Autor Tópico: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?  (Lida 28485 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12410
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« em: 31 de Janeiro de 2014, 20:28 »

Como vencer o medo de andar de moto!

Este é um assunto que já desde há tempos penso em trazer aqui para o CPM, pois atravessa todas as faixas etárias, afectando indistintamente homens ou mulheres, de todos os estratos sociais, existindo mesmo quem tenha um real e notório pavor de andar de moto.

Ora à aproximadamente 4 anos atrás e numa zona próxima de casa, quando tentava ensinar a minha mulher a andar numa scooter de 50cc que lhe fora oferecida, por incúria e imprevidência da minha parte, coloquei-a perante um desnível na via que provocou o seu desequilíbrio e acabou por cair para o seu lado esquerdo...mas agarrou-se com tal força aos punhos da moto e adoptou uma posição de tal forma rígida que acabou por cair sentada na scooter, tendo resultado que uma das pernas ficasse debaixo da carenagem.

Felizmente a queda foi a baixíssima velocidade e estranhamente as marcas mais visíveis ficaram no capacete (novinho em folha), que ficou com um risco profundo com uns 15cm de comprimento. O que me custou foi o que se seguiu, ou melhor, o que isso foi provocar, pois após ter verificado que ela estava bem e ter endireitado a scooter colocando-a no descanso, ela retirou o capacete e disse-me ainda trémula que já não voltava a montar-se na scooter. Os dias seguintes foram passando e a pergunta que colocava a mim mesmo, foi: O que posso fazer para mudar este receio, este medo? Com tempo efectivamente consegui que ela voltasse pelo menos a andar à pendura, coisa que durante um largo tempo nem era possível, mas existem muitos que nem isso conseguem fazer e devido a inúmeros factores....factores esses que até têm razões capazes de se confundir com outras fobias ou medos, imaginários ou não, mas que devido à forma como se manifestam conseguem enfraquecer a vontade de quem se vê de fronte a essas situações.

Medos, receios e fobias existem às centenas e são tão diferentes que seria possível preencher um livro a enumerá-los, mas o andar de moto é algo que muita gente não faz porque simplesmente não consegue por medo ou receio, e só a ideia de o fazer é passível de provocar desconforto real, inquietação e sofrimento. Segundo uma pesquisa que efectuei quanto aos sintomas mais prementes e que percorrem a grande maioria das pessoas, mesmo relativamente a diferentes casos de medos ou fobias, o resultado costuma redundar no disparar do coração, numa respiração que se torna ofegante, em ondas de calor que percorrem todo o corpo, no tremer das mãos e num aumento da agitação que por vezes nem é notado pela própria pessoa.

Mas o que pode ser feito, de que forma pode um companheiro CPM ou o comum dos mortais ajudar alguém que está nesta situação e que o leva a recusar sequer a sentar-se em cima de uma moto, que o leva ter os sintomas relatados, que porventura nem sequer consegue seguir uma simples conversa que tenha no assunto as motos devido aos receios que ganhou?

Num grande número de casos, o que existe parte de um acontecimento marcante, seja na própria pessoa ou em algum familiar/amigo/conhecido, mas também poderá partir de um acumular de pequenos factores, que somados acabam por resultar naquilo que nenhum de nós deseja, ou seja, alguém ter medo de andar de moto.

Na nossa própria vida é normal que vamos aprendendo a conviver com os demais, a controlar e resolver os problemas que nos sobrecarregam e que nos permitem levar uma vida que se deseja feliz e longe de constante tensão. Mas o problema é que existem coisas que se nos poderão escapar da nossa capacidade e é nessas alturas que terá de haver uma ajuda externa.

Mas além dos acontecimentos marcantes, existe também o problema que reside numa falta de confiança que a pessoa tem em si mesma, o que acaba por promover um aumento ainda maior do temor. As pessoas em que se nota uma falta de confiança em si próprias, acabam por encontrar várias justificações para se furtarem ao acto de andar de moto, pois receiam de poder cair, que podem sair de estrada numa curva, que poderão bater num outro veículo, atropelar uma pessoa que passe numa passadeira ou que, perante uma situação de trânsito fora do normal, poderão ficar sem acção e bloquear por completo...com tudo o que daí pudesse suceder.

Felizmente a grande maioria dos casos até tem uma solução pouco invasiva, mas também parte do própria pessoa mostrar aguma força de vontade:

»»» Falar sobre o assunto...sim, falar como eu aqui estou a fazer com a criação deste tópico. Alguém que já ande de moto tem sempre um know-how e um à vontade suficiente para ajudar alguém e cada um de nós pode fazer a diferença perante uma pessoa que nitidamente mostre receio em andar de moto. Seja com conselhos ou com palavras de ânimo, até a mais pequena coisa aplica no momento certo poderá ser suficiente para ajudar a dar o primeiro passo, a provocar o "click" que fará a diferença;

»»» Juntar-se a um grupo de amigos que partilhem esse gosto de andar de moto e que poderão ser maiores facilitadores no ultrapassar desse obstáculo interiormente sentido, a uma integração que de outro modo estaria vedada e que a solo seria impossível sequer de ter início;

»»» Começar com uma pequena scooter e não ir logo directo para uma moto avantajada e demasiado nervosa. Bem sei que existem muitos casos (até aqui no CPM) de quem tenha começado logo pelas cilindradas mais elevadas, mas aquilo que aqui se retrata são casos de pessoas com medo de andar de moto e o início deverá ser feito sem comprometer o enorme passo que uma pessoa nestas circunstâncias está a tomar, que é o de tentar ultrapassar o seu receio, o seu medo;

