Autor Tópico: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms  (Lida 17894 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline João Canelas

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Ago 2017
  • Mensagens: 13
  • Localidade: Torre da Marinha
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: FZ1-SA
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #50 em: 29 de Outubro de 2017, 22:43 »
Exactamente TMaxer!

Disseste tudo creio.

Cumprimentos
JC
João Canelas
Yamaha FZ1

Offline Filipe Pombo

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Dez 2013
  • Mensagens: 1873
  • Localidade: Albarraque-Sintra
  • Sexo: Masculino
  • Não conduzas + rápido que o teu anjo da guarda voa
  • Marca: BMW 1200GS
  • Modelo: VStrom 650
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #51 em: 30 de Outubro de 2017, 09:23 »
Ok..rendo-me ao facto de não querer uma Scooter BMW.. primeiro porque é uma Kymco disfarçada com emblema da Baviera... e depois porque não tenho categoria para ostentar o emblema, tenho dinheiro para a comprar mas não a quero manter nestas condições.

Também não sou detentor de uma Tmax , pelo que ganho o direito de escrever aqui.. _thumbdown_...

Além disso quando falei com quem percebe e nomeadamente o nosso companheiro e amigo Tmaxer, percebemos que a C650 antes de 2015 é um cancro..nomeadamente na embraiagem que tem problemas de concepção que não sei se foram resolvidos na versão após 2015 e também a questão das manutenções que já foram anteriormente referidas aqui, que têm sido consideradas elevadas... não se trata da qualidade do produto..porque não tem... os plásticos que saltaram acima dos 140 kms/h ..e que o vendedor nos disse (na feira de motociclismo) que ..eram velocidades para não se fazerem  de scooter.   _lol_ _lol_


Também...quando se aplaude a discriminação de outros utilizadores de scooters  em que não a marca não é para todos.. porque é que não se faz a revisão na marca "by the book" e se procura alternativas de rua? se calhar... é porque se pretende algo mais económico.. . porque se reconhece que algo está errado na conta final...ou a conta da oficina está errada ou a nossa conta está em baixo ...correcto?

Nota: é a minha ultima intervenção neste tópico tão exclusivo...   _mau_   o clube, o CPM que conheço não tem este espirito .. tem pessoas muito mais valiosas do que as marcas... e isso é que conta... o convívio e o andar de mota...  não gostei nada de ler que quem tem Tmax também opina... foi muito mau  _thumbdown_
« Última modificação: 03 de Novembro de 2017, 19:33 por Filipe Pombo »
Espirito Scootard

Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1498
  • Localidade: Cacém
  • Sexo: Masculino
  • The MAX is never enough, Scootard Spirit
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 530 ABS
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #52 em: 30 de Outubro de 2017, 10:45 »
Boas companheiro João, das respostas que vi aqui ninguém é dono de uma Tmax.... Não se deixe enganar pelos avatar existem alguns que já mudaram para as BMW's... _lol_ _lol_

Eu tenho uma Tmax, mas antes de a comprar, estive a ver a 650. É uma excelente máquina, não a comprei porque na minha opinião, alguns pormenores não me agradaram....sei que a BMW pode e devia  fazer melhor no segmento das scooters. Não lhe falta Know-how, nem meios financeiros para o fazer.

Infelizmente, muitos construtores estão a realizar Joint Venture com construtores emergentes, para reduzirem custos e libertarem as suas principais unidades de produção para outros modelos.

Não vou aqui discutir qual a melhor maxiscoooter, todas elas têm características positivas e negativas. De comum têm o alto preço de aquisição e a manutenção cara.  _thumbdown_

Realmente esse preço para a revisão dos 40.000kk é elevado, mas não sei quanto custa, por exemplo, essa revisão numa Buga ou numa Tmax.

Qualquer dono de um destes modelos, tem de ter a consciência do alto custo  a pagar por possuir um modelo de topo que rivaliza  com algumas motos do mercado, em prestações, capacidade de carga, conforto etc.   

Felizes aqueles que possuem conhecimentos para realizarem as revisões, não é o meu caso, mas compreendo que não seja qualquer pessoa a mexer numa máquina destas.

