Boas escolhas.

Offline Nunes

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Fev 2014
  • Mensagens: 229
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 300i ABS
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #2 em: 20 de Dezembro de 2016, 10:36 »
Mesmo sabendo que já colocaste de lado as scooters, para uso diário (inverno incluído) as scooters são a única solução que te dá um excelente conforto. Quase não sentes o vento, com punhos aquecidos e um vidro decente à frente é conforto total. E há scooters que andam muito bem...

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #3 em: 20 de Dezembro de 2016, 14:51 »
Olá e bem vindo.

Penso que estás quase decidido ao tipo e modelo de veículo que pretendes. Por aqui recomendo-te a ler os DB que por aqui existem para tirares mais algumas conclusões.

Deves, na minha opinião, experimentar o veículo que mais de "apela", sentires a máquina e ver como te "relacionas" com ela. Pelo que deves deslocar-te a um stand e experimentar.

Recordo-te que uma coisa é teres máquina para umas voltinhas ou andar ao fim-de-semana outra coisa é diariamente conviver com ela e na forma como te "colocas" no trânsito com ela.

Não descures no equipamento, aposta em material durável e porque não completo.

Boas escolhas.

Obrigado pelo comentário.

Equipamento já tenho praticamente todo. Capacete integral, um blusão que parece uma armadura e luvas de verão e Inverno.

Tenho que ver se marco um test drive de facto. Se calhar depois de montar uma fica mais fácil escolher.

Mesmo sabendo que já colocaste de lado as scooters, para uso diário (inverno incluído) as scooters são a única solução que te dá um excelente conforto. Quase não sentes o vento, com punhos aquecidos e um vidro decente à frente é conforto total. E há scooters que andam muito bem...

Eu tenho noção de que as Scooters são mais confortáveis, mas não sou muito fã esteticamente e procuro um pouco mais de aventura, por assim dizer. Nem é uma questão de andarem ou não bem, sei que há umas Scooters mais potentes, mas não me puxam muito.

Talvez no futuro :)


Offline moto2cool

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 2327
  • Localidade: Porto
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV 650 A
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #4 em: 20 de Dezembro de 2016, 18:46 »
Para primeira mota a sv650 é uma ótima opção, o consumo anda pelos 4, mexe-se muito bem na cidade, tem o assento mais baixo da gama, tem 76 cv. É uma ótima mota convencional naked :). Não tem o conforto das scooters nem a caixa automática da NC. E não tem o vidro alto protector que pode fazer a diferença no inverno em dias de chuva. Ah e tens o sistema de apoio ao arranque que é à prova do vulgar "deixar ir abaixo". Eu tenho uma e não consigo tirar o sorriso dos lábios quando surfo nas ruas do Porto :) agora para as viagens Setúbal - Lisboa a serem feitas quotidianamente incluindo chuva a recolha mais racional é mesmo uma scooter ou uma mota com bom vidro.
No meu caso a escolha não foi muito racional ;) mas não estou nada arrependido. Adoro viajar neste conceito original de mota e as naked andam por aí ;) BTW: ando em via rápida sem problemas com a chuva, só precisas de bom equipamento
« Última modificação: 20 de Dezembro de 2016, 18:46 por moto2cool »
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki VStrom 650
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"

Offline fastnet

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 2214
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: honda
  • Modelo: cbf 125
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #5 em: 20 de Dezembro de 2016, 20:38 »
Companheiro, acho que já tens alguns modelos em vista.
Como te foi sugerido é fazer testes a esses modelos e ver como te sentes na sua condução.
Para esses kilometros diários que dizes ir fazer, uma 125 fica curta ainda mais se utilizares AE para fazeres lisboa-setubal.
As nc talvez sejam as mais poupadas nessa cilindrada. Modelos até 500cc podem ser interessantes pelo iuc mais baixo, seguro, etc.
Sym Symphony 125s, Honda S-Wing 125, Bmw f650 funduro, Honda cbf 125
Honda pcx, a sair da casca Spritmonitor.de" border="0
CB500s, a tímida

CarlaLopes

  • Visitante
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #6 em: 20 de Dezembro de 2016, 23:15 »
Eu iria para a CB 500X. Acho-a mais bonita que a Nc. Cuidado ao conduzir na Ponte, vejo com cada barbaridade que até assusta.
Boa sorte.