»»» Escrever acerca das dificuldades sentidas, p. ex. num fórum como o CPM ou outro e procurar perceber o que poderá ser feito para mudar, que tipo de atitude deverá ter perante o bloqueio que o afecta;

»»» Quem estiver junto a uma pessoa que demonstra ter vontade de mudar o seu sentimento de medo, não deverá em momento nenhum pressioná-la e muito menos troçar da mesma caso a pessoa manifeste desconforto por uma situação que aparentemente será pacífica e descomplicada para qualquer outra;

»»» Escolher um local com muito pouco trânsito, seja de pedestres, carros ou outras motos. Se possível até, um local longe de tudo e todos (excepto de boa companhia com vontade de ajudar)....as tentativas terão de se mostrar libertas de qualquer tensão e num local amplo e sem obstáculos. Aqui o objectivo será o de incutir na pessoa a ideia de que tem todo o espaço que necessita e evitar que se sinta pressionada ou olhada por alguém do lado externo do desenrolar dos acontecimentos;

»»» Errar! Deve-se explicar a uma pessoa com medo de andar de moto que o errar não é algo que só acontece a quem tem medo, que não é definitivamente algo que só acontece a alguns. Devemo-nos deter um pouco a explicar que o errar também faz parte de uma aprendizagem que é contínua e não se interrompe só porque um documento emanado por uma entidade diz que alguém está habilitado;

»»» Procurar ajuda profissional caso seja um trauma ou uma fobia muito forte e que afecte ao ponto de levar a que a pessoa não consiga fazer a sua vida normal.


Escrevi isto ao logo de 3 dias e após ter apagado e voltado a escrever o que escrevera, no sentido de promover um fácil entendimento de um problema que afecta mais pessoa do que se julga. Se virem ou tiverem conhecimento de alguém que passe por uma situação semelhante, não deixem de a ajudar e de a aconselhar. Cada um de nós pode fazer a diferença!
Como disse anteriormente, por vezes uma palavra certa, um conselho dado no devido momento ou uma força de ânimo  que vá ao encontro do que a outra pessoa precisa de ouvir por forma a sentir-se capaz de ultrapassar o bloqueio em que se vê, é o suficiente para colher o resultado desejado.
« Última modificação: 11 de Agosto de 2015, 22:41 por Sapiens21 »

Offline Calipolense

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Set 2012
  • Mensagens: 557
  • Localidade: Vila Viçosa
  • Sexo: Masculino
  • CPM - 4254
  • Marca: HONDA
  • Modelo: SW-T600 ABS
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #1 em: 31 de Janeiro de 2014, 23:03 »
Parabéns Isaac, consegues surpreender-me a todo o instante. Desta vez com este belo texto sobre o medo e a mota.
Passo a relatar o seguinte: há muito tempo, eu e a minha mulher Teresa comprámos duas 50 cm3. O trajecto Estremoz - Vila Viçosa era feito com alguma frequência assim como algumas deslocações a Badajoz. Nestas andanças a Teresa atropelou um GNR (de noite) e caiu duas vezes, felizmente sem muita gravidade (bem hajas capacete). As ditas foram arrumadas, até que à dois anos comprei a gts 125i. Depois comprei a Maxsym 400i, mas nunca consegui que a Teresa se montasse na mota para dar um passeio.
Há pouco, lemos o teu texto e após alguns instantes de silêncio, perguntou qual seria a minha opinião sobre a hipótese de comprar uma Honda PCX. A surpresa foi total e neste momento estamos em período de reflexão sobre este tema.

E agora OFF-TOPIC: depois de te conhecer, de ler os teus posts conhecedores e fundamentados, de reconhecer a tua capacidade apaziguadora, nalguns momentos menos bons, vividos neste fórum, depois de ver o número de intervenções que te coloca, neste campo, como líder destacado e depois de ler a opinião que muitos, dos que por aqui andam, têm de ti, parece-me que o Conselho de Coordenação deveria propor à Assembleia Consultiva que te nomeassem MEMBRO HONORÁRIO do CPM.

Aqui fica a minha opinião e um grande abraço para ti SAPIENS 21 e meu amigo Isaac.

Carlos
« Última modificação: 31 de Janeiro de 2014, 23:15 por Calipolense »
Carlos Carvalho
Com a Sym desde 2011 até Março de 2016
Sym 600 desde 2 de Maio de 2014 até 1 de Abril de 2016
Honda SW-T600 a partir de 1 de Abril de 2016...

Online twin-pt

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mai 2013
  • Mensagens: 2862
  • Localidade: Alcabideche - Cascais
  • Sexo: Masculino
  • Scooter por opção...
  • Marca: Honda
  • Modelo: X-ADV 750
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #2 em: 01 de Fevereiro de 2014, 00:18 »
E agora OFF-TOPIC: depois de te conhecer, de ler os teus posts conhecedores e fundamentados, de reconhecer a tua capacidade apaziguadora, nalguns momentos menos bons, vividos neste fórum, depois de ver o número de intervenções que te coloca, neste campo, como líder destacado e depois de ler a opinião que muitos, dos que por aqui andam, têm de ti, parece-me que o Conselho de Coordenação deveria propor à Assembleia Consultiva que te nomeassem MEMBRO HONORÁRIO do CPM.

Faço minhas as palavras do Calipolense! +1

Isaac/Sapiens21, a dedicação altruísta que tens com o CPM e com o seus elementos, como pude esta semana sentir em 1ª mão, são de facto merecedores dessa distinção!