No fim o importante é estarmos satisfeitos com o que temos, seja da marca A, B ou C, e termos unhas para elas.... _palmas_
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018...
Scootard Spirit, o direito à diferença, nas duas rodas

Offline twin-pt

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mai 2013
  • Mensagens: 2860
  • Localidade: Alcabideche - Cascais
  • Sexo: Masculino
  • Scooter por opção...
  • Marca: Honda
  • Modelo: X-ADV 750
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #53 em: 30 de Outubro de 2017, 11:14 »
Faço minhas as palavras do TMaxer e do Filipe... _Zang_

Infelizmente o nosso país tem um poder de compra baixo, o que limita a maioria dos companheiros na aquisição das suas viaturas, sejam elas as scooters, motociclos ou mesmo automóveis.

No caso das 2 rodas, como 2ª ou 3ª viatura, verifica-se ainda um efeito curioso: ou compram scooters e motos de gama de entrada ou passam directamente para as motos topo de gama.

De facto, verifica-se um grande bipolaridade nas opções. Por um lado uns esticam o orçamento para as PCX's e afins da vida, com custos de aquisição baixo e manutenção em conta, e nem pensam em empatar mais €€€ numa viatura de 2 rodas, por outro lado,  outros recorrem ao crédito para a aquisição e, ao optarem por um crédito por crédito, acabam por optar pelos topos de gama em detrimento das gamas intermédias.

É por isso que não se vêm tantas T-Max ou equivalentes por aqui. Poucos são os que lhe revêem o valor intrínseco que estas têm, e como os custos são elevados, preferem ir logo para "motões a sério"... E o facto das manutenções das scooters de gama alta serem não só onerosas como muito frequentes para quem as utiliza diariamente, afasta ainda mais possiveis proprietários.

Mas basta olhar para outros países da CE e vemos logo que a realidade é muito diferente. O problema está mesmo aqui neste cantinho...
« Última modificação: 30 de Outubro de 2017, 11:15 por twin-pt »
João Mestre / twin-pt
Espirito Scootard, uma maneira de estar e viver as duas rodas.
X-ADV 750 (RC95):
PCX125 -- X-MAX 125 ABS (link consumos)

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 3373
  • Localidade: sintra-cascais
  • Sexo: Masculino
  • Mebro nº 5131
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: XMAX 300
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #54 em: 30 de Outubro de 2017, 11:59 »
Faço minhas as palavras do TMaxer e do Filipe... _Zang_

Infelizmente o nosso país tem um poder de compra baixo, o que limita a maioria dos companheiros na aquisição das suas viaturas, sejam elas as scooters, motociclos ou mesmo automóveis.

No caso das 2 rodas, como 2ª ou 3ª viatura, verifica-se ainda um efeito curioso: ou compram scooters e motos de gama de entrada ou passam directamente para as motos topo de gama.

De facto, verifica-se um grande bipolaridade nas opções. Por um lado uns esticam o orçamento para as PCX's e afins da vida, com custos de aquisição baixo e manutenção em conta, e nem pensam em empatar mais €€€ numa viatura de 2 rodas, por outro lado,  outros recorrem ao crédito para a aquisição e, ao optarem por um crédito por crédito, acabam por optar pelos topos de gama em detrimento das gamas intermédias.

É por isso que não se vêm tantas T-Max ou equivalentes por aqui. Poucos são os que lhe revêem o valor intrínseco que estas têm, e como os custos são elevados, preferem ir logo para "motões a sério"... E o facto das manutenções das scooters de gama alta serem não só onerosas como muito frequentes para quem as utiliza diariamente, afasta ainda mais possiveis proprietários.

Mas basta olhar para outros países da CE e vemos logo que a realidade é muito diferente. O problema está mesmo aqui neste cantinho...
O problema está somente na nossa cabeça e cultura neste mundo(volto a dizer que existem muito mais ofertas do que se pensa)
Ninguem tem de julgar a  mota/marca A ou B ou C se é um canhão,se é barata  se é mota ou scooter, ou afins ,cada um compra o que pode (supostamente) ,o  que quer e em pricipio o que precisa.
Aqui o caso é uma marca considerada "premium" que faz jus a sua imagem ,aliás vendo a factura estou como o tmaxer,existem item que se podem poupar mas as intervenções até sao morosas e o trabalho de desmontar qualquer scooter nao é rápido nem fácil ,posso até relembrar que existem revisoes em 125 que vao alem dos 200 eur em alguns modelos ,se é muito? de bicicleta sai ainda mais barato.
Há-ja saude e gota no deposito  _vinho_ _convivio_ _convivio_ scooter_
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

