Autor Tópico: [GTS 125 EVO] Ritual de Arranque  (Lida 8659 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

ninjaslb

  • Visitante
[GTS 125 EVO] Ritual de Arranque
« em: 07 de Setembro de 2010, 15:04 »
No stand dissera-me que não era aconselhável arrancar com a gts evo antes de aparecer o primeiro risco da temperatura do lado direito do mostrador.
Assim o tenho feito. Chego a moto tiro o cadeado , ligo-a, coloco o capacete, ponho as luvas, arrumo a bagagem e espero uns 3 minutos ou mais que a menina aqueça.

Pergunta, também fazem este ritual ou com o tempo a coisa pode ser feita mais depressa?
« Última modificação: 12 de Março de 2011, 19:15 por paufer »

nfp393

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #1 em: 07 de Setembro de 2010, 16:13 »
ai estas motas com carburador... se fossem de injecção electronica era sempre a andar  scooter_... tou a brincar... a mim tembém me disseram para nao fazer grandes arranques com a mota fria... ao fim ao cabo é como os carros.  Agora ficar á espres _confuso_  _martelada_  scooter_ nahhh

ZeLuz

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #2 em: 07 de Setembro de 2010, 16:24 »
O meu ritual à saída de casa:

- ligar a maxi
- vestir o blusão
- vestir as calças impermeáveis (com chuva)
- tirá-la do descanso central
- arrancar 5 metros (para vencer um pequeno declive e sair da boxe)
- colocá-la no descanso central
- fechar o portão da boxe
- colocar o capacete
- calçar as luvas
- tirá-la do descanso central
- arrancar uns 20 metros até ao exterior da garagem
- colocá-la no descanso central
- fechar o portão da garagem
- tirá-la do descanso central
- arrancar sem grandes acelerações nas primeiras centenas de metros

O meu ritual à saída do trabalho:

- ligar a maxi
- ir picar o ponto
- vestir o blusão
- vestir as calças impermeáveis (com chuva)
- colocar o capacete
- calçar as luvas
- tirá-la do descanso central
- arrancar sem grandes acelerações nas primeiras centenas de metros

O meu ritual noutro local:

- ligar a maxi
- vestir o blusão (se necessário)
- vestir as calças impermeáveis (com chuva e se necessário)
- colocar o capacete
- calçar as luvas
- tirá-la do descanso central
- arrancar sem grandes acelerações nas primeiras centenas de metros

Nunca olho para para os traços...  _Rolley_

 scooter_

Offline Tormentinha

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Dez 2009
  • Mensagens: 187
  • Localidade: Almada
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Silver Wing 400
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #3 em: 07 de Setembro de 2010, 16:28 »
Boas.

Na minha apesar de ser a gts 250i faço assim ex:ligo a chave deixo apagar a luz de control de injecção,ligo o motor,visto casaco coloco o capacete,coloco as luvas,vejo se as luzes estão ligadas e quando olho para o painel já está com 1 traço e voilá.......mas devagar pois os motores sofrem muito mais desgaste quando estão frios.
 _pt_

ninjaslb

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #4 em: 07 de Setembro de 2010, 17:03 »
já vi que importa é ter cuidado nos primeiros metros após o arranque para não puxar muito pelo motor.

Offline Tormentinha

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Dez 2009
  • Mensagens: 187
  • Localidade: Almada
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Silver Wing 400
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #5 em: 07 de Setembro de 2010, 17:08 »
já vi que importa é ter cuidado nos primeiros metros após o arranque para não puxar muito pelo motor.


Correcto.....e já agora de vez enquando da uma olhadela do nivel de oleo.  _convivio_

Offline Scooty

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Dez 2009
  • Mensagens: 200
  • Localidade: Charneca de Caparica
  • Sexo: Masculino
  • respeitar para ser respeitado
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: Tmax 500i
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #6 em: 07 de Setembro de 2010, 18:24 »
Os companheiros que me perdoem mas eu sou do contra .

Abro a porta da garagem tiro a Tmax à mão
coloco descanso lateral
fecho a porta da garagem
ponho o capacete
os óculos
as luvas (o Blusão já vem vestido de casa)
Monto retiro o descanso
dou a chave e arranco.
Abro o portão para sair do quintal (não necessito sair da mota , são muitos anos...:)  ...    )
fecho o portão enquanto a mota sai e ala que se faz ao caminho.

Claro está que o primeiro quilometro é feito a velocidade moderada e em recta sem acelerações bruscas.

Será que faz mal arrancar logo em frio? A Tmax tem 73.000K  ;D (sem qualquer reparação ao motor)

Abraços  _convivio_

Scooty

pela paz na estrada, cabemos lá todos.
Membro CPM Nº 13

dcaldinhas

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #7 em: 07 de Setembro de 2010, 18:54 »

Claro está que o primeiro quilometro é feito a velocidade moderada e em recta sem acelerações bruscas.

Será que faz mal arrancar logo em frio? A Tmax tem 73.000K  ;D (sem qualquer reparação ao motor)

Abraços  _convivio_

Scooty

Faço o mesmo com a PCX, tal como tenho feito com todas as motas que tive.