Algo que não deixarei de passar em branco, assim que tenha oportunidade! _palmas_ _palmas_ _palmas_
« Última modificação: 01 de Fevereiro de 2014, 01:17 por twin-pt »
João Mestre / twin-pt
Espirito Scootard, uma maneira de estar e viver as duas rodas.
X-ADV 750 (RC95):
PCX125 -- X-MAX 125 ABS (link consumos)

Offline Guerreiro

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Nov 2011
  • Mensagens: 1237
  • Localidade: Sacavém / Expo
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Sym
  • Modelo: Maxsym 400i
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #3 em: 01 de Fevereiro de 2014, 00:39 »
Li este tópico com especial atenção.

No final e ainda embebido por estes dias de grandes movimentações na organização do nosso aniversário e da megacaravana que será realizada, senti algo, que sinto desde os primeiros dias de CPM e cada vez de forma mais vincada.

Temos realmente um Fórum fantástico, cheio de gente de um valor incalculável.
Tenho aprendido muito, ora sentado no sofá, no conforto de casa a ler post´s de enorme qualidade e conteúdo, ora na estrada, com autenticas demonstrações de união e espirito de amizade e partilha, que muitas vezes implicam o sacrifício de uns em prol do prazer de outros.

E tudo isto a troco de nada. Tenho mesmo muito orgulho no CPM.

Um post como este, demonstra a vontade que um membro tem em dar muito a outros, a troco de nada.
Os companheiros que voluntariamente vão integrar a equipe de batedores, zelando pelos outros a troco de nada, denota a grandeza de cada um deles.

É esta combinação que torna este fórum um lugar único.

Alguns post´s aqui escritos são para mim como alguns passeios aqui realizados. Por mais Kms / Linhas que tenham, não me cansam e chego ao fim com vontade de mais.

Que este post ajude muitos futuros companheiros a rolar estrada fora a sós ou em grupo e sempre com as cores do CPM
Guerreiro

Algarvia40

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #4 em: 01 de Fevereiro de 2014, 00:47 »
Copmanheiro Sapiens......

Vou deixar aqui a minha experiencia enquanto aprendiz de uma 50cc.....eu tinha 15/16 anos quando peguei pela 1ª vez numa motorizada. Nem sei o que me levou a tirar a "licença" de condução que na altura era obrigatória, hoje em dia temos de a obter seguindo todos os passos de carta de carro. Bem...avancemos

O meu pai tinha comprado 2 casal2 para as minhas irmãs mais velhas, mas que uma dela nunca pegou na mesma, e foi ficando encostada, depois foi o namorado dela que andava com ela, mas pouco tempo. Então um dia ela disse-me que se eu a quisesse que a fosse buscar. Nessa altura a motorizada estava em Faro e eu morava em SRomão, que ainda são alguns kilómetros de distancia. E eu lá fui....sem licença ainda, a motorizada não tinha seguro enfim.....uma infinidade de "multas" naquele veiculo!! hihiihi
Lá fiz o percurso até casa toda contente, super "adrenalizada" e sem apanhar GNR pelo caminho.

Depois, acho que foi o meu pai que me obrigou a ir tirar a licença ( se não estou em erro) para andar na casal2.....

Andei algum tempo com a dita, até que um dia, vinda do trabalho, passo por uma zona que tem uma enorme acentuação ( na altura estava a fazer a descida), trazia os pés em cima do quadro, mãos nas algibeiras ( quem conhece as casal2 era fácil andar com os pes no quadro) e lá vinha descansada da vida....mas esqueci-me que a estrada estava em obras e.............pimba!!!!


Roda da frente enfia num buracão e eu fui de rojo uns bons metros pela estrada fora!!! Resultado....calças todas rebentadas, mãos desfoladas nos nós, a cara raspada, blusão rasgado com buraco no braço e eu a parecer um "cristo".....

Mas não me desfiz.....levantei-me ( demorou um bocado) peguei na casal2, endireitei o guiador ( estava mal tratada) e fui direto ao trb da minha mãe!!! Haviam de ver a cara da coitada da mulher.....ficou pior do que eu, ficou branca de susto!!!


Esta foi a minha maior queda que dei até hoje....e isto tudo para vos dizer que o medo/fobia/susto apenas é ultrapassado conforme a pessoa assim o entender!!! Nunca me assustei com a queda, e ainda fui para o hospital, onde passei lá um bom par de horas, mas que se viu que nada parti, apenas arranhões que se curaram!!

Depois desta queda ainda caí uma vez com  o namorado na altura, num sitio onde estava óleo no chão e era de noite...mas ultrapassei tudo isso muito bem!!  Continuei a andar de casal2, famel, V5, scooters....etc!!!

A definição que fazemos do medo e da fobia que se tem, tem de partir do nosso interior, da nossa vontade de "cair" e "levantar" olhar em frente e seguir!!!

Deixo aqui um conselho a quem tem medo ou fobia, ou a quem apanhou algum susto: Não pensem que todos os dias vamos andar a cair, ou que todos os dias vamos ter acidentes, temos de ponderar se a vontade em andar de moto/motorizada é maior que o receio!!!

Vá....não se assustem e aprendam lá que todos os dias são sempre de surpresas....boas ou menos boas!! :))

Offline José

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Set 2010
  • Mensagens: 3158
  • Localidade: Mem Martins - Sintra
  • Sexo: Masculino
  • Membro CPM nº 858
  • Marca: Yamaha
  • Modelo: XMax 125/2018
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #5 em: 01 de Fevereiro de 2014, 01:19 »
Felizmente nunca passei por momentos que me levassem a esse ponto, mas digo-vos!!!! deve ser frustrante.....  :( :( :( :(
21/01/2019   2,6 lts aos 100 kms

Online twin-pt

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mai 2013
  • Mensagens: 2862
  • Localidade: Alcabideche - Cascais
  • Sexo: Masculino
  • Scooter por opção...
  • Marca: Honda
  • Modelo: X-ADV 750
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #6 em: 01 de Fevereiro de 2014, 01:37 »
Boa noite a todos!