Offline António Teles

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Ago 2012
  • Mensagens: 886
  • Localidade: Loures
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Aprilia
  • Modelo: Mana 850
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #55 em: 30 de Outubro de 2017, 12:05 »
Acho o preço razoável.
Pelo que vi a 650 paga aproximadamente 800€ aos 20000 e 1400€ aos 40000kms.
Se somarmos a mudança de óleo intermédia  100€ cada dá em gastos aproximadamente 2400€ cada 40000kms, que será aprox. 0,06€ por km.
Para a mesma kilometrajes, em outra Scooter com revisões a cada 3000 (13x 70€)e muda de Correia aos 12000kms (3x150€) o gasto seria de 1360€, aprox. 0,035€ por km.
Se eu entender que num passeio de 1000kms tenho um gasto de mais 25€ que com outra scooter mas que viajo bem. Então podem dizer-me o que quiserem que eu continuava a sorrir.
P.s. Agora que na hora de pagar dói, mas dói mesmo muito, também é verdade.
Continuo sem estar interessado na BMW assim como numca me interessei pela SYM mas Também numca as experimentei. 🛵
Atenção aos radares! Eles andem aí!

RCEu

  • Visitante
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #56 em: 30 de Outubro de 2017, 12:09 »

                Pagam estes valores por uma revisão, mas estão felizes. Têm uma BMW!

Realmente notava-se bem a infelicidade estampada na tua cara quando tinhas uma BMW.
Fizeste bem em mudar para a Burgman.

Offline motociclista

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jun 2012
  • Mensagens: 72
  • Localidade: Santarém
  • Sexo: Masculino
  • JAFERREIRA
  • Marca: SUZUKI
  • Modelo: AN650Z
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #57 em: 30 de Outubro de 2017, 12:36 »
Realmente notava-se bem a infelicidade estampada na tua cara quando tinhas uma BMW.
Fizeste bem em mudar para a Burgman.


         As BMW são grandes motos,Élio.
         O que se tem discutido por aqui, são assuntos relacionados com KIMCOS disfarçadas de BMWs com manutenções em função da marca alemã. Um autêntico disparate.
         Nunca pretendi intrometer-me naquilo que cada um compra, até porque não sou eu a pagar.
         O que me espanta, é como conseguiram vender/comprar a ideia de que é a melhor scooter do mercado. NO ENTANTO, CONTINUO A RESPEITAR, mesmo não concordando.
José António Ferreira

Offline TMaxer

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Out 2014
  • Mensagens: 2087
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Ducati
  • Modelo: Multistrada 1200S
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #58 em: 30 de Outubro de 2017, 12:37 »
As scooters tem a manutenção cara pois tem uma coisa que cuja manutenção é muito onerosa: o variador.

Nao so a intervencao é demorada e chata, como as pecas de substituição são caras: correia (150-200€) e roletes (50€)

para uma scooter pequena de 50 ou 125 provavelmente com 50€ ate se faz a festa, mas uma coisao sao passar 15 cavalos, outra sao passar 60 e penso que será de facil compreensao que a nivel construcao as exigencias sao completamente diferentes.


Outras 2 particularidades implica maiores custos de manutenção na C650:


- O facto desta ter uma embraiagem centrifiuga como as scooters mais pequenas (que deu muitas dores de cabeca no inicio do modelo como estarao bem lembrados os habituees do CPM na 1ª BMW que cá tivemos DB), embraiagem essa que exige manutencao, limpesa e periodicamente substituicao. (outras scooters usam embraiagens "de moto" com multidiscos banhados em oleo que nao precisam de manutencao e cuja vida é muito mais longa)


- O facto da corrente da transmissao necessitar de ser mudada... noutras scooters esta corrente dura quase a vida da moto, mas verdade seja dita: tambem nao tem 60 cavalos!!!!  _pol_




Portanto está é a "realidade real"... aos 40 mil Kms tudo isto precisa de ser troca e junta-se uma espécie de "tempestade perfeita" que deve terminar com muitos donos a terem de se sentar no momento de ler o total.