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #7 em: 20 de Dezembro de 2016, 23:21 »
Para primeira mota a sv650 é uma ótima opção, o consumo anda pelos 4, mexe-se muito bem na cidade, tem o assento mais baixo da gama, tem 76 cv. É uma ótima mota convencional naked :). Não tem o conforto das scooters nem a caixa automática da NC. E não tem o vidro alto protector que pode fazer a diferença no inverno em dias de chuva. Ah e tens o sistema de apoio ao arranque que é à prova do vulgar "deixar ir abaixo". Eu tenho uma e não consigo tirar o sorriso dos lábios quando surfo nas ruas do Porto :) agora para as viagens Setúbal - Lisboa a serem feitas quotidianamente incluindo chuva a recolha mais racional é mesmo uma scooter ou uma mota com bom vidro.
No meu caso a escolha não foi muito racional ;) mas não estou nada arrependido. Adoro viajar neste conceito original de mota e as naked andam por aí ;) BTW: ando em via rápida sem problemas com a chuva, só precisas de bom equipamento
Pois, o facto de ser uma boa mota para principiante, mas com características de condução que ajudam a que não se farte dela deixou-me um pouco a pensar.

Teria que lhe meter um vidro alto e talvez uns protetores de pernas, se é que isso existe para esse modelo.

O facto de não ter nenhuma campanha com 0% juros também pesa um pouco, apesar de ter poupanças preferia usá-las noutras coisas de momento.

Vou ver se consigo um teste numa a ver... Quem sabe me apaixone

Companheiro, acho que já tens alguns modelos em vista.
Como te foi sugerido é fazer testes a esses modelos e ver como te sentes na sua condução.
Para esses kilometros diários que dizes ir fazer, uma 125 fica curta ainda mais se utilizares AE para fazeres lisboa-setubal.
As nc talvez sejam as mais poupadas nessa cilindrada. Modelos até 500cc podem ser interessantes pelo iuc mais baixo, seguro, etc.

Obrigado pela sugestão. Eu também tinha debaixo de olho uma CB500X, mas no meu caso não sei se tem muita vantagem para além de ser mais leve e manobrável face à NC.

O IUC rapidamente abato pela diferença de manutenção e combustível. O seguro por acaso não calculei qual seria a diferença, mas acho (posso estar enganado) que não é enorme.

E não tem o met-in que dá jeito. Aliás, o met-in é uma das grandes vantagens da NC a meu ver.

Marquei um test-drive ali na Motorway à NC. Deixa lá ver se realmente me seduz e tenho unhas para ela :)

Offline Castanheiro

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 78
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: NC750 Integra S
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #8 em: 20 de Dezembro de 2016, 23:50 »
Eu faço Palmela Lisboa todos os dias, acredita que não queres comprar um 125. Não é de todo indicada para fazer tanta AE. Se vais andar de verão e Inverno, a protecção aerodinâmica é muito importante. Eu gosto muito da NCX, mas acabei por comprar um Integra. Nunca molhei as botas :-)

Enviado do meu Redmi Note 3 através de Tapatalk


Amilcar Pires

  • Visitante
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #9 em: 21 de Dezembro de 2016, 10:28 »
Pois, o facto de ser uma boa mota para principiante, mas com características de condução que ajudam a que não se farte dela deixou-me um pouco a pensar.

Teria que lhe meter um vidro alto e talvez uns protetores de pernas, se é que isso existe para esse modelo.

O facto de não ter nenhuma campanha com 0% juros também pesa um pouco, apesar de ter poupanças preferia usá-las noutras coisas de momento.

Vou ver se consigo um teste numa a ver... Quem sabe me apaixone

Obrigado pela sugestão. Eu também tinha debaixo de olho uma CB500X, mas no meu caso não sei se tem muita vantagem para além de ser mais leve e manobrável face à NC.

O IUC rapidamente abato pela diferença de manutenção e combustível. O seguro por acaso não calculei qual seria a diferença, mas acho (posso estar enganado) que não é enorme.

E não tem o met-in que dá jeito. Aliás, o met-in é uma das grandes vantagens da NC a meu ver.

Marquei um test-drive ali na Motorway à NC. Deixa lá ver se realmente me seduz e tenho unhas para ela :)


Bom dia Serg__rps

Experimenta dar um salto ao Ondamil em Almada para veres a CB 500 X...não darás o teu tempo por perdido. Aliás, se tens tempo para gastar, então visita o máximo de concessionários até encontrares o negócio mais vantajoso. É o conselho que te dou.

