Autor Tópico: Keeway Silverblade - Um mau exemplo  (Lida 8329 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

LeandroSouto

  • Visitante
Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« em: 14 de Dezembro de 2014, 17:46 »
Boas,

A vida de um maxiscootard nem sempre é fácil e, tal como referi na minha apresentação, já tive a "minha dose" de azar com as máquinas.

Resumindo, mas não deixando nada de relevante por dizer, quero contar-vos a minha história com uma Silverblade, que não correu bem...

Em Julho de 2013 comprei a minha Maxi-Scooter, preta, linda mesmo... Decidi por ela devido a vários factores, nomeadamente o preço (estava indeciso entre a Daelim S2/S3, mas esteticamente esta era muito melhor).









Infelizmente teve várias avarias, e num ano e três meses "de vida", já tinha parado uns 4 meses, sempre ao abrigo da garantia, tal como refiro:

1 – Reprogramação (cerca de 1 semana na oficina)
2 – Afinação de válvulas (cerca de 1 semana na oficina)
3 – Substituição do quadrante (cerca de 2 semanas na oficina)
4 – Ficha eléctrica anulada (cerca de 1 semana)
5 – Substituição do sensor de temperatura (cerca de 4 semanas)
6 – Substituição do escape (cerca de 3 semanas)
7 – Motor partido (cerca de 4 semanas)
8 – Sensor da cambota (cerca de 2 semanas)
9 – Sobreaquecimento e escape partido (desde 2 de Novembro)

Enviei imensos e-mails, para oficinas, para a marca... E nada.  _Rolley_ Pedi a substituição da scooter por duas vezes e nem responderam.
Cheguei a ir a Oliveira de Azeméis entregar a scooter para me resolver um problema que em Lisboa não conseguiam...
Num mês que ela teve parada, paguei 91 euros de uma correia substituída, mas continuava a ter problemas...

Enfim, sei de outras que nunca deram problemas, mas esta foi demais.
A falta de vontade do importador em resolver este problema foi determinante para eu dizer que nunca mais terei uma Keeway (e neste caso também incluirei a Kawasaki, visto que são os mesmos importadores).

 _Zang_

Para resolver isto tudo tive que colocar o caso num Julgado de Paz  _reg_ e, após muita negociação e vontade de ambas as partes em resolver o assunto, consegui a substituição da scooter por outra, através do Stand onde a comprei.

Não estou aqui a incluir os nomes dos stands envolvidos, porque penso que todos tentaram resolver da melhor maneira, dentro das suas possibilidades. A grande nota negativa vai para a Multimoto, importador, que nunca mostraram qualquer interesse em saber de um cliente que tinha comprado uma scooter e não a podia usar.

Fica aqui a experiência  ;)   scooter_
« Última modificação: 14 de Dezembro de 2014, 17:56 por LeandroSouto »

interceptor

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #1 em: 14 de Dezembro de 2014, 18:07 »
Companheiro lamento muito o sucedido com a tua Keeway e obviamente que este tipo de situações são comuns a todas as marcas, unidades defeituosas existem em todos os fabricantes.
Sem estar a querer fazer de advogado do diabo como podes ver neste tópico a Multimoto já teve uma postura diferente para uma situação semelhante como tal deduzo que o problema não esteja apenas no importador.

Offline fastnet

  • Assembleia Consultiva
  • MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2013
  • Mensagens: 2211
  • Localidade: Lisboa
  • Sexo: Masculino
  • Marca: honda
  • Modelo: cbf 125
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #2 em: 14 de Dezembro de 2014, 18:28 »
Desconheço a fiabilidade desse modelo mas a keeway já tem algum nome e bons produtos, tantas avarias e tanto tempo de espera para reparação das várias avarias é algo estranho. Foste brindado com uma série de avarias e fraca capacidade de resolução  _Zang_
Espero que a substituta te dê melhor sorte  _pol_
Sym Symphony 125s, Honda S-Wing 125, Bmw f650 funduro, Honda cbf 125
Honda pcx, a sair da casca Spritmonitor.de" border="0
CB500s, a tímida

vicente

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #3 em: 14 de Dezembro de 2014, 18:34 »
Boas, eu costumo dizer que não há 1 sem 2 nem 2 sem 3 , vamos ver se com esta tens mais sorte, mas geralmente a coisa quando nasce torta tarde ou nunca se endireita. Boa sorte e  _convivio_

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12414
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #4 em: 14 de Dezembro de 2014, 18:46 »
Estou incrédulo com todo o tempo que te viste privado da sua utilização.
Tudo junto dá uma quantidade enorme de dias... :-\

Ainda bem que no final conseguiste que te fosse entregue uma nova, sendo pena é que tenha levado tanto tempo e chatices para que o conseguisses.