Na TMax a revisao dos 40 deve andar na casa dos 700-800 € pois é preciso verificar e afinar as válvulas e isso implica desmontar a scooter toda  _martelada_ _martelada_

A Burgman nao tem este problema pois o variador nao troca a correia  _pol_


Na Honda meteram um caixa de velocidades robotizada, que nao necessita de manutenção (tirando óleo), mas tem corrente (troca kit de transmissão = pinhao, corrente e cremalheira)


RCEu

  • Visitante
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #59 em: 30 de Outubro de 2017, 12:41 »
A Burgman simplesmente não tem correia. Deixei num DB meu uma imagem do sistema


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Offline TMaxer

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Out 2014
  • Mensagens: 2087
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Ducati
  • Modelo: Multistrada 1200S
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #60 em: 30 de Outubro de 2017, 13:04 »
O CVT da Burgman é um sistema diferente, dai ter a possibilidade de "MANUAL"



Companheiro Motociclista:


Aqui existem varias diferenças de opiniao... temos vários companheiros com BMW e que estao satisfeitos e que ja vao na 2a BMW e outros como o que comentou que se queixa das avarias sistemáticas. Cada um terá a sua experiência a relatar  _pol_





Offline Xpop

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Jan 2016
  • Mensagens: 34
  • Localidade: Almada
  • Sexo: Masculino
  • O prazer de conduzir 2 rodas ....qualquer modelo !
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: X-Max 300
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #61 em: 30 de Outubro de 2017, 13:39 »
Marca para esvaziar os bolsos com qualidades e explicações... nada mais


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Offline TMaxer

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Out 2014
  • Mensagens: 2087
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Ducati
  • Modelo: Multistrada 1200S
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #62 em: 30 de Outubro de 2017, 14:02 »
Marca para esvaziar os bolsos com qualidades e explicações... nada mais


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk



E existe alguma que seja para encher os bolsos???


Todas elas vendem soluções de mobilidade com o único objectivo de criarem riqueza... desde as Alemãs, as Japonesas, as de Taiwan e as Chinesas, o ÚNICO objectivo dos seus accionistas ganharem dinheiro.   _lol_ _lol_ _lol_

As vezes a malta no calor da defesa da "sua" marca esquece isso  ;)


Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1498
  • Localidade: Cacém
  • Sexo: Masculino
  • The MAX is never enough, Scootard Spirit
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 530 ABS
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #63 em: 30 de Outubro de 2017, 14:50 »
Óptimo debate... _palmas_

Ficou provado que as maxiscooters de topo têm um custo proporcional ao prazer que proporcionam. Todos diferentes mas todas iguais no gozo que dão.  _pol_

Só não concordo com o ónus, que aqui se poem às scooters, relativamente às motos.

Não tenho grandes conhecimentos dos preços das mesmas, mas sei que a triumph 800 tem revisões elevadas, na ordem dos 600/800 euros, nas quilometragens aqui discutidas. Isto foi comprovado no concessionário oficial de Lisboa, quando questionado sobre os preços do plano de revisões.

Como o TMaxer disse, e muito bem, é nas manutenções que os concessionários fazem o grosso do lucro e, quanto mais "premium" for a marca, mas cara serão as revisões.

Já agora e, se me permites Miguel, tens preços para as revisões da tua GS. 
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018...
Scootard Spirit, o direito à diferença, nas duas rodas

Offline TMaxer

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Out 2014
  • Mensagens: 2087
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Ducati
  • Modelo: Multistrada 1200S
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #64 em: 30 de Outubro de 2017, 15:20 »
Boas Paulo  _pol_


A GS nao é particularmente onerosa de manter. Isto deve-se em parte ao facto de não ter corrente, eliminando o custo da mudança do kit de transmissão. onde ela fica mais cara é na operacao de verificar/afinar valvulas pois como tem 2 cabeças, sao 2 juntas (30/40€ cada uma) e 2 vezes o trabalho de desmontar/verificar/montar



As revisoes "impares" (10/30/50) são ligeiramente mais económicas do que as pares (20/40/60)... mas rodam entre os 200 e os 400 €, a nivel de consumos anda nos 5,5 a 6 e o custo de um jogo de pneus são 250 €. Um jogo de pastilhas por exemplo são ligeiramente mais caras dos que as da TMax mas duram os mesmo 20 mil Kms (podes sempre comprar umas da marca BREMBO que é a OEM BMW que te ficam a 1/3 do preco  _lol_).