Como provavelmente já tiveram oportunidade de ler noutro post aqui no fórum, esta semana não começou da melhor maneira...

Venho contar aqui um pouco da minha história....

A minha experiência nas 2 rodas iniciou-se quando tinha cerca de 15 ou 16 anos, numa "acelera" que um primo meu, na altura a fazer uns biscates numa rent-a-bike em Tavira, me emprestou para umas voltinhas... Como é óbvio, andava com um penico preso por arames, calções e t-shirt e chinelos para trás e para a frente...  _Rolley_

Ao fim de alguns dias (poucos) era um ás do volante, ou melhor, do guiador, e está claro que o excesso de confiança deu mau resultado: "malho" em empedrado a 20 ou 30 km/h, topo do pé, canela, joelho e cotovelo em carne viva e um grande susto! E claro, uma valente piss(...) dos meus pais! (ops, será que vou ser alvo de moderação???).

Resumindo, experiências posteriores em 2 rodas foram sempre só a pedal! _lol_ _lol_ _lol_

Quando voltei a pensar em motas já tinha família, a caminho da "numerosa" e com um trauma familiar envolvendo motas, pois o meu cunhado teve um acidente gravíssimo que o deixou incapacitado a 70% ou 80% (traumatismo craniano grave que danificou o nervo auditivo e o gustativo, com impacto no ouvido interno) que lhe impediu de manter a sua profissão: um electricista que não se equilibra num banco ou num escadote, estão a ver o filme?

Levei mais de 2 anos a dar a volta a este "pequeno" contratempo mas consegui e adquiri a PCX... E agora estou a ter problemas a ultrapassar outro, mas também o irei fazer! É só uma questão de tempo!

Falar, trocar impressões sobre o assunto com amigos ajuda! E saber que temos pessoas com experiências semelhantes (ou não) mas que também as ultrapassaram motiva-nos e dá-nos força para seguirmos em frente!

Nesse papel, o CPM e os seus membros são um recurso incontornável. Por isso é que ainda cá ando, e o mesmo não posso dizer sobre outros clubes/fóruns onde já pertenci!

Boas curvas a todos! E para que vai, até Domingo no almoço de aniversário!
« Última modificação: 01 de Fevereiro de 2014, 10:07 por twin-pt »
João Mestre / twin-pt
Espirito Scootard, uma maneira de estar e viver as duas rodas.
X-ADV 750 (RC95):
PCX125 -- X-MAX 125 ABS (link consumos)

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12410
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #7 em: 05 de Fevereiro de 2014, 13:12 »
Obrigado pelas vossas palavras e por terem sentido que o que escrevi será de facto útil.

Existe tanta gente que, pelos mais variados motivos, precisa de ler algo que lhes dê a força de vontade necessária ao ultrapassar da barreira psicológica, que considero ser este um tópico primeiramente "dedicado" aos mesmos.

Andar de moto deve e tem de ser um acto prazenteiro e não uma tortura ou sacrifício.
Espero que este texto leve a que se consiga enfrentar o medo e depois sim, poder recolher os óptimos dividendos que é a sensação de andar em 2 rodas.  scooter_  _convivio_

Offline _AXE_

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Ago 2011
  • Mensagens: 3400
  • Localidade: SACAVEM
  • Sexo: Masculino
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #8 em: 05 de Fevereiro de 2014, 13:46 »


Excelente Sapiens21  _palmas_ _palmas_ _palmas_ _palmas_ _palmas_

É precisamente tudo o que tu dizes, só assim podemos ajudar os outros a conseguir ultrapassar estes casos (andar de moto) e outros da Vida Real.

Demonstras-te exactamente o que passas-te e escreveste-o muitíssimo bem, este Forum, tal como alguém já disse, é cheio de uma informação incalculável, informação essa que é apenas partilha de experiências!
Experiências essas que são amadurecidas e relatadas aqui de uma forma, que são claramente perceptíveis que não são inventadas, ou falseadas mas e só apenas algum conhecimento que se vai obtendo e partilhando!

É disto que faz o CPM o que é o CPM ....!!

Obrigado novamente Sapiens21 por mais este teu grande Post  _palmas_
(só agora o vi _corado_ )

Eu próprio, tenho alguns acontecimentos destes, pessoas que não querem de todo andar de moto/maxi, podendo dizer que acontecimentos tal e qual como relatas-te, embora haja outros só por "embirração" mas que eu consegui demove-las a andar! Tbm há quem não se deixe mesmo demover....não se consegue tudo!
Há uma ou duas destas pessoas que até conhecem o CPM
Posso dizer que 1 ou outra pessoa apenas anda se for eu a conduzir, caso contrario nem pensar!

Acreditem que é bom receber em troca muitas das vezes "Obrigado", e por vezes isso é o bastante para continuar a fazer "o bem aos outros" sem receber nada em troca .....!!! (tal como disse o guerreiro)

Espero que mais pessoas deixem de ter medo de andar de Mota/Maxi, pois é mesmo maravilhoso, quando se sente algo inexplicável só por rolar por essas estradas fora ....sentir a Natureza!

Obrigado Sapiens21, obrigado CPM !!