Em relação às motas referenciadas, a meu ver, aquela que tem a melhor protecção para o frio é a NC 750 X. A irmã CB 500 X não é tão eficaz neste capitulo, com as pernas e pés a sofrerem com o vento. Mas tem um motor... _pol_

Gostei também da suzuki SV 650...mas meu caro, aquilo é que levei porrada do vento quando a experimentei...safa, estranhei muito porque não estava habituado.

A minha Forza 125 fazia 2.2 de média aos 100... :)) Era bastante económica. Se tens em mente esta preocupação, com este modelo não ficas desiludido de certeza e até aos 120 kms vai de certeza.

Só um pequeno à parte, foi na Ondamil que a minha Forza ficou...as novidades virão depois.

Boas curvas para todos. _pol_

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #10 em: 22 de Dezembro de 2016, 00:13 »
Eu iria para a CB 500X. Acho-a mais bonita que a Nc. Cuidado ao conduzir na Ponte, vejo com cada barbaridade que até assusta.
Boa sorte.

Irias só pela estética, ou há mais motivos que indicariam a CB500X como mais acertada para o meu caso?

Obrigado pela dica da ponte; eu já conheço bem o trajeto, fi-lo uns bons anos durante a fac (embora na sua maioria de autocarro), mas já percebi que de  scooter_ estou a redescobrir a condução e os mesmos caminhos se fazem com outro olho crítico  _pol_.

Eu faço Palmela Lisboa todos os dias, acredita que não queres comprar um 125. Não é de todo indicada para fazer tanta AE. Se vais andar de verão e Inverno, a protecção aerodinâmica é muito importante. Eu gosto muito da NCX, mas acabei por comprar um Integra. Nunca molhei as botas :-)

Enviado do meu Redmi Note 3 através de Tapatalk


Fazes uma viagem parecida então. Faz-se bem, sem grandes stresses? Consegues safar-te das filas com facilidade?

Eu com a 125 ia ali em alta rotação a 100 km/h a papar com o ventinho na tromba   _pol_. Por acaso em termos de conforto não me incomodou, mas a mota ia ali nos seus limites e abanava que nem uma doida  _lol_, e presumo que uma 125 não esteja talhada para fazer estes longos percursos diariamente durante muito tempo.

Eu se apareço com uma Integra em casa a patroa bate-me  _lol_ ela ainda gosta menos de scooters que eu. Também é mais cara que as NC, e até pode parecer estranho mas já que não tenho grande experiência e ainda sou jovem gostaria de ter uma motinha com mudanças para aprender como deve ser  scooter_.

Noutra fase da vida consideraria algo mais relaxado.


Bom dia Serg__rps

Experimenta dar um salto ao Ondamil em Almada para veres a CB 500 X...não darás o teu tempo por perdido. Aliás, se tens tempo para gastar, então visita o máximo de concessionários até encontrares o negócio mais vantajoso. É o conselho que te dou.

Em relação às motas referenciadas, a meu ver, aquela que tem a melhor protecção para o frio é a NC 750 X. A irmã CB 500 X não é tão eficaz neste capitulo, com as pernas e pés a sofrerem com o vento. Mas tem um motor... _pol_

Gostei também da suzuki SV 650...mas meu caro, aquilo é que levei porrada do vento quando a experimentei...safa, estranhei muito porque não estava habituado.

A minha Forza 125 fazia 2.2 de média aos 100... :)) Era bastante económica. Se tens em mente esta preocupação, com este modelo não ficas desiludido de certeza e até aos 120 kms vai de certeza.

Só um pequeno à parte, foi na Ondamil que a minha Forza ficou...as novidades virão depois.

Boas curvas para todos. _pol_

Infelizmente tempo não abunda por aqui, se não andava a corrê-los todos certamente. Pode ser que consiga passar em Almada na 6ª, quem sabe. Gostaria de testar a 500X também, embora não seja tão utilitária talvez me assente melhor na condução, quem sabe  _Rolley_.

A Suzuki teria que levar um vidro alto logo logo, e não sei se dá para fazer algo quanto à proteção do resto do corpo (defletores?). Eu como ainda não me habituei a nada, acho que até com a 125 me safava  _corado_.