Na revisao dos 40 paguei 350€ (verificação e afinar válvulas, troca óleo + filtro, filtro ar, troca óleo transmissão). Quase 120€ foram a troca que oleo que no meu caso se a tivesse realizado em casa tinha poupado 70/80 €




Como é habitual, EXISTEM diferenças de preços entre diversas oficinas sendo que no centro de Lisboa podes esperar pagar mais dinheiro do que se fizeres noutro sitio. Ha dias um companheiro pediu um orçamento a varias oficina e os preços variavam entre os 200 e os 350, sendo que em Badajoz o valor era onde era menos do que 200  _lol_ _lol_




Se vamos falar de manutenção em motos BMW, Triumph, Ducati ou KTM vai haver sempre diferença para as marcas de "consumo" (Honda, Yamaha, Suzuki, etc) e para as marcas mais baratas.  E da mesma forma as peças também sao mais caras. Cabe ao cliente avaliar se é dinheiro bem empregue, se o tem e se o quer gastara  _lol_



RCEu

  • Visitante
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #65 em: 30 de Outubro de 2017, 15:48 »
Companheiros:
Apenas e somente a título comparativo, consegui recuperar o meu post acerca da revisão dos 40.000 Km da minha antiga Buga 650 (que no caso da Buga ocorre aos 42.000 Km) e que aqui vos deixo.



Hoje a Buga foi à revisão.


E tal como se esperava não tive surpresas.
Ainda assim, gostaria de separar este registo de revisão em duas partes e já vão perceber porquê.


Vamos então ao que interessa


Revisão: 42.000 Km




Km Registados: 41760


Local: João Santos, Lda.
Rua Loubet Bravo, 5 Loja 1
Telef. 214352004


Não é parceiro e necessita de marcação prévia
Mota de cortesia: Sim (não usada)


Material usado:


21748-10G10     Parafuso do Variador                             1                5,13€             5,13€
09168-12002      Anilha Bujão                                          2                0,96€            1,92€
9410914000       Anilha Bujão                                          1                0,70€             0,70€
16510-07J00      Filtro Óleo                                              1               14,29€          14,29€
46005982           Óleo Pro 4 10w40 (205L) Silkolene        3,6           14,00€          50,40€
ECOLUBE            Ecovalor/Ecolub. (D.L. 153/2003)        3,6             0,06€            0,22€
112233               Mão de Obra                                          2,5           30,00€          75,00€
03541-0525B      Parafuso                                               3                1,38€            4,14€


Foi ainda efectuada uma verificação geral à Buga, onde o famoso parafuso do CVT foi substituído a meu pedido. Foram verificados travões, líquidos e pressão e estado dos pneus.


Total Ilíquido: 151,80€
IVA 23%:         34,91€


Total Pago:    186,71€


A parte seguinte tem como objectivo deixar aqui um esclarecimento acerca do famoso parafuso do CVT que tanta controvérsia tem gerado. Alguns proprietários acham que este parafuso deve ser trocado em cada revisão apenas porque tem um custo baixo e no caso de desgaste pode provocar uma avaria enorme e por isso uma reparação cara. Se isto é verdade, também não é menos verdade que existe algum exagero e mito criado à volta deste tema.
O que a Suzuki recomenda é que em cada revisão este parafuso deve ser alvo de inspecção e verificação ao estado de desgaste do mesmo. Não diz que deve ser trocado a alguma revisão ou quilometragem específica. Ora aqui, cabe ao técnico que está a fazer a revisão fazer uma avaliação do estado de conservação do parafuso e se for esse o caso, proceder à troca.
Mais, a Suzuki já substituiu este parafuso por outro igual mas construído em material mais resistente, para evitar desgaste prematuro.
Da minha parte, vou continuar a fazer como até aqui. Sempre que faça uma revisão o parafuso será inspeccionado. Se for necessário será substituído. Se passarem bastantes quilómetros, peço para trocar.


Vou deixar aqui uma imagem do parafuso que foi substituído e onde está assinalado o desgaste do mesmo.
De acordo com o técnico, este parafuso ainda aguentava uns valentes quilómetros.





Edit:
Faltava a imagem do famoso parafuso



Foto de Elio Coelho.
« Última modificação: 30 de Outubro de 2017, 15:57 por Élio »

Offline Xpop

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Jan 2016
  • Mensagens: 34
  • Localidade: Almada
  • Sexo: Masculino
  • O prazer de conduzir 2 rodas ....qualquer modelo !
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: X-Max 300
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #66 em: 30 de Outubro de 2017, 21:56 »


E existe alguma que seja para encher os bolsos???