Boas curvas.

         


Vai devagar, não te atrases.....

NadiaConceicao

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #9 em: 05 de Fevereiro de 2014, 14:30 »
Excelentes posts  _pol_ Nunca caí (por enquanto) mas a falta de experiência traz muitos receios nos primeiros tempos  _corado_
Realmente para superar o medo, nada melhor do que nos juntarmos a quem é mais entendido na matéria, e ter alguma coragem e força de vontade para dar o primeiro passo!!!
 
Dou o meu exemplo, no Domingo passado, sem a ajuda dos companheiros no passeio de aniversário do CPM, nunca me passaria pela cabeça fazer a estrada da Arrábida de mota, morria de medo, muito menos com pendura. A verdade é que, na altura, com toda a ajuda, com os companheiros que me rodeavam, os batedores a ajudar nos cruzamentos e todo o espírito deste dia, nem pensei nisso, e ainda deu para apreciar a paisagem. Mais um medo superado graças ao CPM  _lool_

nmbarra

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #10 em: 05 de Fevereiro de 2014, 14:57 »
Eu já pertenço ao grupo dos que já caiu, a confiança na mota e em nós fica abalada mas há que erguer e rolar de novo...

 ;D

Barra

Jorge Humberto

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #11 em: 05 de Fevereiro de 2014, 15:17 »
Olá a todos.
Li com muita atenção o problema levantado, e tudo o que foi relatado está dentro dos parâmetro esperados para quem apanhou um susto/acontecimento traumático.
As pessoas são todas diferentes e a forma como encaram os acontecimentos de maior ou menor perigo (deixem-me sublinhar que a quantificação do indice de perigo surge do interior de cada um), tem influência nas suas posturas posteriores.
Ser confrontado com uma situação de perigo e posteriormente essa situação nos colocar numa posição de recusa perante a repetição desse acontecimento, não faz de nós pessoas fracas, fragilizadas ou diminuidas. Leva-nos unicamente a pensar em eventuais possibilidades acerca do que poderia ter acontecido (e normalmente esses pensamentos são no sentido da parte mais negativa), e na fuga a essas situações.
Ter MEDO de repetição traumática é normal e diria eu, salutar, embora caso isso impossibilite de levarmos uma vida "normal" causa bastante sofrimento.
O medo é acima de tudo uma defesa do ser humano que garante a sua longevidade (pelo menos teórica) e que impede de levarmos uma vida de elevado risco.
A forma que poderá levar a uma breve resolução do problema não é mágica.
Deverá haver uma consciencialização por um lado que nenhum acontecimento é repetivel e por outro lado deverá ser executada, tal como foi referido, uma aproximação gradual do acontecimento que causou o trauma. Não concordo com terapias de choque, mas de aproximações graduais, reforços acerca de uma mudança de atitude, reforços acerca das suas motivações para a melhor resolução, abordagem do que é andar de mota, sem nunca deixar a hipotese de que acidentes acontecem.
Não podemos esquecer que somos capazes de ultrapassar todas as barreiras que se nos colocam, mas só com alguma determinação e sem pressa essas barreiras são efetivamente ultrapassadas.
Não tenho duvida que a nossa colega vai conseguir ultrapassar esse handicap que está atualmente presente na sua vida.
Cumprimentos a todos.

Jorge Humberto

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #12 em: 05 de Fevereiro de 2014, 15:33 »
P.S.
Estaremos cá também para ajudar no que for necessário _palmas_ _scp_

Moita

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #13 em: 01 de Março de 2014, 01:18 »
O medo pode não ser assim tao mau _corado_

O medo aguça a concentração

Um bokadito de medo deve sempre estar presente, não do paralisante mas do de antecipação de acontecimentos

No auge da confiança e desleixe da focalização, ai sim pode haver problemas

Pelas varias condicionantes....para mim deve sempre haver um pedacito de medo...umas gramas vá...convenha.

Um pedacinho de medo torna-nos humanos com saber

Offline JViegas

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 1719
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300 ABS
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #14 em: 20 de Março de 2014, 10:03 »
Olá a todos.
Como poderão ver ainda estou apeado.
Registei-me neste fórum na tentativa de aprofundar aquele sentimento que me “chama” novamente para as motos, que como poderão verificar na minha apresentação, tenho carta de condução há cerca de 22 anos mas nunca tive moto.
Nos últimos meses e desde que estou registado neste fórum tenho lido imenso e aprendido muito mesmo sem ter moto.
A ideia de comprar uma scooter tem vindo a ganhar força, tanto mais que estou já a considerar alguns modelos, no entanto há uns dias a minha mulher disse-me algo que me fez “arrefecer” a ideia.
Sei que não foi de propósito, mas a minha mulher desencadeou algo em mim que me está a impedir de avançar mais convicto. Ela disse-me que se avançarmos para uma moto terei que ir tirar umas aulas de condução.
Como nunca mais peguei numa moto, tirando algumas voltas, há cerca de 10 anos atrás, a experiencia perdeu-se e instalou-se a dúvida.
Ainda ontem estava no site de algumas marcas, mostrei-lhe a Forza, pelo que ela repetiu-me a afirmação:  “Terias que tirar umas aulas”.
E eu inconscientemente, lá fiquei outra vez:
“Bolas. Ela tem razão. Se calhar já não consigo pegar numa mota, tanto mais numa scooter, pois a ultima vez que conduzi uma tinha 16/17 anos”.
 “E se quando for a um stand pedir mais informações e se me permitirem experimentar a scooter, como faço?”
“Vou cair? Esqueço-me de travar?”
“Vou falar com o vendedor que tenho pouquíssima experiencia, ele nem vai querer que eu exprimente. Estou tramado. Que figura de parvo vou fazer.”
“E se comprar a scooter a um privado? Vou experimentar a scooter e caio nos primeiros 10 metros?”
“Estrago alguma coisa e depois como é?”
“Não queria estar mal preparado, mas vou pagar para ter aulas?”
“Mas será que não consigo?”
“E quando comprar a scooter? No dia? Como chego a casa? Como vou para o trabalho? 2ª circular? Transito?”
Como vêem são estas as dúvidas que agora pairam na minha cabeça.
Pensava eu que tinha ultrapassado a questão, mas depois de ontem e depois de reler este tópico novamente, começo a ter dúvidas.
Alguma opinião pessoal?
« Última modificação: 20 de Março de 2014, 10:05 por escape_roto »