A Forza sofre do mesmo mal que a Integra... é uma scooter (neste fórum não posso repetir isto muitas vezes _lol_).
Um dia mais tarde considerarei uma scooter_.


Offline PITEIRA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2014
  • Mensagens: 673
  • Localidade: Massamá
  • Sexo: Masculino
  • Brindemos ao CPM e ao bem que nos faz !!!
  • Marca: Honda
  • Modelo: NC750X
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #11 em: 22 de Dezembro de 2016, 00:51 »
A Forza sofre do mesmo mal que a Integra... é uma scooter (neste fórum não posso repetir isto muitas vezes _lol_).
Um dia mais tarde considerarei uma scooter_.


Poder podes, até porque o CPM é um fórum bastante democrático se bem que diplomático e metódico, como todos deveriam ser...
E como se costuma dizer...

"Uma mentira repetida muitas vezes, a certa altura começa a ser verdade...!"

... só que não!  _careta_
Sym Gts 125 2013
Honda NC 700S 2013
Honda NC 700D Integra 2012
Honda NC 750X 2016

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #12 em: 22 de Dezembro de 2016, 01:10 »


Poder podes, até porque o CPM é um fórum bastante democrático se bem que diplomático e metódico, como todos deveriam ser...
E como se costuma dizer...

"Uma mentira repetida muitas vezes, a certa altura começa a ser verdade...!"

... só que não!  _careta_

Opá, eu disse aquilo totalmente na brincadeira, espero que não tenha sido mal interpretado ou levado a sério  :-?. Registei-me no fórum precisamente porque do que tenho lido é bastante bem frequentado  _convivio_.

Sou da opinião que cada um gosta do que gosta, é preciso é haver respeito   _pol_.

RLeal

  • Visitante
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #13 em: 22 de Dezembro de 2016, 05:34 »
Respondendo à tua questão inicial, não acho que faças mal em ir para uma moto maior.

Na minha situação pessoal decidi arranjar logo uma mota de maior cilindrada como primeira moto tendo a escolha recaído por uma xt 660R. A escolha pelas trail deve-se ao facto de as achar motas muito versáteis pois tanto andam em alcatrão, como andam em terra.

Não é que não goste de 125 mas procurava algo mais apimentado e como moro perto do trabalho acabo por usar a moto mais para situações de lazer e principalmente para fazer tiradas até ao Alentejo.

Ao principio tive algum cuidado pois apesar de não ser uma moto muito potente é potente o suficiente para arranjar problemas, principalmente nas mãos de quem não tocava numa mota à uns anos.

Por ironia do destino e contrariamente à tua opinião gosto bastante de scooters e agora que já tenho uma "mota" ando com grande vontade de arranjar uma (isto uma pessoa nunca está bem com o que tem  _Rolley_) mantendo claro a minha montada, com o objectivo de ir para o trabalho e dar descanso ao enlatado que já está a acusar a idade.

Por isso testa bem o que realmente queres e faz alguns testdrives para veres que tipo de mota se adequa a ti a nível funcional e a nível sentimental, pois no fim o coração é que manda  ;D



Offline PITEIRA

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Jul 2014
  • Mensagens: 673
  • Localidade: Massamá
  • Sexo: Masculino
  • Brindemos ao CPM e ao bem que nos faz !!!
  • Marca: Honda
  • Modelo: NC750X
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #14 em: 22 de Dezembro de 2016, 10:32 »
Opá, eu disse aquilo totalmente na brincadeira, espero que não tenha sido mal interpretado ou levado a sério  :-?. Registei-me no fórum precisamente porque do que tenho lido é bastante bem frequentado  _convivio_.

Sou da opinião que cada um gosta do que gosta, é preciso é haver respeito   _pol_.

Falaste bem !  _pol_ Eu só me "piquei" pelos motivos aparentes...  _Rolley_
Mas o CPM é isso mesmo, receber os outros mesmo que a sua onda não sejam as Maxiscooter, e tentar ajudá-los dentro das nossas possibilidades. Só não te sugeri nenhuma mota pois a minha experiência com elas (Mudanças manuais) resumem-se a 5 meses com uma Honda NC 700 S , em que adorei a experiência , tirando a parte da falta de proteção aerodinâmica e em circuitos citadinos dar-me mais jeito o DCT.