Todas elas vendem soluções de mobilidade com o único objectivo de criarem riqueza... desde as Alemãs, as Japonesas, as de Taiwan e as Chinesas, o ÚNICO objectivo dos seus accionistas ganharem dinheiro.   _lol_ _lol_ _lol_

As vezes a malta no calor da defesa da "sua" marca esquece isso  ;)
Sem defesa qualquer à marca de todo é uma crítica por experiência própria caro TMaxer.
Cumprimentos


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Offline João Canelas

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Ago 2017
  • Mensagens: 13
  • Localidade: Torre da Marinha
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: FZ1-SA
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #67 em: 30 de Outubro de 2017, 23:12 »
Ok..rendo-me ao facto de não querer uma BMW..primeiro porque é uma Kymco disfarçada com emblema da Baviera... e depois porque não tenho categoria para ostentar o emblema, tenho dinheiro para a comprar mas não a quero manter nestas condições.

Também não sou detentor de uma Tmax , pelo que ganho o direito de escrever aqui.. _thumbdown_...

Além disso quando falei com quem percebe e nomeadamente o nosso companheiro e amigo Tmaxer, percebemos que a C650 antes de 2015 é um cancro..nomeadamente na embraiagem que tem problemas de concepção que não sei se foram resolvidos na versão após 2015 e também a questão das manutenções que já foram anteriormente referidas aqui, que têm sido consideradas elevadas... não se trata da qualidade do produto..porque não tem... os plásticos que saltaram acima dos 140 kms/h ..e que o vendedor nos disse (na feira de motociclismo) que ..eram velocidades para não se fazerem  de scooter.   _lol_ _lol_


Também...quando se aplaude a discriminação de outros utilizadores de scooters  em que não a marca não é para todos.. porque é que não se faz a revisão na marca "by the book" e se procura alternativas de rua? se calhar... é porque se pretende algo mais económico.. . porque se reconhece que algo está errado na conta final...ou a conta da oficina está errada ou a nossa conta está em baixo ...correcto?

Nota: é a minha ultima intervenção neste tópico tão exclusivo...   _mau_   o clube, o CPM que conheço não tem este espirito .. tem pessoas muito mais valiosas do que as marcas... e isso é que conta... o convívio e o andar de mota...  não gostei nada de ler que quem tem Tmax também opina... foi muito mau  _thumbdown_

Boa noite,

Estive para te responder na mesma medida mas se o fizesse só iria baixar o nivel de uma discussão positiva num fórum positivo, o que não se pretende de todo.

Cumprimentos
João

João Canelas
Yamaha FZ1

Offline João Canelas

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Ago 2017
  • Mensagens: 13
  • Localidade: Torre da Marinha
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: FZ1-SA
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #68 em: 30 de Outubro de 2017, 23:16 »
Acho o preço razoável.
Pelo que vi a 650 paga aproximadamente 800€ aos 20000 e 1400€ aos 40000kms.
Se somarmos a mudança de óleo intermédia  100€ cada dá em gastos aproximadamente 2400€ cada 40000kms, que será aprox. 0,06€ por km.
Para a mesma kilometrajes, em outra Scooter com revisões a cada 3000 (13x 70€)e muda de Correia aos 12000kms (3x150€) o gasto seria de 1360€, aprox. 0,035€ por km.
Se eu entender que num passeio de 1000kms tenho um gasto de mais 25€ que com outra scooter mas que viajo bem. Então podem dizer-me o que quiserem que eu continuava a sorrir.
P.s. Agora que na hora de pagar dói, mas dói mesmo muito, também é verdade.
Continuo sem estar interessado na BMW assim como numca me interessei pela SYM mas Também numca as experimentei. 🛵

Excelente post! Óptimo ponto de vista e que permite olhar para o cenário abordado não apenas na perspectiva dos 40000kms mas sim numa perspectiva mais global...introduzindo o conceito de custo por km.