Online twin-pt

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Mai 2013
  • Mensagens: 2862
  • Localidade: Alcabideche - Cascais
  • Sexo: Masculino
  • Scooter por opção...
  • Marca: Honda
  • Modelo: X-ADV 750
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #15 em: 20 de Março de 2014, 10:22 »
Companheiro escape_roto,

Esse sentimento é normal, e até salutar na minha opinião.

A opção de umas aulas para relembrar algo é sempre possível, e se te deixa mais confortável fá-lo o mais rapidamente possível! Só assim poderás avançar para os test-drive das motas que equacionas com menos receio e mais à vontade!

Mas não deixes que isso te apoquente demasiado. Andar de moto é como andar de bicicleta, apenas andam é muito mais depressa! com mais coisas para controlar! _careta_

Agora a sério, tens aqui muitos relatos de companheiros que nunca haviam pegado em 2 rodas até irem buscar as suas scooters! Eu próprio sou um deles, pois as experiências em adolescente não se qualificam como experiência em 2 rodas! E por isso é que pedi a um amigo para levantar a  scooter_ (comprei em 2ª mão) e a levar para perto de casa... Só passado 1 semana é que comecei a andar com ela! E levei cerca de 1 mês para me sentir em condições de vir para o trabalho nela!

Agora? Não quero outra coisa!

Avança com a aquisição e/ou com as aulas se tal te deixa mais confortável. E depressa. Estás a perder tempo! Se estás a ponderar a Forza,  é porque já tens carta, pelo que o teu leque de escolha alarga-se consideravelmente. Logo os test-drives são essenciais na tua escolha...

Boas curvas e vai dando feedback! _pol_
« Última modificação: 20 de Março de 2014, 10:38 por twin-pt »
João Mestre / twin-pt
Espirito Scootard, uma maneira de estar e viver as duas rodas.
X-ADV 750 (RC95):
PCX125 -- X-MAX 125 ABS (link consumos)

Offline Cromix

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Nov 2012
  • Mensagens: 1394
  • Localidade: Samouco
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Sym
  • Modelo: Maxsym 400i ABS
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #16 em: 20 de Março de 2014, 10:34 »
Companheiro, compreendo esse receio, mas dou-te omeu caso como exemplo.

Nunca tinha pegado numa mota, nem aos 15 nem aos 10. No dia que fui buscar a maxi chuvia que até assustava. Desde.ai.todos os.dias...

Se achas mesmo que precisas faz aa aulas, mas nao deixes que essa duvida seja um impeditivo de comprar uma maxi.

Enviado do meu LG-D802 através de Tapatalk

GTS125i: 29/11/2012 - 31/052014 -> 27500Km
Maxsym 400i ABS: 31/05/2014

Offline Carlujo

  • MaxiScootard
  • ***
  • Join Date: Mai 2010
  • Mensagens: 1033
  • Localidade: São Marcos - Cacém
  • Sexo: Masculino
  • Membro CPM nº 271
  • Marca: Sym
  • Modelo: MaxSym 400i
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #17 em: 20 de Março de 2014, 10:38 »
Olá a todos.
Como poderão ver ainda estou apeado.
Registei-me neste fórum na tentativa de aprofundar aquele sentimento que me “chama” novamente para as motos, que como poderão verificar na minha apresentação, tenho carta de condução há cerca de 22 anos mas nunca tive moto.
Nos últimos meses e desde que estou registado neste fórum tenho lido imenso e aprendido muito mesmo sem ter moto.
A ideia de comprar uma scooter tem vindo a ganhar força, tanto mais que estou já a considerar alguns modelos, no entanto há uns dias a minha mulher disse-me algo que me fez “arrefecer” a ideia.
Sei que não foi de propósito, mas a minha mulher desencadeou algo em mim que me está a impedir de avançar mais convicto. Ela disse-me que se avançarmos para uma moto terei que ir tirar umas aulas de condução.
Como nunca mais peguei numa moto, tirando algumas voltas, há cerca de 10 anos atrás, a experiencia perdeu-se e instalou-se a dúvida.
Ainda ontem estava no site de algumas marcas, mostrei-lhe a Forza, pelo que ela repetiu-me a afirmação:  “Terias que tirar umas aulas”.
E eu inconscientemente, lá fiquei outra vez:
“Bolas. Ela tem razão. Se calhar já não consigo pegar numa mota, tanto mais numa scooter, pois a ultima vez que conduzi uma tinha 16/17 anos”.
 “E se quando for a um stand pedir mais informações e se me permitirem experimentar a scooter, como faço?”
“Vou cair? Esqueço-me de travar?”
“Vou falar com o vendedor que tenho pouquíssima experiencia, ele nem vai querer que eu exprimente. Estou tramado. Que figura de parvo vou fazer.”
“E se comprar a scooter a um privado? Vou experimentar a scooter e caio nos primeiros 10 metros?”
“Estrago alguma coisa e depois como é?”
“Não queria estar mal preparado, mas vou pagar para ter aulas?”
“Mas será que não consigo?”
“E quando comprar a scooter? No dia? Como chego a casa? Como vou para o trabalho? 2ª circular? Transito?”
Como vêem são estas as dúvidas que agora pairam na minha cabeça.
Pensava eu que tinha ultrapassado a questão, mas depois de ontem e depois de reler este tópico novamente, começo a ter dúvidas.
Alguma opinião pessoal?