Abraço e boa escolha !  _convivio_
Sym Gts 125 2013
Honda NC 700S 2013
Honda NC 700D Integra 2012
Honda NC 750X 2016

Offline karloxilva

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 429
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman AN400AZ ABS (Fev.2014)
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #15 em: 22 de Dezembro de 2016, 12:00 »
Companheiro Serg_rps:
Pelo trajecto que indica, a vontade expressa de querer uma mota "convencional", a sua altura (um pormenor que pode ser relativizado pela idade e habituação), a forma como se identifica como um motociclista que dá de barato o campeonato da velocidade a outrem, a melhor opção será sem dúvida a Honda NC750S.
Acho que se refere a esta:
http://www.honda.pt/motorcycles/range/street/nc750s-2016/overview.html
Por quê? Pelas características gerais da mota para uma utilização... generalista. E sobretudo pela economia: um trajecto diário de cerca de 40 quilómetros vai constar de forma indelével no orçamento mensal, e, convenhamos, a gasolina "ao preço da chuva" é coisa do passado.


A nova 650 da Suzuki é bonita, tecnologicamente interessante (aquele sistema anti-derrapagem, por exemplo), é algo mais baixa (atenção, não atender só à altura do banco mas também à largura - mais uma vez: não há nada como experimentar), e até pode dar mais gozo em determinados regimes, não duvido. Eu gosto.
Por outro lado, dizem os testes, e ao contrário do que é costume na marca, há quem duvide da eficácia da forma como vem "calçada" (nada que não se possa alterar aquando da compra).
De outro ponto de vista, que não sei se consta da sua preocupação, trata-se de uma marca que oferece menos possibilidades de escolha de concessionários (certo, não interessa ter muitos concessionários mas ter bons), menos valorizada na altura de uma retoma, por razões que nem sempre são objectivas, isto é, menos relacionadas com a qualidade intrínseca do produto e mais com "modas" e sobretudo "diz que diz" comercial, sem objectivamente deixar de lado outras situações de atendimento pós-venda que só o representante nacional da Suzuki saberá responder.

O pormenor da defesa em relação aos elementos: "apanhar com vento" faz parte da escolha mas suponho que haverá no mercado protecções que possa somar à NC para que o peito fique menos exposto; quanto às pernas, esqueça, nada a fazer, umas boas calças com algum grau de impermeabilização e, sobretudo, com protecções.
Esta é uma opinião desapaixonada, conforme pode verificar aí ao lado pela máquina que escolhi para mim.
Razão sem coração e coração sem razão? Ao contrário de noutras situações da vida, quando se fala de motas que são para andar e não para mostrar, a opção certa está algures a meio.
« Última modificação: 22 de Dezembro de 2016, 12:11 por karloxilva »
Duas rodas: o dobro da atenção

hugooazevedo

  • Visitante
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #16 em: 22 de Dezembro de 2016, 13:25 »
boas, tive uma NC750x em que desde Junho passou dos 14.000kms para uns modestos 28.000kms em Novembro. Usei para transporte utilitário e uma ida a Gibraltar no verão.
  Dando aqui a minha modesta opinião e de quem já fez 2 meses Quinta do Conde - Aeroporto (70kms ida e volta), diariamente, numa NC750x. Faça chuva ou sol, apenas ando de mota. E se vai ser também o teu caso, não optes pela NC. Sim a NC é uma mota quase perfeita, não faz rigorosamente nada mal que até enerva  :o mas para uso diário, aconselho vivamente uma scooter. Para além da proteção aerodinâmica tens um baixo custo de manutenção. O que é idêntico na NC, mas para uso diário, prefiro scooter, como uso agora.
  Se realmente a ideia for uma mota com embraiagem, a NC750x de todas as que estão no mercado neste momento, é sem dúvida alguma, a melhor opção que podes fazer para transporte utilitário.

EDIT: ps.: Uma scooter praticamente não tens de colocar extra nenhum a nível de conforto, numa NCx se não tiver extra nenhum, prepara-te para ser sempre uma coisa aqui outra ali, outra aculi só para tentares ter conforto para as viagens diárias  ;)

boas curvas e bons kms!
 scooter_
« Última modificação: 22 de Dezembro de 2016, 13:28 por hugooazevedo »

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #17 em: 22 de Dezembro de 2016, 13:52 »
Respondendo à tua questão inicial, não acho que faças mal em ir para uma moto maior.