👍


Na minha perspectiva, e como utilizador de uma C650Gt, existem regras que quero manter nomeadamente ao nivel da manutenção. A minha mota foi sempre assistida na marca e isso é algo que pretendo manter. Só no caso da revisão dos 40000 é que não o farei porque considero possivel fazer a mesma revisão, com os mesmos materiais, por menos dinheiro.
Qualquer maquina deve manter os planos de manutenção preconizados pelo construtor e isso irei manter.
Agora acho que o valor pedido reflete muito do que foi ja aqui escrito. O exemplo da “tempestade perfeita” dado por um companheiro reflete isso muito bem pois congregam-se muitas operações numa mesma intervenção.

Em jeito de resumo, não é uma maquina barata em termos de manutenção mas tem quanto a mim muitas valências que a distinguem e que fazem dela o melhor negócio que eu podia encontrar no mundo das maxiscooters. Saliento a palavra “eu” para não ferir susceptibilidades.

Portanto, se estou contente com ela? Imenso. E não é isso que conta afinal?👍

Cumprimentos a todos
João
« Última modificação: 31 de Outubro de 2017, 18:45 por João Canelas »
João Canelas
Yamaha FZ1

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 3373
  • Localidade: sintra-cascais
  • Sexo: Masculino
  • Mebro nº 5131
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: XMAX 300
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #69 em: 31 de Outubro de 2017, 22:02 »
Um pequeno a parte:
Estava a ler uma revista espanhola da especialidade ,eis que tem um teste entre as  três maxiscooter  desportivas do momento  por lá (Yamaha,,kymco e a BMW) e está a prova em contrário do que muito se fala da construção da BMW ou ser kymco,dá para perceber o que querem dizer com isto...eu já sabia mas cá vai:
Resumindo,a kymco só dá mão de obra e materia prima ,logo não está aqui o caso da Kawasaki por exemplo em que se pode ver nas chapas do quadro das j 125 e 300 que aquilo é kymco com design da Kawasaki.
« Última modificação: 31 de Outubro de 2017, 22:31 por mpaneves »
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

Offline pjose

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Dez 2015
  • Mensagens: 302
  • Localidade: Oeiras
  • Sexo: Masculino
  • Marca: yamaha
  • Modelo: X-Max 400-ABS (Momo Design)
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #70 em: 31 de Outubro de 2017, 22:21 »
Excelente post! Óptimo ponto de vista e que permite olhar para o cenário abordado não apenas na perspectiva dos 40000kms mas sim numa perspectiva mais global...introduzindo o conceito de custo por km.




Na minha perspectiva, e como utilizador de uma C650Gt, existem regras que quero manter nomeadamente ao nivel da manutenção. A minha mota foi sempre assistida na marca e isso é algo que pretendo manter. Só no caso da revisão dos 40000 é que não o farei porque considero possivel fazer a mesma revisão, com os mesmos materiais, por menos dinheiro.
Qualquer maquina deve manter os planos de manutenção preconizados pelo construtor e isso irei manter.
Agora acho que o valor pedido reflete muito do que foi ja aqui escrito. O exemplo da “tempestade perfeita” dado por um companheiro reflete isso muito bem pois congregam-se muitas operações numa mesma intervenção.

Em jeito de resumo, não é uma maquina barata em termos de manutenção mas tem quanto a mim muitas valências que a distinguem e que fazem dela o melhor negócio que eu podia encontrar no mundo das maxiscooters. Saliento a palavra “eu” para não ferir susceptibilidades.

Portanto, se estou contente com ela? Imenso. E não é isso que conta afinal?

Cumprimentos a todos
João

Companheiro,

Tens uma das melhores scooters do mercado na minha opinião e estás muito bem servido. Espero que te dê muitos kms de alegrias e principalmente em grande segurança que é um dos factores mais importantes na BMW.

De facto se as manutenções não fossem tão pesadas seguramente seria a minha primeira escolha para scooter pois não só tem um andamento muito bom ( vai rapidamente aos 180 km até cortar), muitos fatores de segurança (ABS/TCS/ alarme de furos/...) excelente proteção ao aerodinâmica(vidro eléctrico/zona das pernas/...), excelente bagageira e muito bonita.

Parabéns e boas curvas,


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Offline Filipe Pombo

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Dez 2013
  • Mensagens: 1873
  • Localidade: Albarraque-Sintra
  • Sexo: Masculino
  • Não conduzas + rápido que o teu anjo da guarda voa
  • Marca: BMW 1200GS
  • Modelo: VStrom 650
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #71 em: 31 de Outubro de 2017, 22:43 »
Boa noite,

Estive para te responder na mesma medida mas se o fizesse só iria baixar o nivel de uma discussão positiva num fórum positivo, o que não se pretende de todo.