Companheiro, vou contar-te um segredo.
Apesar de já andar de maxi há algum tempo, tirei a carta de condução apenas em Novembro de 2011. Em Março de 2012, com pouquíssima experiência com motos de caixa, participei no BMW Rider Experience, no Autódromo do Estoril.
Apesar de estar um pouco assustado, devido à minha inexperiência, peguei na F800R e fui para a pista, com outros condutores. Ao fim de 3 ou 4 curvas, já tinha passado o medo e podes acreditar que não andei devagar...  _lool_ Até me arrependi de não ter pegado antes numa das S 1000RR que lá estavam!
Foi das melhores experiências que já tive e só tenho pena de não poder repetir mais vezes...  _pol_ _pol_
Porque não experimentas um curso de condução defensiva destes: http://www.crm.pt/curso.php?id=10?
São feitos num ambiente controlado e já houve companheiros que fizeram e gostaram.
Fazes a vontade à tua esposa e ficas com a certeza que queres mesmo comprar uma scooter.
Vais ver que não custa nada.
Abraço.
SYM GTS 125 Evo - 0 km (15/05/2010) até 48.627 Kms. (23/09/2014) Deixou saudades...
Maxsym 400i - 6.155 kms (23/09/2014) até ...

Online jcsc

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jul 2013
  • Mensagens: 288
  • Localidade: Charneca da Caparica
  • Sexo: Masculino
  • Marca: SYM
  • Modelo: GTS 125i
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #18 em: 20 de Março de 2014, 10:52 »
Aluga uma para um fim de semana ou faz um test drive com uma de loja.

Depois os percursos, começa por fazer os percursos em que te sentes mais seguro com menos transito, e sempre com atencao a todos os veiculos.  scooter_
SYM GTS 125i

2013 Sym Gts 125i
1990  Yamaha DT50 LC - 120.000 kms

Offline emanuelp

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Jul 2012
  • Mensagens: 446
  • Localidade: Oeiras
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #19 em: 20 de Março de 2014, 11:09 »
Companheiro escape_roto,

Eu também pensei em tirar umas aulinhas, mas pensei: "Para pagar umas aulinhas, mais vale tirar a carta!"

Resultado: Tirei a carta!

Bem já que tenho carta mais vale comprar logo uma mota de cilindrada superior.
Para andar de 125cc não tinha pago por uma carta!

Resultado: Tenho uma 300cc e estou super satisfeito.

Simples!  ;D
Honda Forza 300: Nas estradas desde 06-09-2018...

Offline Sapiens21

  • Super MaxiScootard
  • *****
  • Join Date: Dez 2010
  • Mensagens: 12410
  • Localidade: Évora
  • Sexo: Masculino
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #20 em: 20 de Março de 2014, 20:12 »
Companheiro escape_roto,

Antes de mais congratulo-te por teres tido a iniciativa e sem complexos de partilhar essas dúvidas e receios que te assolam, sendo todos eles legítimos de alguém que está arredado das 2 rodas à tanto tempo.

De qualquer das formas e sem querer estar a minimizar aquilo que relataste, creio que ao circulares os primeiros metros, vais ver que metade (ou mais) das coisas todas que antes pensavas, vão cair por terra. E isto porque estou convicto que te vais adaptar num ápice.

Eu e certamente qualquer outro companheiro estamos disponíveis para te ajudar e demonstrar a ti próprio que consegues ultrapassar a situação rapidamente e tal questão é resolvida da forma mais frontal: começando por experimentar uma scooter mais pequena e leve.

Vejo que gostas da Forza NSS300 e é de facto uma moto de condução fácil, banco baixo e atributos de praticidade muito bons.
Tu consegues...tu vais conseguir!!!  _palmas_

Offline JViegas

  • MaxiScootard
  • ****
  • Join Date: Set 2013
  • Mensagens: 1719
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Honda
  • Modelo: Forza 300 ABS
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #21 em: 21 de Março de 2014, 11:37 »
Obrigado a todos pelas opiniões/incentivos e exemplos pessoais.

De fato tenho carta de condução para motociclos e só não escolho uma 125 porque a moto/scooter virá não só para colmatar uma necessidade de deslocação diária como para tiradas maiores, uma vez que me desloco frequentemente ao interior do país e não posso, após a compra da mesma, investir passado um ano ou dois numa outra máquina caso precise de mais “motor”.

Tenho um problema de deslocação (só tenho uma viatura) e que atualmente está a prejudicar a minha vida pessoal e a de terceiros (esposa e filha) pelos horários profissionais e escolar que nos estão impostos, pelo que, na minha opinião, urge uma definição sobre a forma como me desloco todos os dias para o trabalho ou como o faço aos fins-de-semana.

Sei perfeitamente que uma 125 vai a qualquer lugar, tanto mais pelos exemplos que por aqui lemos todos os dias, mas…já que estou encartado…faço um investimento inicial maior com a esperança de ser mais duradouro. E como qualquer “Tuga” afetado pela Troika, todos os cêntimos contam.

