Autor Tópico: HONDA ELITE - O futuro visto nas formas de há 30 anos atrás!  (Lida 1748 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12414
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
HONDA ELITE - O futuro visto nas formas de há 30 anos atrás!

Depois de ter sido aceite pela Administração do CPM a ideia da partilha destas temáticas contendo "Uma visão sobre o passado", com a criação do correspondente separador, que agradeço publicamente, e depois de ontem à noite ter lido a finalidade e as normas legais que nortearam a criação do mesmo, decidi dedicar-me um pouco à pesquisa e trazer ao conhecimento de todos uma scooter lançada à qualquer coisa como 30 anos atrás, mais propriamente no decurso do ido ano de 1984....a Honda ELITE!


De aspecto altamente futurista (...e aqui temos de remontar o nosso pensamento à época e compará-la com outras existentes nos anos 80') a Honda lançou no mercado esta pequena scooter de motor a 4 tempos, com 3 derivações de cilindrada que não foram lançadas em sumultâneo - 80cc, 125cc e 150cc - e um peso verdadeiramente baixo....pouco passava dos 100Kg. Digamos que ao lado desta e tendo em conta que as dimensões estarão bastante aproximadas, uma PCX quase se poderia considerar como uma scooter demasiado pesada.
Chegou a fazer-se uma Honda Elite com 250cc, é certo...mas diferente no estilo e dimensões das que aqui retrato.

Este modelo importantíssimo para a Honda, alcançou na versão com 80cc (designada com o nome de código CH80) o impressionante feito de conseguir estar 23 anos no mercado, apenas sofrendo ao longo do tempo pequenas alterações de pormenor. 

A produção da Elite lamentavelmente (mas também compreensivelmente, face às mais ousadas e atraentes concorrentes próximas do virar do século) terminou em 2007, ficando o saudosismo do seu design e a vontade de um dia...um dia a marca poder voltar a usar o seu nome e de alguma forma as suas curiosas linhas (adaptadas aos dias de hoje, claro).

Mas voltemos ao que foi a Elite...

Esta pequena scooter, logo quando foi lançada na versão 125cc, começou a despertar atenção, pois preconizou a mudança dos habituais (para a época) motores a dois tempos, para os bem menos poluentes e poupados motores a quatro tempos. Um avanço impressionante para a época nas pequenas scooters.

A Elite...e é bom novamente recordar que falo da uma scooter que apareceu no mercado à qualquer coisa como 30 anos atrás, apresentou características e tecnologias nunca antes vistas numa scooter convencional e acessível como esta, onde se destacavam:

- Farol retráctil (versão 125cc e 150cc Luxe);
- refrigeração líquida do motor;
- Painel de instrumentos completo, contendo informação analógica e digital (...leram bem, informação digital à 30 anos atrás numa pequena scooter);
- Saídas de ar do radiador direccionadas para os membros inferiores (com mecanismo para as fechar ou abrir).

Algum tempo depois e constatando o sucesso e visibilidade recebida pelo seu modelo de 125cc (sem contar com o marketing bem realizado e promovido pela marca), foi adicionada uma versão com 150cc como fiz referência acima (designada com o nome de código CH150), vendida numa versão padrão (esta durante pouco tempo) e outra voltada para o luxo, com alguns pormenores a diferenciá-las, nomeadamente o facto da versão normal ter um painel de instrumentos somente analógico, ao contrário da best-seller 125cc e a versão de luxo com 150cc, ambas com o já mencionado painel de instrumentos contendo informação analógica e digital.

Ao longo dos anos foi sofrendo pequenas alterações aqui e ali, mas basicamente manteve-se sempre a scooter que facilmente era reconhecida mesmo ao longe e que atravessou tantas gerações ao longo da sua existência.

Tornou-se presentemente, na minha franca opinião, num quase objecto de culto, numa scooter de colecção e que desperta paixões se preferirem...e apesar de à primeira vista se poder franzir o nariz, ao conhecer-se um bocadinho da sua história e depois de, como fiz, nos dedicar-mos à leitura de vários dos relatos pessoais e vivenciais dos Owner Reviwes da Honda Elite, ganha-se uma certa afeição por este pequeno modelo.



Aqui no filme Americano, Fright Night de 1985...tendo o farol retráctil levantado.

Texto de realização pessoal, com consulta das seguintes fontes: Motor Scooter Guide; Motorere.com; Adventure Rider Forum, entre outros.

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12414
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
Re: HONDA ELITE - O futuro visto nas formas de há 30 anos atrás!
« Responder #1 em: 17 de Janeiro de 2015, 15:41 »
Aqui no filme The Terminator, em 1984. Sim...esse mesmo, o filme em que entra Arnold Schwarzenegger.
Para a altura, era uma scooter muito high-tech e teve uma participação no filme através da personagem Sarah Connor (na imagem).

.