A Keeway tem actualmente unidades com um óptimo desempenho e eu próprio conheço quem circula quase diariamente numa 50cc sem problemas. Tiveste azar com a tua máquina companheiro, mas felizmente conseguiste a substituição por outra.  scooter_

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 3483
  • Localidade: sintra-cascais
  • Sexo: Masculino
  • Mebro nº 5131
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: XMAX 300
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #5 em: 14 de Dezembro de 2014, 19:23 »
Isso parece a minha história que alguns bem conhecem ,boa sorte 
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

LeandroSouto

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #6 em: 14 de Dezembro de 2014, 19:54 »
Companheiro lamento muito o sucedido com a tua Keeway e obviamente que este tipo de situações são comuns a todas as marcas, unidades defeituosas existem em todos os fabricantes.
Sem estar a querer fazer de advogado do diabo como podes ver neste tópico a Multimoto já teve uma postura diferente para uma situação semelhante como tal deduzo que o problema não esteja apenas no importador.

Sim, e percebe-se perfeitamente, basta falar com alguém de um stand da Keeway e perceberás que a diferença está em quem coordena os departamentos técnicos da Keeway e da Kawasaki.
Posso adiantar que houve um mês em que as coisas correram muito bem no contacto com a Multimoto, que foi o mês em que o responsável Keeway esteve de férias.  ???_

Não quero aqui estar a falar mal da Keeway, nada disso, até porque, e tirando esta parte menos boa, adorei a scooter, mas esta falta de capacidade para resolver os problemas dá nisto, e pode levar a uma quebra de confiança da marca por parte de futuros compradores - não pela qualidade do produto, mas pelo receio em ter este tipo de problemas...

Ainda bem que no final conseguiste que te fosse entregue uma nova, sendo pena é que tenha levado tanto tempo e chatices para que o conseguisses.

Foi o problema maior.
Comprei uma scooter nova para me deslocar e para não ter problemas. Ganhei uma mensalidade de cem euros, problemas e mobilidade nos transportes públicos...  :(

Eddy

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #7 em: 14 de Dezembro de 2014, 22:03 »
Boas companheiro.
Não querendo defender a Keeway (uma vez que tb comercializava a marca) mas por vezes o concessionário que vende as motas, seja qual for a marca não executa os testes devidos, o que resulta numa mota defeituosa entregue ao cliente.
Todas as marcas têm series com problemas, cabe por vezes aos concessionários testar e fazer chegar ao importador os problemas para que a marca melhores e possa evoluir sem prejuízo para o cliente final.

Abraço. 

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 3483
  • Localidade: sintra-cascais
  • Sexo: Masculino
  • Mebro nº 5131
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: XMAX 300
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #8 em: 17 de Dezembro de 2014, 21:05 »
E atenção que a benelli pertence ao grupo da Keeway por isso algumas trazem ou traziam esse tocolante elas agora já são engenhocadas em Itália na casa da benelli
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

LeandroSouto

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #9 em: 21 de Dezembro de 2014, 00:52 »
por vezes o concessionário que vende as motas, seja qual for a marca não executa os testes devidos, o que resulta numa mota defeituosa entregue ao cliente.

Sim, acredito, mas a mota foi intervencionada em duas oficinas diferentes da região de Lisboa e na oficina do próprio importador, Multimoto, em Oliveira de Azeméis, visto que a levei lá.

Mesmo depois disto tudo, continuava a dar problemas.

O que para mim não fez sentido nesta história foi o importador saber do caso, com 9 intervenções em cerca de um ano, e não intervir, deixar andar...

Offline mpaneves

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Abr 2013
  • Mensagens: 3483
  • Localidade: sintra-cascais
  • Sexo: Masculino
  • Mebro nº 5131
  • Marca: YAMAHA
  • Modelo: XMAX 300
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #10 em: 21 de Dezembro de 2014, 08:37 »
Pois é a minha tb  foi a 2 sítios diferentes e só detectaram algumas coisas ,não todas ,um ainda disse que o defeito era meu de ser tao picuinhas, e assim se disse adeus a yamaha
casal k 50--sis saschs 50--yamaha target 50--yamaha aerox 50--yamaha neos50--yamaha aerox 50--yamaha bws 125--yamaha xcity125--honda cbf 125--kymco kxct125
kymco xciting400--benelli trk 502--yamaha xmax 300
Membro:5131
Marco Neves

jordax

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #11 em: 21 de Dezembro de 2014, 13:05 »
é verdade que a Keeway tem vindo a melhorar a qualidade dos seus produtos, mas sinceramente nunca será uma boa compra para quem quer fazer a vida do dia a dia, para se ter um produto de qualidade tem de se pagar e mesmo assim as japonesas já não são o que eram à 20 anos, mas é sempre a melhor opção, e isto é apenas a minha opinião. Melhor sorte para a nova montada.

Offline pgomes78

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Mai 2012
  • Mensagens: 714
  • Localidade: Agualva-Cacém
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: SH 300i ABS 2012
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #12 em: 21 de Dezembro de 2014, 13:48 »
Se queres a troca da moto por outra ou a devolução do dinheiro é possível mas dá trabalho.
Em 2004 tive uma moto Kawasaki trocada ao fim de 9 meses....

Passos a seguir:

1- Contactar o Centro Arbitragem do Sector Automóvel (http://www.centroarbitragemsectorauto.pt/site/site/index.php) de modo a obter informações e confirmar o que vou a seguir escrever.