Gostaria de fazer uma progressão mais linear com a potência, começando por exemplo com uma 125 e por aí fora, mas…monetariamente não me é possível.

As motas que conduzi no passado foram desde a XT350 à CB 400 da escola de condução, passando brevemente pela FJ1200 e ainda umas 20 aulas e exame numa NX250. Conduzi por minutos uma Zundap, onde caí e recordo-me ainda de uma acelera da piaggio de 50cm2.

Sei ainda perfeitamente que a experiência que adquiri nas aulas de condução e as motos que conduzi meia dúzia de vezes na minha adolescência não me permitem ter a segurança necessária para conduzir bem ou sequer conduzir em trânsito intenso, uma vez que dado a distância temporal existente e que me fez perder a experiencia necessária para me sentar num veiculo de 2 rodas e conduzir é enorme. No entanto tenho quase quase a certeza que assim que recomeçar a conduzir algumas dúvidas irão dissipar-se. E quem sabe o receio/medo desapareça. Se calhar estou a fazer disto tudo um bicho de 7 cabeças.

Sei que conduzir uma mota, aliás como qualquer veículo, exige uma linha de progressão de aprendizagem e que depende de muitos fatores e varia de pessoa para pessoa. Mas aquele bloqueio que me foi colocado inocentemente pela minha mulher…bolas… está a acanhar-me cada vez mais e parece-me que cada vez que penso mais nisso as dúvidas instalam-se cada vez mais.
Não quero desistir e se for necessário ter aulas, talvez para obter uma maior confiança nos procedimentos necessários à condução de uma moto/scooter no trânsito, terei que optar por seguir esse caminho. Sei que tenho de pegar o “touro pelos cornos” sem deixar que o mesmo de dê alguma cornada e me atire pelo alcatrão ou contra um carro ou peão.

A ida ao CRM foi algo que já me passou pela cabeça e possivelmente até irei mas talvez quando tiver a scooter.

Vou considerar outras opções, obrigado mais uma vez a todos, pelas sugestões e recomendações que serão tidas em conta.

Offline John Master

  • MaxiScootard Júnior
  • *
  • Join Date: Jul 2013
  • Mensagens: 45
  • Localidade: Vale Flores - Almada
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Sym
  • Modelo: GTS 125 i
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #22 em: 21 de Março de 2014, 12:46 »
Companheiro escape_roto,

Também eu antes de comprar a minha tinha receio, também a minha esposa me dizia o mesmo, e ainda tinha a agravante de nunca ter conduzido uma mota.

Assim, e também com receio de poder deixar cair a mota quando fosse experimentar no stand, o que eu fiz foi fazer uma aula  neste sítio http://scootersnalinha.com/pt-pt/. Em Lisboa também existe esta http://www.scootersolution.com.pt/escola-scooter.php.

Foi impecável, dissipei logo todas as dúvidas, não havia problema de cair com a mota do stand, o dono foi impecável e começou por experimentar com uma mota mais pequena e depois foi para uma mais parecida com aquela que eu pretendia comprar (Sym 125 GTS).

Dois dias depois estava no stand a experimentar e a encomendar uma.

Espero ter ajudado e espero que superes todos esses receios.

Abraço,
« Última modificação: 21 de Março de 2014, 12:48 por John Master »

nmbarra

  • Visitante
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #23 em: 21 de Março de 2014, 14:04 »
Companheiro escape_roto,

eu também não sabia andar de moto, comprei a minha moto sem a ter experimentado por medo de deixar cair, etc etc e agora vejo que tudo se ultrapassa com normalidade e com passar do tempo.
O trânsito já nem considero qualquer problema, ficando apenas o vento na minha lista de preocupações máximas seguido da chuva.

Cumprimentos,

Offline adolfo lima

  • MaxiScootard Júnior
  • **
  • Join Date: Mai 2011
  • Mensagens: 273
  • Localidade: Monte Redondo - Leiria
  • Sexo: Masculino
  • Marca: Suzuki
  • Modelo: Burgman 400 K7
Re: Medo, receio ou fobia de andar de moto! Como vencer?
« Responder #24 em: 21 de Março de 2014, 16:06 »
Companheiros,


Aqueles que me conhecem, sabem que a minha experiência é longa, neste mundo apaixonaste que é as motas. Desde 2011 que tenho scooters e digo-vos que tem sido uma experencia fantástica. Mas isso nao me tranquiliza, porque na estrada acontece sempre coisas novas, e por mais digamos que temos experencia, estamos sempre aprender....

Para quem inicia, sempre fui ( e continuo) achar que a aprendizagem deve sempre começar por cilindradas mais baixas e progressivamente aumentar conforme a necessidade de cada um.
Este progresso dará sempre ao motociclista a experencia e a confianca necessária para conduzir todos dias, sem medos. Obviamente que o estado espirito muda conforme as circunstancias, acidentes, ou despistes, mas dará sempre a perfeita noção dos cuidados necessários para conduzir diariamente.

Eu por exemplo, e apos ter motos durante 20 anos, cai pela primeira vez, e marcou-me, mas nao me assustei. O que eu aprendi é na proxima vez nao farei o mesmo erro...

Fica a minha opinião.

Adolfo

Casal K180, Sash Fuego V5, Yamaha tarjet, Yamaha xt 600, Honda Africa Twin, Hyosung Ms3 250, Suzuki Burman 400k7.

Consumo actual 4,0lts Suzuki Burgman - 52.100km
CPM nº 1908