Na minha situação pessoal decidi arranjar logo uma mota de maior cilindrada como primeira moto tendo a escolha recaído por uma xt 660R. A escolha pelas trail deve-se ao facto de as achar motas muito versáteis pois tanto andam em alcatrão, como andam em terra.

Não é que não goste de 125 mas procurava algo mais apimentado e como moro perto do trabalho acabo por usar a moto mais para situações de lazer e principalmente para fazer tiradas até ao Alentejo.

Ao principio tive algum cuidado pois apesar de não ser uma moto muito potente é potente o suficiente para arranjar problemas, principalmente nas mãos de quem não tocava numa mota à uns anos.

Por ironia do destino e contrariamente à tua opinião gosto bastante de scooters e agora que já tenho uma "mota" ando com grande vontade de arranjar uma (isto uma pessoa nunca está bem com o que tem  _Rolley_) mantendo claro a minha montada, com o objectivo de ir para o trabalho e dar descanso ao enlatado que já está a acusar a idade.

Por isso testa bem o que realmente queres e faz alguns testdrives para veres que tipo de mota se adequa a ti a nível funcional e a nível sentimental, pois no fim o coração é que manda  ;D

Uma scooter à partida protege mais das intempéries de facto. Para quem gosta é sempre uma boa solução  _pol_.

Tenho que fazer umas curvas com uns modelos; se o tempo abundasse seria todos os dias, hehe.

Companheiro Serg_rps:
Pelo trajecto que indica, a vontade expressa de querer uma mota "convencional", a sua altura (um pormenor que pode ser relativizado pela idade e habituação), a forma como se identifica como um motociclista que dá de barato o campeonato da velocidade a outrem, a melhor opção será sem dúvida a Honda NC750S.
Acho que se refere a esta:
http://www.honda.pt/motorcycles/range/street/nc750s-2016/overview.html
Por quê? Pelas características gerais da mota para uma utilização... generalista. E sobretudo pela economia: um trajecto diário de cerca de 40 quilómetros vai constar de forma indelével no orçamento mensal, e, convenhamos, a gasolina "ao preço da chuva" é coisa do passado.


A nova 650 da Suzuki é bonita, tecnologicamente interessante (aquele sistema anti-derrapagem, por exemplo), é algo mais baixa (atenção, não atender só à altura do banco mas também à largura - mais uma vez: não há nada como experimentar), e até pode dar mais gozo em determinados regimes, não duvido. Eu gosto.
Por outro lado, dizem os testes, e ao contrário do que é costume na marca, há quem duvide da eficácia da forma como vem "calçada" (nada que não se possa alterar aquando da compra).
De outro ponto de vista, que não sei se consta da sua preocupação, trata-se de uma marca que oferece menos possibilidades de escolha de concessionários (certo, não interessa ter muitos concessionários mas ter bons), menos valorizada na altura de uma retoma, por razões que nem sempre são objectivas, isto é, menos relacionadas com a qualidade intrínseca do produto e mais com "modas" e sobretudo "diz que diz" comercial, sem objectivamente deixar de lado outras situações de atendimento pós-venda que só o representante nacional da Suzuki saberá responder.

O pormenor da defesa em relação aos elementos: "apanhar com vento" faz parte da escolha mas suponho que haverá no mercado protecções que possa somar à NC para que o peito fique menos exposto; quanto às pernas, esqueça, nada a fazer, umas boas calças com algum grau de impermeabilização e, sobretudo, com protecções.
Esta é uma opinião desapaixonada, conforme pode verificar aí ao lado pela máquina que escolhi para mim.
Razão sem coração e coração sem razão? Ao contrário de noutras situações da vida, quando se fala de motas que são para andar e não para mostrar, a opção certa está algures a meio.

Porquê a NC750S em vez da X? Parece-me que a X vem melhor equipada de origem para combater vento / chuva, pelas carenagens e vidro alto. O trajeto infelizmente vão ser 100km (ida + volta), podendo ser mais variando o cliente.
Gasolina barata só nos EUA ou nos poços de petróleo, hehe. Eu aqui em Lisboa ando bem de transportes, mas indo para Setúbal fica mais complicado.

A questão da Suzuki era ver uma alternativa "noob-friendly" com um estilo um pouco diferente. Mas pelo atendido não me parece que a emoção da mesma vá ganhar sobre a razão das outras mais poupadinhas e mais comuns, pelo menos por ora.