Cumprimentos
João

leia lá! Este tópico não é seu!!!   _martelada_ _martelada_ 


Não tem de me responder porque não se trata de nenhum tópico  iniciado por si...  ou da sua autoria _careta_  a sua intervenção é tal como as outras de igual valor.

Este tópico teve inicio em 19 de Agosto de 2016 , um ano antes de  se inscrever no CPM...   _thumbdown_

Em parte alguma o citei ou fiz referencia a si... não entendo porque carga de água me teria de responder ...nem sequer me referi a si..mas na continuidade de outros comentários...



Agradeço que a moderação faça a devida limpeza deste tópico.



« Última modificação: 01 de Novembro de 2017, 10:04 por Filipe Pombo »
Espirito Scootard

Offline Ccarvalho

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Dez 2014
  • Mensagens: 1533
  • Localidade: Amadora
  • Sexo: Masculino
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #72 em: 01 de Novembro de 2017, 07:05 »
Mais uma vez se constata que a manutenção de uma scooter de cilindrada superior a 400cc atinge valores que eu considero, por vezes, obscenos, como neste caso. E, como se sabe, os alemães vendem o plástico muito caro. Mas parece que quem as tem acha que estes montantes representam o justo valor a pagar para se poder usufruir de uma máquina destas, portanto nada a opor.

No meu caso, por princípio, defeito e talvez desvio profissional, era incapaz de pagar valores destes, preferia abdicar de ter uma scooter e passaria a ter uma mota convencional, o que provavelmente acontecerá no dia em que decidir subir de cilindrada.

Offline JPA

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jul 2010
  • Mensagens: 816
  • Localidade: Figueira da Foz
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: DL 1000 V-STROM
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #73 em: 01 de Novembro de 2017, 09:16 »
É um facto que a BMW faz-se pagar pela assistência e bem, e se o  valor cobrado pode ser algo elevado face a alguma concorrência direta, isto no domínio das poucas maxiscooters premium que conhecemos.

Se por cá os valores praticados são elevados, por exemplo na Malásia, um país com uma das maiores presenças de scooters por habitante, a BMW esmera-se e bem em praticar os seus serviços.

Plano de manutenção, valores em $USD ( 2012)




Estimated parts=  orça. peças

Estimated labour=  orça. mão-de-obra


fonte: http://www.webbikeworld.com


Quem adquire uma scooter desta "estirpe", sabe bem aquilo que o espera... é uma máquina assumidamente única, e os 60 CV fazem-se pagar.

Haja saúde e trabalho para a sustentar, e sobretudo vontade de enrolar o punho.

Infelizmente continua-se a  repetir as mesmas sentenças... mas a realidade é que desde 2010 em que surgiu o concept da C650, já a parceria com a Kymco estava firmada para o fabrico dos motores e transmissão, aliás neste momento a Kymco está em parceria estratégica no desenvolvimento das soluções  para os híbridos e elétricos em grande escala para a BMW.


Kymco Downtown 125i
Suzuki DL 1000 V-STROM

Offline Paulo Silveiro

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Jun 2013
  • Mensagens: 1498
  • Localidade: Cacém
  • Sexo: Masculino
  • The MAX is never enough, Scootard Spirit
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 530 ABS
Re: BMW C650 - Custo elevado da revisao dos 40 mil Kms
« Responder #74 em: 01 de Novembro de 2017, 14:26 »
Atenção que esses 60 CV  não  servem para justificar os valores das revisões. O motor é buto mas as terpidaçoes existem e a BMW  devia e podia fazer melhor. Escolheu o caminho mais fácil. Encomendar a fabricação  do modelo anum sitio de mão de obra barata. Com a 300 fizeram a mesma coisa. Índia!   _Rolley_

Monocilindrica com uma potência ridícula comparando com a concorrência.
Honda PCX - Maio/2013 a Outubro 2014
XMAX - Outubro 2014 a Novembro de 2015
Tmax - Novembro de 2015;Yamaha D'elight 110 - 2016;Vespa Primavera 125 - Julho de 2018...
Scootard Spirit, o direito à diferença, nas duas rodas