2- Carta registada (de preferência com aviso de recepção) ao vendedor da moto a relatar as avarias e que devido a tal quer a devolução do valor pago, redução do preço (neste caso a garantia já era) ou troca da viatura. A lei prevê as 3 situações e em lado nenhum dia que é o vendedor que pode a escolher. O que a lei lhe dá como "oportunidade" é resolver o problema mas mais de um ano, a meu ver, é mais que o tempo suficiente.
ATENÇÃO que a carta é enviada ao VENDEDOR e não onde se fez as manutenções ou reclamações ou à marca/representante. A lei é clara neste ponto e suficiente para se perder uma eventual acção.
Nesta carta deve dar um prazo de resposta/resolução que ache sensata. 15 dias a meu ver parece ser o suficiente.
Se possivel envie a mesma carta ao importador e directamente para a sede da marca.

3-Caso a resposta não seja a que serve/resolve os problemas ou mesmo na ausência da mesma, deve colocar acção judicial. A mesma pode ser feita através do Centro de Arbitragem do Sector Automóvel ou mesmo nos julgados de paz, caso existam na sua área pois como o valor é inferior a 15000€, poderá ser lá resolvido.


Vão aparecer aqui uma serie de opiniões a contrariar o que escrevi mas como lhe já disse, é contactar o Centro de Arbitragem do Sector Automóvel e informar-se e não ir pelo que cada um acha e/ou opina.
Comigo foi assim e dois dias depois de receberem a carta que daria origem ao processo, ligaram-me a perguntar se não queria ir buscar uma moto nova igual o que acabei por aceitar.

Um abraço,

Pedro Gomes

Honda SH 300 abs 2012
Suzuki DL 650 v-strom abs 2010

LeandroSouto

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #13 em: 21 de Dezembro de 2014, 15:11 »
3-Caso a resposta não seja a que serve/resolve os problemas ou mesmo na ausência da mesma, deve colocar acção judicial. A mesma pode ser feita através do Centro de Arbitragem do Sector Automóvel ou mesmo nos julgados de paz, caso existam na sua área pois como o valor é inferior a 15000€, poderá ser lá resolvido.

Sim, foi +- o que fiz.
Depois de vários e-mails trocados, coloquei o processo em Julgado de Paz e lá fez-se um acordo.

Infelizmente, está difícil de as pessoas fazerem algo doutra maneira...

Offline pgomes78

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Mai 2012
  • Mensagens: 714
  • Localidade: Agualva-Cacém
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: SH 300i ABS 2012
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #14 em: 21 de Dezembro de 2014, 15:49 »
Importante é ficar-se com o problema resolvido.
As marcas/distribuidores já se habituaram ao normal conformismo do povo português (que é geral, é nos serviços, na politica, nos seus direitos..... é pá, dá muito trabalho.... não adianta de nada...etc) e sabem perfeitamente que podem ter problema com uma pessoa mas com as outras 50, conseguiram levar a agua ao seu moinho pelo que compensa continuar a não cumprir com as normas/leis.
Se a maioria fizesse ou pelo menos tentasse fazer valer os seus direitos, as empresas nem assim agiam.

Posso-te dar um ultimo exemplo, onde à ultima hora alteraram um voo da minha esposa com justificações de condições meteorológicas (que seria válido pois só condições meteorológicas e greves invalidam as transportadoras aéreas terem de pagar indemnizações pela anulação/alteração).
Felizmente a net hoje em  dia permite muita coisa e consegui verificar que ambos aeroportos (de partida e chegada) operavam normalmente pelo motivo era outro (pelo que apurei apenas não tinham passageiros suficientes para justificar o voo algo que o cliente nada tem a ver com isso).

Apresentei queixa à transportadora e como a resposta tardava mexi-me para a entidade responsável.
Demorou mês e meio mas já recebemos a respectiva indemnização e pagamento de todas as despesas extras.
E neste campo já é a segunda vez que acontece, se bem que a outra resolveu-se logo no dia e no aeroporto mas também tudo pagaram e comparativamente para o nosso ordenado não é assim tão pouco. A primeira situação foram 259€ e a segunda 2000€ (5 pessoas).

Espero que todos aprendam a não baixar os braços até ao fim.

Um abraço,
Pedro Gomes

Honda SH 300 abs 2012
Suzuki DL 650 v-strom abs 2010

LeandroSouto

  • Visitante
Re: Keeway Silverblade - Um mau exemplo
« Responder #15 em: 26 de Dezembro de 2014, 23:15 »
Importante é ficar-se com o problema resolvido.

(...)

Se a maioria fizesse ou pelo menos tentasse fazer valer os seus direitos, as empresas nem assim agiam.

Claramente!

Mas quando se fala de uma marca chinesa ainda a fazer a sua marca em Portugal, penso que a minimização destes problemas poderia ser feito com maior rigor.
Eu nunca mais quero uma Keeway, apesar do relativo bom feedback que há da marca, e sei que os meus amigos e familiares também não irão por tal hipótese... Será que isto era necessário? É esta a publicidade que uma marca quer?

Abraço!