De qualquer das formas ainda gostaria de testar uma a vez  _Rolley_.

boas, tive uma NC750x em que desde Junho passou dos 14.000kms para uns modestos 28.000kms em Novembro. Usei para transporte utilitário e uma ida a Gibraltar no verão.
  Dando aqui a minha modesta opinião e de quem já fez 2 meses Quinta do Conde - Aeroporto (70kms ida e volta), diariamente, numa NC750x. Faça chuva ou sol, apenas ando de mota. E se vai ser também o teu caso, não optes pela NC. Sim a NC é uma mota quase perfeita, não faz rigorosamente nada mal que até enerva  :o mas para uso diário, aconselho vivamente uma scooter. Para além da proteção aerodinâmica tens um baixo custo de manutenção. O que é idêntico na NC, mas para uso diário, prefiro scooter, como uso agora.
  Se realmente a ideia for uma mota com embraiagem, a NC750x de todas as que estão no mercado neste momento, é sem dúvida alguma, a melhor opção que podes fazer para transporte utilitário.

EDIT: ps.: Uma scooter praticamente não tens de colocar extra nenhum a nível de conforto, numa NCx se não tiver extra nenhum, prepara-te para ser sempre uma coisa aqui outra ali, outra aculi só para tentares ter conforto para as viagens diárias  ;)

boas curvas e bons kms!
 scooter_

Bem, considerando o preço da uma Integra p.e. ainda dá para meter muitos extras de conforto na NC  scooter_.

Se a questão se prendesse 100% pelo conforto comprava um enlatado e pronto, ia todos os dias no torpor do trânsito dentro do meu conforto. Ou iria de comboio, se bem que isso pode ser mais complicado porque não tenho um posto fixo.

Pode ser só de mim, mas não me faz confusão apanhar com vento nas pernas. Aliás, nas voltas que dei na CB125F nem dei conta disso, mesmo na AE e só com calças de ganga normais. Se um dia a opinião mudar logo penso nisso, mas por ora não pretendo mesmo uma scooter. Tirando essa proteção extra do vento não vejo vantagens e o estilo não me puxa  :-?.


Agradeço as opiniões, é sempre bom ouvir malta que já tem experiência no assunto. Já deu para colocar de lado a 125, agora o próximo passo é ver se realmente a NC se adequa a mim  _convivio_.

Offline Scooterado

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2010
  • Mensagens: 2078
  • Localidade: Barlavento-Algarve
  • Sexo: Masculino
  • Darwin e a evolução das espécies: T500 ---» T530
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: TMAX 530 ABS
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #18 em: 22 de Dezembro de 2016, 18:57 »
....... Se investires num bom equipamento de inverno ( no Verão não precisa ser tão artilhado ) o clima deixa de ser fator determinante para a escolha da mota...... Uma NC750X ou Integra ou S (naked ) são excelentes opções para esse percurso que irás fazer, ainda tens outras hipóteses porreiras como por exº a Suzuki V-Storm 650, Kawasaki Versys 650 ( está com 1 campanha agora ) ou mesmo a Honda CB500 x que são motas versáteis e polivalentes além de terem cilindradas comedidas e com isso os consumos também são bons versus performances e ainda dão para uma perninha em off-road ligeiro.
Se fosse eu a escolher seria uma NC750x ( com DCT ) ou a Integra ( com DCT ) para não desfigurar o meu sapato do lado esquerdo, hehe.
1 abraço e Boas festas
Scooterado  scooter_ _slb_ 35==»36
XMAX 125 de 30/11/2010 até 9/1/2013
Tmax 500 abs "Blackmax" 2009
com 23.000 Kms.-1ªmédia 4,82.última média 4,36 e deixei-a ir com 87778 km e com muito bom aspeto.
desde 9/12/2015 comprei 1  Tmax 530  preta   com 22.242 km.1ªmédia consumo 4,37/4,67 bem fixe!!

