Autor Tópico: Baterias de iões de sódio, o futuro das baterias!  (Lida 1123 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12393
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: DN-01 - " O Tubarão"
Baterias de iões de sódio, o futuro das baterias!
« em: 08 de Dezembro de 2015, 13:37 »
O mercado dos veículos eléctricos está mais do que comprovado e, direi eu, aceite...que dentro de alguns anos começará a preencher uma quota ainda maior de vendas.

É difícil avançar com datas concretas relativamente ao momento em que se começará a inverter o processo dos motores de combustão para dar lugar à propulsão dada por motores eléctricos, concorrendo para tal diversos factores, inclusivamente externos.

Ora numa notícia bastante recente e que até ao momento muito poucos de nós tínhamos conhecimento, foi divulgado que o lítio (elemento químico com o símbolo Li) usado em grande parte das baterias, está presentemente cada vez mais caro...porque é cada vez mais raro!

Um pequeno revés que parece ter já uma solução em estudo e desenvolvimento...

Os avanços conseguidos nos veículos eléctricos, independentemente da forma e compostos químicos que usam para armazenar e disponibilizar a energia acumulada pelas suas baterias, não me parece que possam já dar passos para trás. Esta forma de propulsão virá com o tempo e o desenvolvimento (...assim os preços ajudem também) a inundar o mercado na esmagadora maioria dos veículos.

Deixo mais abaixo a notícia completa sobre este assunto, obtida no website pplware.sapo.pt




Baterias de iões de sódio, o futuro das baterias


"As baterias de iões e polímeros de lítio estão por todo o lado, mas têm um grande problema: o lítio é um elemento cada vez mais raro e só se encontra, de forma explorável, em algumas zonas da América do Sul.

Alheios a isso estão os consumidores, que não sabem que esse facto é um problema cada vez mais grave, e por isso as baterias de iões de lítio estão cada vez mais caras, mais raras e o seu fornecimento é um trunfo político e estratégico. Assim, torna-se urgente encontrar alternativas. Baterias de iões de sódio (Na-ion), dizem-lhe alguma coisa?

O sódio tem uma química muito similar ao lítio. Assim que as baterias de iões de lítio começaram a chegar ao mercado, os investigadores olharam de imediato para o sódio como uma alternativa ao lítio, nas baterias recarregáveis.

Ao contrário do lítio, as reservas de sódio são praticamente ilimitadas. O maior obstáculo do sódio para dominar no segmento das baterias é o desenvolvimento dos eléctrodos apropriados.

No passado mês de Novembro, uma equipa de investigadores franceses do CNRS, Le Centre national de la recherche scientifique e a equipa da CEA, Comissão de Energia Atômica e Energias Alternativas, anunciaram num artigo que estavam a produzir em colaboração com o RS2E, Research Network on Electrochemical Energy Storage, um protótipo de uma bateria de iões de sódio. Esta bateria consegue armazenar energia na mesma quantidade e no mesmo formato padrão da indústria das baterias de iões de lítio. Estas baterias são, contudo ligeiramente mais largas que as tradicionais baterias AA—18 mm x 65 mm.

Embora a notícia no artigo chame à composição do eléctrodo negativo “um segredo comercial”, a equipa registou uma patente em Outubro deste ano, descrevendo um eléctrodo negativo com uma estrutura em camadas com base no composto de óxido de titânio Na2Ti3O7, assim como o método para produzir esse composto.

Estas estruturas podem armazenar os iões de lítio e, recentemente, os investigadores começaram a testar a sua adaptação para que também possam armazenar os iões de sódio.

The chemistry is very close to that of the lithium battery, and from that point of view there are no major difficulties; the mechanisms are the same ones and all the industrial processes for their production are the same, Referiu Laurence Croguennec, cientista de materiais do Institut de Chimie de la Matière Condensée de Bordeaux.

Um problema que persiste é que o sódio é menos eficiente como portador de carga. Uma bateria de sódio perde 0,3 volts quando em comparação com uma bateria de lítio. É necessário desenvolver materiais que possam funcionar com tensões mais elevadas e que forneçam uma mais ampla capacidade.