O mais importante mesmo é não esforçar o motor a frio. 8) 8)

Na minha opinião ligar antes é sinónimo de combustivel desperdiçado!

ninjaslb

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #8 em: 08 de Setembro de 2010, 09:45 »
espectáculo.
obrigado a todos pelas explicações.

Ramirez

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #9 em: 15 de Fevereiro de 2011, 13:44 »
De maneira a não ter que abrir um novo aproveito este topico.

Em principio a minha compra será para uma Sym GTS mas tambem ja pensei onde a guardar.
Uma vez que tenho garagem com box não faz sentido deixar a maxi na rua só que neste caso levanta-se uma questão.

A minha box fica num piso e o portão da rua no piso mais acima. Quando saio tenho pela frente uma rampa de um 15mts com uma inclinação de 35º (mais coisa menos coisa). Isso não trará problemas por causa da mota ainda estar fria?

Cumprimentos

Chinaboy911

  • Visitante
Re: Ritual de Arranque na gts evo
« Responder #10 em: 15 de Fevereiro de 2011, 14:20 »
Se ligares a mota antes de pores as luvas e o capacete, puxares a mota para a rua, fechares a box e subires devagarinho, não há problema nenhum..

luiscp

  • Visitante
Re: [GTS 125 EVO] Ritual de Arranque
« Responder #11 em: 11 de Agosto de 2011, 00:40 »
Ainda bem que vi ontem este tópico!
Hoje já procedi em conformidade, isto é, passei a ligar a moto mal chego e enquanto faço o ritual de preparar as coisas antes de arrancar (guardar os acessórios, vestuário, etc..) É claro que para isso, passei a deixar sempre a moto no descanso central..
Parece-me uma boa prática, para não forçar o motor. Ainda para mais tendo em conta que ainda estou na fase da rodagem.. Mas já andei 500km sem fazer isto.. espero não ter prejudicado nada.. :( mas acho que mais vale tarde do que nunca!
Notei efectivamente, que ela começa com um determinado nível mais acelerado e depois vai desacelerando..
Obrigado pela dica!

Frederico Vaz

  • Visitante
Re: [GTS 125 EVO] Ritual de Arranque
« Responder #12 em: 11 de Agosto de 2011, 13:53 »
eh pá...nem tanto ao mar, nem tanto á terra...tanta "nhéquiçe" também não malta...
Tudo bem...um gajo se arranca a abrir com a mota a frio, é claro que o oleo como ainda não está quente, não vai dar muita saúde...agora, rituais antes de andar com aquilo tb me parece um pouco demais.
Eu é meia bola e força, tento é não apertar com a mota ate esta não estar quente...depois disso é "siga pa bingo" pois para "baixo é que é Lisboa"... scooter_

ZeZeZoom

  • Visitante
Re: [GTS 125 EVO] Ritual de Arranque
« Responder #13 em: 25 de Agosto de 2011, 13:23 »
Eu sou 1 novato, a minha SYM GTS Evo 125 i tem a alarvidade de 350 kms! _lol_ mais ou menos a mesma experiência motard do seu condutor e proprietário.
A minha Roncinante dorme numa box, de onde a tiro desligada para poder fechar o portão da box, e ligá-la é mesmo a última coisa que faço, depois de ter colocado o capacete e as luvas. Segue-se uma subida para o portão exterior do prédio, com cerca de 15 metros. Ao topo da subida nova paragem para accionar o comando à distância do portão (que levo no bolso do blusão e k demoro 1 eternidade a encontrar, pois estou de luvas). Aberto o portão, saio com calma, tal como fiz ao subir a rampa. Por vezes, subo a rampa com a moto fria e um dos meus garotos como passageiro. Depois de ler os posts anteriores, esta é a parte k me deixou com comichão, pois é notório o acréscimo de esforço do motor para transportar dois galifões na subida da rampa...Sempre a aprender...

HTeixeira

  • Visitante
Re: [GTS 125 EVO] Ritual de Arranque
« Responder #14 em: 31 de Agosto de 2011, 22:31 »
Eu não faço absolutamente nada destes rituais mas também nem nunca me lembrei deles na mota. As versões a carburador devem realmente ter um cuidado extra mas não é preciso tanto.

Uma coisa que eu tirei deste tópico, não foram só os rituais, mas que dormem todas na garagem  8)

A minha dorme na rua, com num estacionamento vulgar paralelo de carros, mas deixo o pneu da frente em cima do lancil do passeio para não ficar com a traseira muito saliente para a estrada. Desta forma, a roda traseira fica quase a tocar no chão pelo que não a ligo. Tiro o cadeado de disco com alarme, tiro a corrente da roda traseira, meto o capacete e arranco.

Arranco mesmo quando a ligo já todo equipado. Mas não abuso. E como o meu casaco ainda não chegou, tenho andado com um simples, fino. Mas as 8 da matina tenho apanhado bastante frio e nevoeiro pelo que até meto aqueles cachecóis de btt. E por isso mesmo vou devagar

E a PCX com o start&stop, só entra em funcionamento este sistema quando atinge a temperatura ideal e geralmente não precisa de muito.

Acho muito bem que estimem as vossas meninas, mas não queimem combustível em excesso. Faz mal ao bolso e ao planeta.