Autor Tópico: Como travar suzuki burgman sem descanso central e sem travão de estacionamento  (Lida 1193 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

deucefour

  • Visitante
Bom dia pessoal
Adquiri recentemente uma Burgman 200 de 2007, de uma forma geral está boazinha, alguns riscos e quedas mas nada de muito grave. A razão pela qual coloco principalmente este post é de começar a fazer uns tratamentos. É a minha primeira scooter, no entanto não é a minha primeira mota. A mota só tem descanso lateral, o que causa alguns inconvenientes dado que a mota fica desengatada desligada e se houver um desnível facilmente ela avança e tomba.
Agradeço as vossas opiniões e conselhos.
Melhores cumprimentos
João

Offline paubar

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mar 2014
  • Mensagens: 111
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman 650
Acho que podes por um descanso central. Pergunta na Suzuki.
Burgman For ever

Offline meloy

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Mai 2016
  • Mensagens: 44
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS EVO 125

Offline Pianoman

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Ago 2011
  • Mensagens: 1463
  • Localidade: Charneca da Caparica
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: NC750 XD
Usa uma fita de velcro numa das manetes de travão. Simples, barato e eficaz.
Daelim S3 125:Ago11->Jul12(14k);Maxsym 400i:Jul12->Mai13(21k);Maxsym 400i ABS:Jun13->Mai14(18k);Maxsym 600i ABS:Mai14->Jan15(12k)
Honda NC750XD
  

Offline moto2cool

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Mar 2015
  • Mensagens: 1905
  • Localidade: Porto
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: SV 650 A
Parece-me que mais tarde ou mais cedo vais ter que lhe colocar um descanso central, por isso quanto mais cedo melhor ;). Até lá estacionar sempre na perpendicular da inclinação se não for demasiado inclinada, mas isso já sabes pela experiência da mota ;)
Spritmonitor.de" border="0 Suzuki SV650A "Back to Classics"
"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"