Ainda não há uma ideia clara de quando as baterias de iões de sódio possam atingir uma paridade com as baterias de iões de lítio. Em 6 meses já muito foi feito e os resultados são muito animadores. O seu desempenho, para o ponto de partida, é muito interessante e como os materiais ainda podem ser aperfeiçoados, o futuro, próximo, poderá trazer resultados já com uma prestação animadora para o mercado.

Actualmente, as baterias de sódio têm uma capacidade de armazenamento de 90Wh/kg, que é um valor comparável com as baterias de lítio quando estas estavam na sua fase inicial.

Os responsáveis referem que ainda estão longe do tipo de armazenamento que as mais avançadas das baterias podem oferecer, como por exemplo as que podemos encontrar no carros da Tesla, mas é uma verdade que o nível de conhecimento, tendo por base o que já se conhece dos materiais usados nas baterias modernas, possibilita uma evolução mais rápida destas novas tecnologias.

Como refere Croguennec, os protótipos ainda não estão prontos para o mercado, mas a CEA acredita que será de interesse para a indústria e por isso estão já em conversações com possíveis parceiros industriais."


Imagem obtida em: fortunedotcom.files.wordpress.com

Offline NunoMiguel

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jul 2015
  • Mensagens: 316
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 125
Re: Baterias de iões de sódio, o futuro das baterias!
« Responder #1 em: 08 de Dezembro de 2015, 15:11 »
No fundo será sempre o que os interesses comerciais ditarem. O lítio está caro, partimos para outra...
Não posso comprar a felicidade... Mas posso comprar cerveja, que é quase a mesma coisa.

Offline marcopns

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Nov 2010
  • Mensagens: 302
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SW
  • Modelo: Predator
Re: Baterias de iões de sódio, o futuro das baterias!
« Responder #2 em: 08 de Dezembro de 2015, 20:35 »
Estas baterias, embora não apareçam no gráfico, estão ao nível das Lfp. Como se pode ver no gráfico, ainda têm um longo caminho para percorrer até serem competitivas para aplicações moveis, seja automóvel, pcs ou smartphones onde são necessárias baterias cada vez mais leves e menos volumosas. O gráfico parece-me desactualizado pois já é fácil comprar 18650 3600ah 


Neste momento a produção de baterias de lítio é de 35Gwh e estão projectadas varias giga-fabricas da Tesla (35Gwh), LG Chem (7Gwh) e Foxconn (15Gwh) que devem começar a produzir em 2016/2017. É um salto enorme na procura de Litio e nesta fase haverá certamente um abanão na procura de Litio e ajustes nos preços.

Portugal é um pais rico, com recursos naturais que os nossos governantes não sabem aproveitar. Temos agua, sol, vento (energia) e temos Litio!
http://expresso.sapo.pt/economia/economina_energia/portugal-a-beira-de-ficar-rico=f631254
SW Predator eléctrica desde 27-08-2010

+60 000km feitos a pilhas

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12393
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: DN-01 - " O Tubarão"
Re: Baterias de iões de sódio, o futuro das baterias!
« Responder #3 em: 08 de Dezembro de 2015, 21:22 »
A tecnologia pode, querendo e havendo vontad€ para isso, pegar nas baterias de Iões de Sódio...e fazê-las alcançar um estado de desempenho de alto nível.

Naturalmente que também será necessário tempo para lá chegar, mas se já começaram a desenvolver baterias com este composto químico, é porque de alguma forma saberão que pode chegar longe...

Se o lítio começou a rarear (...e consequentemente os preços a aumentar), dificultando o acompanhar dos níveis de massificação atualmente existentes, pelo menos as alternativas já estão a postos...  :)

Assim os grandes construtores de motociclos e automóveis quisessem mesmo... e o avanço era ainda maior do que já é.  :-\. Mas felizmente há bons progressos... _pol_