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #19 em: 22 de Dezembro de 2016, 20:36 »
....... Se investires num bom equipamento de inverno ( no Verão não precisa ser tão artilhado ) o clima deixa de ser fator determinante para a escolha da mota...... Uma NC750X ou Integra ou S (naked ) são excelentes opções para esse percurso que irás fazer, ainda tens outras hipóteses porreiras como por exº a Suzuki V-Storm 650, Kawasaki Versys 650 ( está com 1 campanha agora ) ou mesmo a Honda CB500 x que são motas versáteis e polivalentes além de terem cilindradas comedidas e com isso os consumos também são bons versus performances e ainda dão para uma perninha em off-road ligeiro.
Se fosse eu a escolher seria uma NC750x ( com DCT ) ou a Integra ( com DCT ) para não desfigurar o meu sapato do lado esquerdo, hehe.
1 abraço e Boas festas
Scooterado  scooter_ _slb_ 35==»36

Casaco de inverno já tenho, parece uma armadura autêntica  _lol_. Tem forros térmico e à prova de água separáveis, pelo que deve desenrascar mesmo no verão a temperaturas amenas. Faltam-me umas calças, mas não sei se vale a pena comprar à prova de água ou se compro uma proteção à parte para por por cima; botas estarão na calha também, mas tenho tempo para pensar nisso.

Gosto muito das Kawasaki, mas essas já estão acima daquilo que pretendo gastar; um dia mais tarde quem sabe  _Rolley_. A V-Strom idem. Talvez no mercado usado encontre alguma, mas para algo a ter uso diário não sei se vale a pena arriscar  :-?.

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #20 em: 23 de Dezembro de 2016, 14:07 »
Já fiz o test ride à NC750X. Uma maravilha, aquilo quase se conduz sozinho.

A passagem de mudança é super suave, vai-se bem tanto em 3ª a 120 como em 4ª a 40 (passe um pouco o exagero).

Na cidade pareceu-me ágil, não será a mais ágil do mundo mas a verdade é que me pareceu leve.
Comparada com o trambolho da escola de condução pareceu muito mais leve e manobrável.

Chego com ambos os pés ao chão (requisito mínimo) e nos semáforos porta-se bem.

Teria que lhe meter um vidro mais alto pois levo com o vento na tromba e ali a partir dos 110 faz alguma turbulência. Tirando isso não notei nada.

Nas pernas sentia uma brisa agradável, e imagino que no verão seja bom para refrescar também.

Se conseguir arranjar uma em campanha acho que não penso duas vezes.

Sent from my ONEPLUS A3003 using Tapatalk


Offline protas

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jan 2015
  • Mensagens: 127
  • Localidade: Parede
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: MT 09
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #21 em: 23 de Dezembro de 2016, 18:41 »
Tenta testar uma T-MAX 530 é um scooter mas  excelente para esse trajeto

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #22 em: 24 de Dezembro de 2016, 17:36 »
Tenta testar uma T-MAX 530 é um scooter mas  excelente para esse trajeto
Obrigado pela sugestão, mas de momento não procuro uma scooter.

De qualquer das formas essa já ficaria fora do orçamento :)

Offline Serg_rps

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Dez 2016
  • Mensagens: 23
  • Localidade: Setúbal
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Apeado (te
  • Modelo: Apeado
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #23 em: 30 de Dezembro de 2016, 12:51 »
Novidades: já sinalizei a mota, hei de a ir buscar algures em janeiro assim que a papelada estiver toda despachada e tiver a matrícula.

Agora só falta decidir se quero extras, e quais valem a pena.

Obrigado pelas opiniões!

Offline Scooterado

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2010
  • Mensagens: 2078
  • Localidade: Barlavento-Algarve
  • Sexo: Masculino
  • Darwin e a evolução das espécies: T500 ---» T530
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: TMAX 530 ABS
Re: Primeira mota - uso diário
« Responder #24 em: 11 de Janeiro de 2017, 12:53 »
Muitos parabéns companheiro Serg_rps, fizeste uma opção correta e vais dar-te bem com essa menina.
Acessórios: pelo menos um vidro + alto e topcase e respetivo suporte será essencial......O resto ( tipo: faróis de nevoeiro, malas laterais ou alforges, GPS, etc... ) vais comprando aos poucos e se for preciso.....Com uma máquina dessas de certeza que não vais ficar só pelo casa-trabalho-casa..... _Rolley_
Depois abre um DB para a malta apreciar as tuas aventuras.
1 abraço
Scooterado  scooter_ _slb_ 35==» 36
XMAX 125 de 30/11/2010 até 9/1/2013
Tmax 500 abs "Blackmax" 2009
com 23.000 Kms.-1ªmédia 4,82.última média 4,36 e deixei-a ir com 87778 km e com muito bom aspeto.
desde 9/12/2015 comprei 1  Tmax 530  preta   com 22.242 km.1ªmédia consumo 4,37/4,67 bem fixe!!